Por Shirley Rodrigues
Em 13/07/2020

Com Nada

* Mais um indígena morre em decorrência de complicações da Covid-19. Desta vez, o líder macuxi José Adalberto Silva, da comunidade de Enseada, Região das Serras. José Adalberto foi tuxaua e articulador nacional, atuou no Ministério da Justiça, em Brasília, desenvolveu diversos projetos no Brasil e em outros países e atualmente era secretário municipal de Assuntos Indígenas de Pacaraima. A presidente do Cidadania Roraima, a deputada  Lenir Rodrigues, e o presidente Nacional do Partido, Roberto Freire, emitiram notas de pesar lamentando a perda.

 

 

Com Tudo

* Apaixonada pela causa indígena, especialmente no que se refere a questões relacionadas a crianças de todas as etnias, a atuante advogada Denise Cavalcanti está com sorriso de orelha a orelha. E o motivo da alegria, é que um artigo dela, em co-autoria com Serguei Camargo, intitulado “Segurança Alimentar das Crianças Indígenas enquanto um  Direito Fundamental e suas Consequentes Violações”, foi selecionado recentemente  para apresentação no Congresso de Direitos Humanos da Universidade de Coimbra – Portugal.

Dra. Denise Cavalcanti e Serguei Camargo, tiveram artigo selecionado para apresentação no Congresso de Direitos Humanos da Universidade de Coimbra – Portugal

 

Bellydance

* Apesar de 2020 está sendo um ano difícil devido à pandemia, muitas pessoas têm se destacado nas suas referidas áreas de atuação. Uma dessas pessoas é Simone Zahirah, dançarina e professora de dança do ventre.

* Esse ano ela foi convidada pelo diretor artístico Ernandes Dantas à coreografar as “Dançarinas de Herodes”, na encenação "Paixão de Cristo” de Mucajaí. E como às aulas e eventos de dança têm sido virtuais, Simone Zahirah tem sido convidada para shows nacionais, como o #Conexãobellydance e o #ProjetoElas com profissionais e artistas de todos os estados do Brasil.

 

Bellydance II

* Aliás, Simone Zahirah está organizando um Sarau Oriental Árabe (virtual), que acontecerá próximo sábado (18), às 19 horas pelo Facebook @Simonezahirah. O sarau é solidário e acontecerá de forma gratuita, com intuito de levar a arte e entretenimento à população.

* O evento online promete ser um espetáculo cultural diversificado, contando com mais de 16 shows – literalmente, do Caburaí ao Chuí - com participações de convidados especiais de diversos Estados do Brasil, entre os quais Rio Grande de Sul, São Paulo, Amazonas, Rondônia e Bahia.

 

Campanha

* Escritores locais irão compartilhar nas redes sociais, pelos próximos dois meses, vídeos em que interpretam poemas e contos de diferentes autores locais. A ação faz parte de uma campanha para estimular a leitura durante a pandemia de coronavírus.

* Na primeira semana, diferentes escritores gravaram vídeos em que interpretam um poema ou conto do autor Aldenor Pimentel. Até o fim da campanha, está prevista a produção de vídeos com textos literários de Eliza Menezes, Simão Farias, Eli Macuxi, Roberto Mibielli, Marcelo Perez, Otaniel Mendes de Souza e Rosidelma Fraga.

 

Campanha II

* Esta é a terceira fase da campanha #fiquemecasa e #leiaumlivro, promovida por escritores de Roraima. Na primeira fase, eles produziram um vídeo que todos interpretam um trecho da crônica “O livro é o melhor amigo do homem”, de Edival Lourenço. Na segunda fase, gravaram vídeos individuais com textos literários de autoria própria.

* Alguns vídeos podem ser conferidos nos links e Conto Ponto de Virada, interpretado por Roberto Mibielli e  Microconto sem título, interpretado por Rosidelma Fraga.

O economista Airton Ribeiro e sua mãe D. Antonia, em tempos de quarentena

 

#Rápidas

* Inaugurando idade nova nessa segunda-feira, Larissa Brito, Nalu Jane Queiroz, José Norberto Mesquita Junior, Raphaela Queiroz e Álvaro Luiz Aragão Nunes.

*O Brasil ultrapassa 71 mil mortos em consequência da Covid-19. A Organização Mundial da Saúde, com base em estudos científicos de pesquisadores do mundo inteiro, já suspendeu os testes com cloroquina por ter comprovado que esse medicamento não tem nenhuma eficácia no tratamento de infectados por coronavírus.

* Mesmo assim, milhares de pessoas defendem o uso do remédio comprovadamente ineficaz pra essa doença, e o que é pior, toma a medicação “preventivamente”, podendo com isso adoecer de verdade por conta dos efeitos colaterais da medicação.

* E tudo isso, só porque o presidente, que não é médico, disse sem qualquer base cientifica que cloroquina cura Covid-19. Ou seja, com cloroquina sobrando nesse país, porque mais 71 mil pessoas morreram?

Maria do Céu Oliveira, ilustrando a coluna desta segunda-feira

#Tá Valendo

No Clima

* O clima é de contagem regressiva para a reabertura gradativa do comércio na próxima segunda-feira. Na verdade, essa reabertura oficial poderá ser benéfica no sentido de observar o protocolo de proteção. Até porque faz é tempo que tudo já ta funcionando clandestinamente.

 

Hipocrisia

* Foi uma enxurrada de críticas tão veementes que o novo ministro da Educação, o pastor presbiteriano Milton Ribeiro, apagou o vídeo intitulado "A Vara da Disciplina", em que defende castigos físicos para disciplinar as crianças. Na verdade, essas críticas são o retrato falado da hipocrisia, pois a maioria de nós apanhou na infância e nem por isso odiamos nossos pais.

Simone Zahirah, se destacando nacionalmente com a milenar arte da Dança do Ventre

Shirley Rodrigues
shirleyfolha@hotmail.com
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Social
+ Ler mais artigos de Social