Por Moara Albuquerque
Em 23/12/2019

TENDÊNCIAS COMERCIAIS PARA O ANO DE 2020

Começar o próprio negócio é uma grande tarefa, mas com o início de um novo ano vem grandes sonhos. Por isso é importante saber por onde começar e como se planejar. Todo mundo sonha em ganhar dinheiro fazendo aquilo que gosta, por isso idealizar o próprio empreendimento é algo inspirador, e é preciso que seja feito de maneira correta para que não haja erros.

 Primeiro é preciso saber que nicho o cliente deseja seguir, por exemplo qual é área que a pessoa se interessa, em que ramo ela tem um pouco mais de conhecimento, quais são as novas soluções propostas, e outros diferenciais para que ela possa começar a buscar exemplos no mesmo âmbito para saber como inovar. 

Após decidir o caminho a seguir é importante saber se há mercado na região, como é a demanda, os valores, as regras que precisam ser cumpridas, gastos, e entre outros passos que ajudam a nortear o empreendedor. Em seguida a pessoa precisa focar e pensar em diferentes maneiras de apresentar esse produto ou serviço e transferir esse valor para a marca que ele vai mostrar. 

No início muitas pessoas por necessidade precisam investir primeiro no produto e esperam render para pode planejar o local. Independente do momento é importante planejar o espaço para transmitir a ideia que ele quer passar, e para isso contrata-se um profissional de Arquitetura, voltado para o âmbito comercial, o qual vai propor ideias técnicas e artísticas que ajudem a valorizar o produto, como o layout, o fluxo dentro dos ambientes, a iluminação, os materiais, as tendências, estilo, e outros conceitos arquitetônicos que ajudam no desenvolvimento do negócio.

No ano de 2020 novas tendências surgirão e outras ficarão em alta novamente, como por exemplo empreendedorismo em áreas de Alimentação saudável e gourmet, clubes de assinatura, mercado pet, construtechs, cloud computing e inteligência artificial, economia compartilhada, beleza e cosméticos, coaching, etc. Essas são algumas ideias que precisam ser estudadas e aprimoradas para que se tornem inovadoras.  

É perceptível que muitas delas são dependentes da internet e desse mundo virtual, e muitas pessoas se questionam sobre se os valores das lojas físicas ainda são tão importantes, e a resposta sim, mesmo a internet sendo um grande negócio em ascensão, um comércio completamente virtual ainda apresenta dificuldades que só podem ser resolvidas pessoalmente com o cliente, o que favorece ainda na criação de um elo de confiança e segurança da empresa. 

Outro tipo de comércio que temos que levar em consideração e propor ideias, é aquele negócio que desde sua criação não se inovou, que traz em seu lema algo hereditário, tradicionalista com mais 30 anos no mercado. É importante que a empresa conte sua história, mas é interessante que pelo menos a cada 5 anos passe por pequenas mudanças. Não é o caso de uma grande reforma, mas de se diferenciar nos detalhes. 

Como por exemplo mostrar que acompanha tendências, que se atualiza conforme a necessidade dos consumidores, e que também transfere essa nova imagem para a sua loja física, com mudanças de cores, logomarca, layout do ambiente e outras características que ajudam manter vivo o espirito comercial do estabelecimento.

Investir no seu próprio negócio, é acreditar no seu produto. E a OpenDoor acredita e ajuda a construir os seus sonhos junto com você, desde descobrir o seu nicho de empreendedorismo até a realização dele.

Moara Albuquerque
contato@opendoor.arq.br
Moara Albuquerque é arquiteta da OpenDoor Arquitetura, uma empresa voltada para a criação de projetos comerciais e clínicos.
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Decore+BV
+ Ler mais artigos de Decore+BV