Por Nira Santos
Em 21/06/2019

Editorial

Deus, na Sua infinita bondade, sempre nos dá a chance de que nos arrependamos e sejamos perdoados por nossos pecados, sem “economizar” o amor que tem por todos nós. Mas, o que Ele quer não é um arrependimento da boca pra fora, ou palavras ao vento e promessas que sabemos que nunca serão cumpridas. E o Evangelho, em um de seus milhares de conselhos, nos adverte sobre isso: “Não seja precipitado de lábios nem apressado de coração para fazer promessas diante de Deus. Deus está nos céus, e você está na terra, por isso, fale pouco... É melhor não fazer voto do que fazer e não cumprir”. (Eclesiastes 5: 2 e 5) 

Deus também não quer que vivamos uma eterna indecisão sobre quais devem ser nossas prioridades e que O procuremos sempre depois que, conscientemente, enfiamos o pé na jaca. Ele quer mudanças imediatas! Mas, a despeito da Sua infinita bondade, devemos recordar: não é a nossa vontade que prevalece, mas a do Criador. É importante lembrar sempre que “de Deus não se zomba, pois o que o homem semear, isso também colherá”. (Gálatas 6:7) Portanto, é preciso agir, parar de se enganar e de tentar enganar a Deus.

Quando formos em busca do perdão divino, é necessário que abramos nossos corações, confessemos nossa culpa e nossos pecados, e peçamos orientação ao Senhor para que Ele nos indique o caminho a ser seguido dali em diante. O arrependimento deve ser sincero e a vontade de mudar, idem. Ainda que as mudanças exijam um esforço que para nós possa parecer sobre-humano, “aqueles que esperam no Senhor, renovam suas forças. Voam bem alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam”. (Isaías 40:31). 


O grupo de Jovens Herdeiros do Rei da Assembleia de Deus Peniel, na liderança do casal Daniel Marques e Emilly Letícia Marques, todos cheios da unção após o culto de jovens

ILUSTRAÇÃO

Enquanto Os Ventos Sopram

Certo fazendeiro possuía muitas terras no Atlântico. Ele constantemente anunciava estar precisando de empregados. As pessoas estavam pouco dispostas a trabalhar em fazendas longe. Temiam as horrorosas tempestades que varriam aquela região, fazendo estragos nas plantações. Enfim, um homem baixo e magro, de meia-idade, se interessou na vaga.

– Você é um bom lavrador? - perguntou o fazendeiro.

– Bem, eu posso dormir enquanto os ventos sopram - respondeu o pequeno homem.

Embora confuso com a resposta, o fazendeiro, desesperado por ajuda, o empregou. O pequeno homem trabalhou bem ao redor da fazenda, mantendo-se ocupado do alvorecer até o anoitecer e o fazendeiro estava satisfeito com o trabalho do homem.

Uma noite, o vento uivou ruidosamente. O fazendeiro pulou da cama, agarrou um lampião e correu até o alojamento dos empregados. Sacudiu o pequeno homem e gritou:

– Levanta! Uma tempestade está chegando! Amarre as coisas antes que sejam arrastadas!

O pequeno homem virou-se na cama e disse firmemente:

– Não senhor. Eu lhe falei: eu posso dormir enquanto os ventos sopram.

Enfurecido pela resposta, o fazendeiro pensou em despedi-lo imediatamente. Porém. ele se apressou a sair e preparar o terreno para a tempestade. Do empregado, trataria depois. Mas, para seu assombro, ele descobriu que todos os montes de feno tinham sido cobertos com lonas firmemente presas ao solo. As vacas estavam bem protegidas no celeiro, os frangos nos viveiros, e todas as portas muito bem travadas. As janelas bem fechadas e seguras. Tudo foi amarrado. Nada poderia ser arrastado.

O fazendeiro então entendeu o que seu empregado quis dizer. Então, retornou para sua cama para também dormir enquanto o vento soprava.

Quando se está preparado – espiritualmente, mentalmente e fisicamente – não se tem nada a temer.

Pastor Boanévio José ladeado por seu genro Kinssigue Alves, líder dos senhores, e o vice-líder, irmão Jefesson Soares, em um culto abençoado na Igreja Assembleia de Deus, Jardim Floresta II


MISSÕES

Pastor Joélcio Souza  com a senhora Yvette (gestora da escola), obedecendo ao “Ide de Jesus”

E disse-lhes: ‘Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”. (Marcos 16:15)

A convite do pastor guianense Marlus Rott, a Igreja da Fé, de Boa vista, tem realizado um projeto de evangelização para a juventude no país vizinho, na Comunidade de Quarrie.  Em missão na Guiana, cidade de Quarrie, o pastor Joélcio Souza visitou a Escola Nacional e diversas comunidades indígenas. A escola conta com 900 estudantes, dos quais. 220 vivem em alojamentos. Ele conheceu a diretora da escola, a senhora Yvette, e os dois conversaram sobre a inclusão de um período de evangelização na programação escolar.

Ação Social

Os jovens Jhonatan, Filipe Fablício, Lucas, João Vitor, Gabriel Lima e Breno da Banda Heli participarão da ação promovida pela Igreja Evangélica Deus é Fiel

A Igreja Evangélica Deus é Fiel realiza neste sábado, 22, uma ação solidária com um mutirão de serviços gratuitos à comunidade. O evento contará com vários atendimentos. Haverá ginecologista, dentista, oftalmologista, psicólogo, urologista, fisioterapeuta, manicure, pedicure, design de sobrancelhas, corte de cabelos e outros mais. O atendimento será das 8h às 13h. Às 18h, haverá um louvorzão com a presença do pastor Fabrício França ministrando a Palavra do Senhor, o cantor Gedson Gomes e as bandas “Aos pés da Cruz”, “Ministério de Louvor IPM” e “Heli”. O evento acontecerá na Rua Alice Cabral, 271, Pintolândia, Escola Estadual Maria Raimunda Mota de Andrade – Vovó Mundica. Mais informações (95) 99142-2824 / 95 98410-2815.

Helison Souza e Vanessa Ketlen agradecem a Deus pelos nove anos de casados 

Nira Santos
espacogospel@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Espaço Gospel
+ Ler mais artigos de Espaço Gospel