LETRAS SABOROSAS - Folha de Boa Vista
Por Denise Rohnelt Araujo
Em 05/06/2021

Olá queridos leitores!

Na próxima semana iremos celebrar o amor, afinal é dia dos namorados. Mas também chegamos ao mês das festas juninas e suas comidas gostosas.

Começamos com Santo Antônio casamenteiro e terminamos dia 29 com São Pedro. Mesmo em época de pandemia não podemos perder a temporada de delícias feitas com milho. Muito milho verde, canjica, curau, bolo de milho, pamonha, mungunzá, pipoca, e muito mais.

A receita de hoje é de um prato brasileiro, caipira, da época dos bandeirantes e tropeiros no século XVII, ale de tudo saboroso e com sustância, vaca atolada. A receita veio da franquia Divino Fogão.

DICA DE PRESENTE PARA O SEU AMOR

E para quem gosta de dar presentes gastronômicos para seu amor, a Casa Freitas Vinhos & Empório tem vários tipos de cestas que podem ser elaboradas conforme o gosto do cliente. As cestas podem conter vinho ou espumante, taças, queijos, embutidos ou acessórios para vinhos, e podem entregar em domicílio. Pedidos pelo whatsapp: 99970-9706 na Avenida Ville Roy ou 99903-5569 na Avenida Ataíde Teíve.

FÉRIAS DA COLUNA

Amigos leitores, estarei me afastando por algumas semanas por causa de problemas de saúde, mas logo estarei de volta. Mas ficarei atenta as sugestões de receitas de vocês. Não deixem de enviar para meu email letrassaborosas@hotmail.com.

Continuem se cuidando, a pandemia não acabou e os hospitais estão lotados.

Quem puder fique em casa e nas próximas semanas fiquem atentos ao calendário de vacinação, pois todos a partir dos 18 anos poderão se vacinar.

Até mês que vem!

PRATO DO DIA

Vaca atolada

Divino Fogão – www.divinofogao.com.br

INGREDIENTES

01 kg de costela bovina

100g de cebola picada

30g de alho picado

01 kg de mandioca em cubos

01 litro de molho de tomate

05g de cheiro verde

30g de sal

02 folhas de louro

50 ml de óleo

2.5 litros de água fervente

MODO DE PREPARO

PRÉ-PREPARO

Corte a costela bovina em pedaços e tempere com sal. Deixe marinando por 2 horas. Descasque e corte a mandioca e o alho, reserve.

Lave e corte a cebola e o cheiro verde, reserve.

Em uma panela de pressão, aqueça o óleo e refogue a costela. Coloque o alho, a cebola e deixe dourar bem. Junte a água e deixe cozinhando na pressão por 20 minutos. Depois o tempo determinado, retire a pressão e coloque o molho de tomate, as folhas de louro e a mandioca. Deixe cozinhar por mais 30 minutos sempre com a panela tampada até a costela ficar macia. Reponha a água sempre que necessário. Coloque em uma travessa apropriada e finalize com cheiro verde. Sirva.

Rendimento: 5 a 6 pessoas

RÓTULOS BRASILEIROS TRAZEM 14 PREMIAÇÕES DA FRANÇA

Considerado um dos concursos internacionais com grande prestígio internacional, com a participação de mais de 75% de vinhos estrangeiros, o Citadelles du Vin, realizado de 27 a 29 de março, em Bourg Sur Gironde, na França, reverenciou os vinhos brancos brasileiros, além dos espumantes. Dos 14 prêmios alcançados,  oito foram concedidos para rótulos de vinhos finos e seis para espumantes, o que reforça o que a Associação Brasileira de Enologia (ABE) já vem afirmando nos últimos anos: o mundo reconhece a qualidade da produção nacional tanto para espumantes, quanto para vinhos tranqüilos.

O concurso reuniu 50 degustadores e cerca de mil amostras de 30 países, tem a patronagem da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), maior instituição do setor no mundo, além de ser membro da Federação Mundial de Grandes Concursos Internacionais de Vinhos e Destilados (Vinofed).

O Brasil passou por uma revolução no setor vitivinícola nos últimos 20 anos. E hoje o que vemos são vinhos e espumantes de alta qualidade, sendo reconhecidos mundialmente por quem entende do assunto. É gratificante testemunhar estas conquistas e ver que aqui os brasileiros também estão percebendo esta qualidade, descobrindo e aprovando o nosso vinho”, comemora o presidente da ABE, enólogo André Gasperin.

PREMIAÇÕES

Prêmio Especial do Brasil e Medalha de Ouro

Aliança Chardonnay 2020 – Cooperativa Nova Aliança

Medalha de Ouro

Casa Valduga Gran Leopoldina Chardonnay 2020 – Casa Valduga Vinhos Finos

Garibaldi VG Espumante Extra Brut – Cooperativa Vinícola Garibaldi

Gazzaro Chardonnay 2020 – Vinícola Gazzaro

Ponto Nero Cult Brut – Ponto Nero

Zanotto Chardonnay 2020 – Vinícola Campestre

Zanotto Gewurztraminer 2020 – Vinícola Campestre

Zanotto Sauvignon Blanc 2020 – Vinícola Campestre

Medalha de Prata

Aurora Reserva Chardonnay 2018 – Cooperativa Vinícola Aurora

Casa Valduga 130 Blanc de Blanc – Casa Valduga

Garibaldi Espumante Prosecco Rosé – Cooperativa Vinícola Garibaldi

Villaggio Bassetti Sauvignon Blanc 2020 – Villaggio Bassetti

Zanotto Espumante Brut 2020 – Vinícola Campestre

Zanotto Espumante Moscatel - Vinícola Campestre

Denise Rohnelt Araujo
jornalista@teste.com.br
http://meusite.com.br
Aqui ficará as informações sobre o colunista e a coluna.
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!