Por Francisco Cândido
Em 30/09/2020

RORAIMA TRANSFORMADO EM ESTADO – 32 ANOS DE HISTÓRIA.

________________________________________________________________________________

            No período de 1985 a 1987, o Território Federal de Roraima teve três governadores, todos indicados pelo Presidente da República (em cada época), já que não havia eleição para governador de Roraima: Getúlio Alberto de Souza Cruz (Economista, governou de 1985 a 1987), Roberto Pinheiro Klein (General de Exército, 1987 a 15/09/1988), Romero Jucá Filho (Economista, 15/09/1988 a 31/12/1990) e Rubens Villar de Carvalho (era senador pelo Estado de Alagoas, governou Roraima no período de 31/12/1990 a 14/03/1991), quando assumiu o primeiro governador eleito do Estado de Roraima, Ottomar de Sousa Pinto (Brigadeiro da Aeronáutica, e era deputado federal até 1991, quando foi eleito governador para o período de 1991 a 1994).

            Quanto aos deputados federais neste período, há um capítulo a parte.

            Em 1986 houve eleição para escolha dos deputados federais para representar o Território Federal de Roraima, no período de 1987 a 1990. Os eleitos tiveram o privilégio de participar da Assembleia Nacional Constituinte de 1988 (que elaborou e promulgou a atual Constituição Federal). Foram eleitos: Ottomar de Sousa Pinto, Marluce Moreira Pinto, Mozarildo de Melo Cavalcanti e Francisco das Chagas Duarte.

            RORAIMA TRANSFORMADO EM ESTADO: UMA NOVA FASE

            No dia 5 de outubro de 1988 foi promulgada a nova Constituição Federal e, nela está estabelecido em seu Art. 14, do Ato de suas Disposições Transitórias: “Os Territórios Federais de Roraima e do Amapá são transformados em Estados Federados, mantidos seus atuais limites geográficos". Este mesmo Artigo criou o Estado de Tocantins.

            Transformado o Território em Estado, passou-se a uma nova fase na política roraimense.

            Foi eleito Ottomar de Souza Pinto (como primeiro governador), tendo como vice o empresário da Fecomércio Antônio Airton Oliveira Dias (17/07/1949 – faleceu em 21/09/2016).

Na primeira eleição geral (em 1990), já como Estado, foram eleitos os primeiros deputados estaduais (24), para o período de 1991 a 1994:

José Maria Gomes Carneiro (líder do governo Ottomar Pinto), João Alves de Oliveira (JAÓ), Odete Irene Domingues, Antônio Evangelista Sobrinho, Jeil Valério, Airton Antônio Soligo (Airton Cascavel), Renan Bekel Pacheco, Francisco Guerra, Ramiro José Teixeira e Silva, Eulina Gonçalves Vieira, Almir Moraes Sá, à época todos do PTB, da bancada de apoio ao Governador Ottomar de Sousa Pinto.

Na bancada oposicionista, foram eleitos: Paulo Sérgio Ferreira Mota, Édio Vieira Lopes, Iradilson Sampaio de Sousa, Rodolfo de Oliveira Braga, Otoniel Ferreira de Sousa, Herbson Jairo Ribeiro Bantim (Berinho Bantim), Noêmia Bastos Amazonas, eleitos pelo PPR; Rosa Almeida Rodrigues, Célio Rodrigues Wanderley, Evônio Pinheiro Menezes (Babé), do PSDB á época; Vera Regina Guedes da Silveira (PL); Flávio dos Santos Chaves (PFL); e Luiz Afonso Faccio (PDT).

Estes primeiros deputados estaduais são considerados “Deputados Constituintes”, pois tiveram como primeira e mais importante missão: elaborar a Constituição Estadual. Não foi uma tarefa fácil. Os parlamentares viajaram por todo o interior do Estado, ouvindo opiniões, coletando sugestões e analisando as necessidades de cada comunidade, E, o mais importante, conhecendo a realidade do Estado para retratá-la em forma de uma lei (Constituição) moderna e abrangente.

A primeira Mesa Diretora da Assembleia Legislativa (1991 a 1994) foi composta pelos deputados: Flávio dos Santos Chaves (Presidente), Francisco Sales Guerra Neto, Vera Regina Guedes da Silveira, Eulina Gonçalves Vieira, Odete Irene Domingues e Sérgio Ferreira (Paulo Sérgio Ferreira Mota)

Nesta primeira eleição geral (para o período de 1991 a 1994), foram eleitos deputados federais: Maria Teresa Sáenz Surita Guimarães (Tereza Surita, atual Prefeita de Boa Vista), Francisco Rodrigues (Chico Rodrigues), Alceste Madeira de Almeida (médico, Dr. Alceste), Júlio Cabral, Avenir Rosa, Marcelo de Sousa Luz, João Batista Fagundes e Rubem da Silva Bento. Como se pode perceber, Roraima teve aumentado o número de deputados federais de quatro (quando Território) para oito (como Estado).

