Por Nira Santos
Em 17/05/2019

A paz do Senhor

O Espaço Gospel desta semana traz dois excelentes textos para reflexão sobre nosso comportamento diante da vida, do dia a dia, dos problemas, do que nos atrapalha e ainda dos esforços para que possamos mudar e agir conforme a vontade do Senhor. Trata-se da “Palavra de Fé”, intitulada “De que forma você tem recebido as promessas de Deus?”, e “O menino e a borboleta”. O primeiro trata das promessas do Senhor para nossas vidas e como estamos agindo para sermos merecedores delas. Será que estamos no caminho de sermos minimamente dignos das bênçãos do Senhor e da promessa de multiplicação da nossa descendência, ou estamos mais propensos ao afastamento do que nos foi prometido, por mais que Ele nos ame e nos perdoe continuamente? Será que estamos preparados para a reconciliação com o Senhor, para um “novo concerto”, assim como Abraão, ou ainda seguiremos cegos esperando que as promessas de Deus para nós sejam cumpridas sem que façamos nossa parte e continuemos agindo conforme o nosso livre-arbítrio?

O segundo texto, “O menino e a borboleta”, trata do esforço que precisamos fazer para que alcancemos o nosso melhor diante de Deus, do nosso fortalecimento por meio das quedas, das derrotas, das frustrações, das perdas. Com Deus diante das vicissitudes que nos afligem, sairemos mais fortes ao vencermos as adversidades, com a certeza de que a vitória se dará em Cristo e com Cristo. Portanto, não adianta nos precipitarmos para sair do casulo, pois acelerar o processo pode queimar etapas importantes para o nosso desenvolvimento espiritual e para que tenhamos as promessas de Deus cumpridas em nossas vidas. Devemos nos lembrar sempre que nosso tempo não é o mesmo do Senhor. Ele sabe a hora certa de agir e quando cumprir as promessas feitas ao Seu povo.


Palavra de Fé

DA PROMESSA À VITÓRIA

“Que deveras te abençoarei, e grandissimamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos”. Gênesis 22:17. 

De que forma você tem recebido as promessas de Deus? 

Todos nós recebemos uma promessa, porém é necessário estarmos atentos a elas para recebermos nossa vitória.

Quando Deus prometeu a Abraão que lhe daria um filho e o faria pai de uma grande nação por meio de Isaque, foi uma longa caminhada de perdas, ganhos, aprendizados e exortação. Deus chama Abraão, aos 90 anos de idade, para um concerto, pois, durante essa caminhada, fez-se necessária uma reconciliação para que a promessa pudesse se cumprir na sua vida. Você já se perguntou por que a promessa ainda não se cumpriu para você? Seria necessário um novo concerto?

Entenda que Isaque ainda não era a vitória, era apenas a promessa de uma vitória, que deveria ser cuidada e amada. Porém, com a promessa recebida, muitas vezes por não termos uma visão de que Deus é incomparável no que Ele faz, ficamos só com a promessa. No capítulo 22 de Gênesis, vemos Deus pedir a promessa de Abraão. Será que você estaria pronto para entregar sua promessa em sacrifício a Deus?  O segredo da vitória de Abraão mediante a promessa foi gerado no versículo 12 de Gênesis quando Deus diz: “Agora sei que tu me temes”, a partir de então, no versículo 17, é realizada a grande vitória.

“Esteja certo de que o abençoarei e farei seus descendentes tão numerosos como as estrelas”.

Muitas vezes será necessário entregar a promessa em temor e obediência a Deus, pois nela será gerada a grande vitória. 

Pastora Marinez Carvalho
Pastora-presidente da Igreja Pentecostal Missionaria - IPM

A pastora Marinez Carvalho, que nos trouxe a palavra de fé, com os filhos, também pastores, Jonas Carvalho, Marcelo Carvalho  e Katiane Carvalho

Gospel Mais
INAUGURAÇÃO

Com muito louvor a Deus, os pastores Antônio Filho e Mariza Barbosa convidam a população para a grande inauguração do Ministério Acredite, com a participação das cantoras Lia e Rebeca, Thayla Camargo e o Quarteto Reencontro. O evento será realizado neste sábado, 18, às 19h, na Rua Professor Agnelo Bittencourt, 683- Centro. 

Pastor Antônio Filho e a esposa, Mariza Barbosa, na expectativa da grande inauguração do Ministério Acredite

SEMINÁRIO

A JOCUM Tríplice Fronteira - Jovens com uma Missão -  está promovendo um seminário com o tema “Criança em Situação de Risco”. O evento ocorrerá de 27 de maio a 21 de junho, na MEVA (Missão Evangélica da Amazônia), na Rua Sebastião Diniz, n° 535 – Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico correacarla@gmail.com e pelos telefones (46) 99924-9064 e (95) 99174-3331.

A Igreja Evangélica Quadrangular do bairro Alvorada, na direção da pastora Débora Zuleide, prestou uma linda homenagem às mães da congregação. Ela agradece a cooperação dos jovens e adolescentes que ajudaram na realização do evento.

Dinâmica 

Apoio

Participantes: Indefinido.

Tempo Estimado: 10 minutos.

Descrição: O coordenador deve pedir a todos os participantes que se apoiem em um pé só, quando deverão dar um pulo para frente sem colocar o outro pé no chão, um pulo para a direita, outro para esquerda, dar uma rodadinha, uma abaixada etc.

Mensagem: Não podemos viver com o nosso individualismo porque podemos cair e não ter força para nos levantarmos. Por que ficarmos sozinhos se temos um ombro amigo do nosso lado?

As belas jovens Natália Paiva e Juli Mari vestindo modelitos da Loja Morena Bella

ILUSTRAÇÃO

O menino e a borboleta

Certo dia, uma criança estava a observar uma pequena abertura num casulo. Esteve a ver por muito tempo, percebendo que a pequena borboleta se esforçava, batendo as asas, para conseguir alargar o buraco e sair através da abertura. Ao fim de umas horas, não havia grandes progressos com as tentativas, pois a borboleta batia as asas contra as paredes do casulo e não parecia que alargasse suficientemente o buraco para passar.

Então, o menino decidiu ajudar – foi buscar uma tesoura e abriu o casulo cuidadosamente.  A borboleta saiu, então, facilmente. Mas o seu corpo era pequeno e as asas não tinham a força necessária para sustentá-la. Continuou a observar a borboleta, à espera de que as asas se abrissem e se esticassem, prontas para o voo. Nada aconteceu… na verdade, a borboleta passou o resto da vida aleijada, rastejando, com o corpo murcho e asas encolhidas – nunca seria capaz de voar.

O que a criança não compreendia, na sua gentileza e vontade de ajudar, era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para sair dele seria o modo de fortalecer as asas e de torná-la apta a voar.  Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos na nossa vida, para nos tornarmos mais fortes e mais capazes.

A jovem mãe Rafaela Mesquita curtindo o carinho do filho, Alexander, de 4 anos

Nira Santos
espacogospel@folhabv.com.br
Jaine disse: Em 20/05/2019 às 09:57:11

"MATÉRIA LINDA "

Últimas de
Espaço Gospel
+ Ler mais artigos de Espaço Gospel