Por Shirley Rodrigues
Em 02/06/2020

Com Nada

*  Ao serem abertas as inscrições para seleção de médicos que deverão atuar no hospital de campanha durante a pandemia de coronavirus, das 60 vagas disponíveis, apenas 23 se inscreveram. Por conta disso, a Defensoria Pública intermediou um acordo junto ao Tribunal de Justiça, para contratação extraordinária de médicos estrangeiros, nesse período. E pra surpresa geral, entidades entraram com ação na Justiça para impedir a atuação dos médicos de outras nacionalidades, por falta do registro no órgão classista. Enquanto a população padece e morre por falta de atendimento médico...

Com Tudo

* A Faculdade Cathedral, por meio do seu Núcleo de Práticas Jurídicas do Curso de Direito, disponibilizou sua plataforma online para atendimento de seus assistidos, levando em conta que nesse período de pandemia as audiências estão ocorrendo de forma virtual e muita gente não tem acesso à internet ou não dispõem de equipamentos próprios (celular, tablet, computador). Na sala do Núcleo, estão disponíveis computador, microfones, etc. para a realização dos atendimentos seguindo todas as normas de segurança e a primeira audiência já acontecerá hoje. Taí um bom exemplo para outras entidades...

Deputado federal Haroldo Cathedral: destacada atuação no Congresso Nacional em prol do Estado de Roraima

 

 Festinhas.com

* Desde o início do distanciamento social, que se tem notícia de aglomerações tipo churrascos, reuniões para assistir lives, encontros de amigos regados a bebidas e etc. do gênero. E acabou que esse tipo de atitude de parte da população de Estado, foi parar no Fantástico do último domingo.

* O programa, que criou um espaço monitorador desse tipo de aglomeração durante a pandemia, citou os vários estados onde pessoas realizam e participam de “festas clandestinas”, expondo-se a contaminação e Roraima foi um deles.

Festinhas.com II

* Geralmente essas festinhas clandestinas realizadas durante a pandemia, são marcadas por meio de grupos de WhatsApp e reúnem pessoas de todas as classes sociais e de todas as idades, onde bebidas rolam soltas, com aglomerações e sem máscaras.

* Na verdade, não é à toa o aumento do número de contaminados com o coronavírus. O que consequentemente, impulsiona os números de internados em UTIs e de óbitos. Afinal, se aglomerar clandestinamente é igual usar máscara no queixo ou quebrar a dieta comendo escondido da nutricionista.

Da Incompetência

* Nos noticiários do Brasil inteiro, o destaque é a incompetência do serviço público brasileiro na destinação do “Auxilio Emergencial” de 600 reais, que já foi pago para 27 mil foragidos do sistema prisional, entre os quais 11 dos mais perigosos e os bandidos mais ricos.

* Além disso, o referido auxílio já foi pago para empresários, pessoas mortas, gente que reside na Europa, não é refugiada e nem precisa e muitos outros que não são carentes. Enquanto isso, quem realmente está passando necessidade, acorda de madrugada pra se aglomerar em quilométricas filas nas portas dos bancos e ainda assim não conseguiu o benefício.

Da Incompetência II

* Na verdade, essa incompetência em administrar os recursos do “auxilio emergencial” destinado a autônomos e famílias em estado de vulnerabilidade durante a pandemia, além de causar prejuízos ao erário público, pagando quem até milhares condenados foragidos da justiça, não está chegando efetivamente a muitos brasileiros que realmente precisam.

* E se não fossem os jornalistas, cujo trabalho essencial é de fundamental importância, a população continuaria sendo enganada, acreditando nos fake news dos robôs e jamais saberia dessa sangria desatada que vem dando esse enorme prejuízo ao país.

O presidente da Adepol/RR, Cristiano Camapum, entregando cestas básicas ao delegado-geral da Polícia Civil, Herbert de Amorim, e ao delegado-geral adjunto, Eduardo Wayner Santos

#Rápidas

* A página de hoje é dedicada ao Erasmo Sabino (Erasmo Sabino Imóveis) que hoje recebe homenagens por conta de sua troca de idade.

* Também trocando de data hoje, professora Ilma Xaud, Lourdete Oliveira, Luana Santana e Bethânia Thomé Avelino.

* O presidente do Poder Legislativo, deputado Jalser Renier, demonstrou preocupação com a forma em que a Saúde está sendo gerida no Estado, especialmente durante esse período de pandemia.  

* Foi ontem durante o encontro com presidentes de Assembleias Legislativas de todo o país. Oportunidade em que o deputado externou sua preocupação em particular com a frequente mudança de gestores na Sesau.

* O presidente também falou sobre a demora na inauguração do Hospital de Campanha, que já deveria estar funcionando desde março, mas ainda não abriu pela falta do cumprimento da contrapartida do Governo.

* O Encontro Colegiado de Presidentes das Assembleias Legislativas Estaduais, em que o presidente fez esse pronunciamento, se deu ontem pela manhã de forma online e foi promovido pela Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos.

Cássio Dib e Patrice Lucena, ilustrando a coluna desta terça

Tá Valendo

 

Doações

* Desde que a quarentena começou em Roraima, a Adepol/RR começou a se mobilizar para arrecadar doações de seus associados para contribuir de alguma forma com as pessoas que enfrentam, além do risco de contaminação, dificuldades econômicas para passar esse momento tão difícil pelo qual passamos.

Cestas Básicas

A Associação iniciou, nesta segunda-feira, a distribuição dessas doações, começando pelos servidores terceirizados e comissionados da Polícia Civil que receberam cestas básicas. Ao todo, os delegados conseguiram arrecadar pouco mais de uma tonelada de alimentos que serão doados também para instituições que estão dando assistência a famílias carentes no estado.

Nosso colega Colunista, Junior Carneiro, (titular da Coluna Okiá, aqui da Folha), recebe homenagens hoje por conta de seu aniversário

Shirley Rodrigues
shirleyfolha@hotmail.com
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Social
+ Ler mais artigos de Social