Por Parabólica
Em 01/10/2020

Bom dia,

Hoje é quinta-feira (01.10). E continuam as discussões em torno da criação pelo governo de Jari Bolsonaro (sem partido) do programa de transferência de renda, agora chamado de Renda Cidadã. Os políticos da base de apoio do governo no Congresso Nacional sinalizam com todas as letras, que desejam afastar o ministro da Economia, Paulo Guedes, do processo de negociação. Eles querem falar diretamente com o presidente da República, ou com os ministros mais próximos a Bolsonaro, especialmente os que trabalham no Palácio do Planalto. As principais discussões estão centradas na identificação das fontes para financiar o Renda Cidadã e no valor do benefício.

A reação de alguns parlamentares, inclusive do presidente da Câmara Federal Rodrigo Mais (Democratas-RJ) e até mesmo as palavras e gestos do presidente Jair Bolsonaro -que se mostra impaciente com a demora nas definições-, parecem indicar que o outrora poderoso ministro da Economia está com os dias contados no governo. E tudo parece indicar que se ele for defenestrado do posto, o governo Bolsonaro vai mandar às favas a obrigação de manter o teto de gastos do governo federal. E caso isso aconteça, será mais uma virada de página na política econômica do atual governo.            

RECLAMANDO 

O governador Antônio Denárium (sem partido) tem reclamado em toda reunião do péssimo relacionamento entre seu governo e a Prefeitura Municipal de Boa Vista (PMBV). Cita como exemplo a demora no atendimento das solicitações para a cessão de terrenos institucionais onde possam ser construídas escolas, cujo dinheiro para tanto já está no caixa do governo estadual. Este é o caso, segundo Denárium, do bairro Cidade Satélite, onde mais de 1.000 alunos do ensino médio estão sendo prejudicados pois precisam pegar transporte para outros bairros para estudar. 

ZONEAMENTO

O governo de Roraima diz que a recente decisão judicial, que autorizou a continuidade dos estudos para a confecção do Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) de Roraima poderá agilizar a regularização fundiária no estado. A meta do governo do estado é entregar mais de sete mil títulos definitivos, com prioridade para quem viveu os últimos 30 anos sem ter a posse legal de sua terra. Tomara.

DIMINUIRÁ

Se o real continuar a ser desvalorizado em relação ao dólar, ou mesmo se a atual cotação da moeda norte-americana for mantida, é bem possível que mesmo depois de aberta a fronteira do Brasil com a Venezuela, o fluxo de migrantes venezuelanos para Roraima deve ser menos intenso. É que a dolarização, e mesmo a inflação naquele país, está corroendo o poder de compra dos migrantes que ganham seus salários em real, aqui em Roraima. Ao converter seus salários em dólar -algo em torno de U$ 175,00-, para quem ganha salário mínimo, fica difícil aos migrantes ajudar suas famílias na Venezuela e ainda financiar sua estadia em solo roraimense. Essa é a opinião de um especialista ouvido pela Parabólica.       

RÁPIDAS

Depois de dolarizar -os compras e vendas são feitas na moeda estadunidense-, os venezuelanos estão vivendo como no Século XVIII. Na região do estado de Bolívar, até a empresa estatal que faz voos de transporte de passageiros cobra a passagem em gramas de ouro. ### Aliás, apesar de ser detentora da maior reserva petrolífera do planeta, a Venezuela só tem gasolina por conta da importação que faz do Irã. E como não tem dólares para pagar os iranianos o faz utilizando ouro vivo. ### O Ministério Público Eleitoral Federal deu parecer favorável ao senador Mecias de Jesus (Republicanos), no processo em que o ex-senador Romero Jucá (MDB) tenta cassar seu mandato. No Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) o processo foi rejeitado por 7 votos a zero. ### Para que a Defensoria Pública do Estado (DPE) possa fechar o orçamento sem déficit, o governador Antônio Denárium autorizou uma complementação adicional de R$ 3,5 milhões aos recursos já aprovados pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE). O caso estava sob apreciação da justiça, e o acordo vai resultar em arquivamento do imbróglio judicial. ### Só agora alguns candidatos/candidatas a vereador/vereadora começam a postar em suas propagandas eleitorais os nomes de seus respectivos candidatos /candidatas a prefeito/prefeita. A postagem desses nomes é uma exigência legal. ### A embaixadora do governo interino da Venezuela, Maria Tereza Belandria, acreditada pelo governo brasileiro, inaugura logo mais em Boa Vista uma Casa de Apoio para migrantes venezuelanos. O objetivo é prestar serviços diplomáticos aos migrantes, enquanto não é resolvida a questão da embaixada e dos consulados daquele país no Brasil. ### Os antigos representantes do governo de Nicolás Maduro no país, foram considerados, via decreto do presidente Jair Bolsonaro, pessoas não gratas ao Brasil. ### Até amanhã.     

   

Parabólica
parabolica@folhabv.com.br
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!