            Para o cargo de senador da República por Roraima, para um mandato de quatro anos, foram eleitos: César Augusto Dias (médico, Dr. César) e Marluce Moreira Pinto (esposa do governador Ottomar Pinto) e, para o mandato de oito anos (por haver recebido o maior número de votos nesta eleição), o coronel da Aeronáutica Hélio da Costa Campos. Este passou somente três meses no cargo. Hélio Campos assumiu no dia 01/01/1991 e faleceu no dia 25/04/1991. Assumiu o suplente no cargo, o pedreiro João França Alves (no dia 30/04/1991).

            Na eleição seguinte (1994), foram eleitos: Neudo Ribeiro Campos (governador) Airton Antônio Soligo – Airton Cascavel, como vice-governador); deputados federais:  Alceste Madeira de Almeida, Luís Alves Barbosa (“Luizinho da Tabela Engenharia”), Francisco Rodrigues (Chico Rodrigues), Salomão Afonso de Souza Cruz, Luciano de Castro, Elton da Luz Rohnelt, Robério Araújo, e Moises Sragovicz Lipnik (este nasceu em Cáli, na Colômbia em 05/08/1953, naturalizou-se brasileiro em São Paulo em 1972 e veio pra Roraima em 1990 tentar uma vaga política, sendo eleito no pleito de 1994). O deputado federal Moises Lipnik, faleceu em Brasília no dia 17/06/2003.

Para a Assembleia Legislativa de Roraima: vinte e quatro deputados estaduais. E, para o Senado, foram eleitos: Maria Marluce Moreira Pinto e Romero Jucá Filho.

A 2ª LEGISLATURA - A segunda legislatura da Assembleia Legislativa de Roraima foi marcada pela redução de 07 (sete) deputados estaduais, devido ao pequeno número de eleitores de Roraima. Neste caso, a Constituição Federal não permite que o Poder Legislativo estadual tenha 24 assentos. Por conta disso, a Assembleia funcionou naqueles quatro anos (1995-1998), com apenas 17 parlamentares: Almir Sá, Célio Wanderley, Édio Lopes, Chico Guerra, Berinho Bantim, Iradilson Sampaio, Rosa Rodrigues, Jalser Renier Padilha, Aurelina Medeiros, Urzeni da Rocha Freitas Filho, Helder Teixeira Grossi, Francisco de Souza Cruz (“Chico Doido”), Paulo Hiama, Henrique Machado, Flamarion Portela, Zenilda Portela e Lúcio Elber Távora.

A 3ª LEGISLATURA - Na terceira Legislatura (1999/2002), a Assembleia Legislativa de Roraima voltou a ter 24 deputados. Houve, contudo, uma renovação significativa dos assentos. Além da retomada das sete vagas reduzidas na eleição anterior, apenas nove dos 17 deputados estaduais retornaram à Assembleia Legislativa. Neste período, o deputado estadual Iradilson Sampaio de Souza foi eleito vice-prefeito na chapa de Maria Teresa Saenz Surita, em 2000.

            Já em 2002, foram eleitos deputados federais: Alceste Madeira, Maria Helena Veronese, Luciano de Castro, Chico Rodrigues, Suely Campos, Rodolfo Pereira, Frankembergen Galvão, Moises Sragovicz Lipnik (faleceu em 17/06/2003, e assumiu o seu suplente: o à época, deputado estadual, Almir Morais Sá).

            Em 2006, foi eleito governador Ottomar de Souza Pinto. Faleceu no dia 11/12/2007. Assumiu o vice, José de Anchieta Junior (este faleceu no dia 06/12/2018).

            Nessa eleição, com mandatos de 2007 a 2010, foram eleitos Senadores: Francisco Mozarildo de Melo Cavalcanti, Augusto Afonso Botelho Neto e reeleito Romero Jucá Filho.

____________

            No próximo dia 05 de outubro (deste ano de 2020), Roraima completará 32 anos desde sua transformação de Território em Estado. O atual governador é o empresário Antonio Denarium (Antonio Oliverio Garcia de Almeida), o vice é o médico Frutuoso Lins Cavalcante Neto.

            Atuais Deputados federais: Hiran Manuel Gonçalves da Silva/PP, Édio Vieira Lopes/PR, Haroldo Alves Campos (Haroldo Cathedral)/PSD, Jhonatan Pereira de Jesus/PRB, Joênia Batista de Carvalho (Joênia Wapichana)/REDE, Antônio Carlos Nicoletti/PSL, Shéridan Esterfany Oliveira/PSDB, e José Otaci Barroso do Nascimento/Solidariedade (este licenciou-se do cargo de deputado para concorrer a outra vaga política. Assumiu em seu lugar, na Câmara Federal, o ex-vereador por Boa Vista, Renato Andrade Queiroz/MDB,

            Atuais Senadores: Telmário Mota de Oliveira/PROS, Francisco de Assis Rodrigues/DEM; e Antonio Mecias Pereira de Jesus/PR.

Francisco Cândido
franciscocandido992@gmail.com
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!