Por Bennison de Santana
Em 30/05/2020

GIRO ESPORTE

Bom dia, boa tarde e boa noite!!

Este é o meu último Giro Esporte. Claro que sentirei saudades, mas nestes tempos de recomeço vamos recomeçar. 

AGRADECIMENTO

Estou feliz e agradecido por ter feito parte do time Folha de Boa Vista, o maior Grupo de Comunicação do nosso estado. Queria aqui registrar o agradecimento a todos da família Folha, à direção do jornal e em especial a família Cruz. Obrigado por ter confiado no meu trabalho. Desde 2018 faço parte deste estrelato grupo de comunicadores, grandes jornalistas, com quem eu aprendi muito! Agradeço os ensinamentos dos meus colegas, e principalmente pela paciência comigo. Foi incrível!!

DESAFIOS

Foram muitos os desafios na casa, sobretudo por substituir Ribamar Rocha, um dos maiores comunicadores e referência no jornalismo esportivo em Roraima. Entrei em 2018, ano de Copa do Mundo e de muitos desafios, ainda mais para levar informações da nossa seleção e das 32 seleções participantes do maior e mais importante competição do planeta. Tive que imprimir minha marca, minha assinatura, meu jeito de escrever e levar notícia, e mais, mostrar o que tanto amo fazer que é o jornalismo, em especial a cobertura esportiva. Aprendi bastante. Ter passado pela Folha de Boa Vista me fez aprender muito. Principalmente escutar. Aprendi sobre técnicas jornalísticas e pude aplicar. Errei algumas vezes, é verdade. Mas quem nunca?

OPORTUNIDADE

A frente da editoria de Esporte pude aparecer na edição impressa, na Folha Web, vi nascer a Rádio Folha 100.3 FM e até participei dos principais jornais da casa e do Folha Sports. Além disso, tive a honra de entrevistar grandes nomes do esporte roraimense e ídolos nacionais. Entrevistei os principais destaques do nosso desporto. Conheci Renan Dal Zotto, técnico da Seleção Brasileira de Vôlei, Ronaldo Angelim e Atirson, que fizeram história no Flamengo. E falando em Flamengo, pude escrever sobre Thiago Maia, primeiro jogador roraimense a vestir a camisa do rubro-negro carioca. Desde a especulação, sua assinatura de contrato, apresentação, estreia. Posso dizer que fui feliz e deixei minha assinatura neste e outros importantes marcos históricos da cobertura jornalística esportiva roraimense. 

NOVAS AMIZADES 

Na redação pude conhecer grandes profissionais que levarei para vida, mas foi entrevistando que pude conhecer pessoas maravilhosas e contar histórias boas. Foi no futebol, futsal, voleibol, BMX, MMA, Boxe, jiu-jítsu, karatê, basquete, natação, ginásticas, corridas de rua e eventos esportivos de todas as modalidades. A maioria já conhecia antes de chegar a Folha, outros tive o prazer de conhecer. E foi lindo. Foram pouco mais de 2 anos, mas que valeram como se fosse mais devido o aprendizado. Só tenho a agradecer a casa pela oportunidade. 

FOI ASSIM...

Vi nascer campeões, vi campeões se consagrarem. Contei histórias de superação, de derrotas, de alegrias e de tristezas. Pude levar boas novas sobre a reinauguração do Canarinho, que para mim foi especial demais. Presenciei grandes feitos dos roraimenses, quando não vi busquei informações, entrevistei e reportei para o conhecimento do público. Pensei em cada letra da manchete de conquistas dos nossos atletas, dentro e fora do país, e de coração fiz parte de cada pódio no que diz respeito a noticiabilidade. Foi com compromisso e com responsabilidade. Foi assim que eu fiz!

Eu fico por aqui, mas o meu desafio segue e a caminhada continua. Sigo no @bennison_de_santana95 com que gosto de fazer: jornalismo esportivo. Sigo meu caminho e desejo muito sucesso a Folha. Aos meus leitores, trabalha essa saudade nos vemos por aí! Que Deus nos abençoe sempre. Até!

Bennison de Santana
bennison.bruoni@gmail.com
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!