Por Nira Santos
Em 27/09/2019

Editorial

Atravessando o Mar da Angústia

“Tem misericórdia de mim, ó Senhor, porque estou angustiado. Consumidos estão de tristeza os meus olhos, a minha alma e o meu ventre. Porque a minha vida está gasta de tristeza, e os meus anos de suspiros; a minha força descai por causa da minha iniquidade, e os meus ossos se consomem”. (Salmos 31:9-10)

Inegavelmente, um dos maiores males do século é a depressão, que afeta pelo menos 350 milhões de pessoas ao redor do mundo. Nunca se falou tanto de uma doença que não distingue cor da pele, condições sociais e intelectuais, credo ou religião. E nunca tantas pessoas expuseram suas aflições a fim de que outras tantas soubessem de sua vulnerabilidade, de sua humanidade, e como uma tentativa de levar ajuda a quem passa por esse “mar de angústia”. 

“Meu Pai, se for possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas sim como tu queres”. (Mateus 26:39)

Causada por diversos fatores, ela te pega de surpresa e te leva a enfrentar fantasmas até então adormecidos, medos que despertam e passam a te imobilizar de uma forma inimaginável, levando passo a passo à autodestruição e até mesmo à morte. São cada vez mais frequentes os relatos de suicídios e de gente que tentou se matar por não ter conseguido lidar com algo até então considerado “frescura”. Onde está a salvação? Onde está a cura? Onde está a saída?

“O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido”. (Salmos 34:18)

Na contramão de muitos que pregam que a cura vem de dentro de si mesmo, é importante destacar que a ajuda de especialistas é fundamental para superar essa doença, que não tem hora certa para chegar, mas pode ter um fim, uma solução ao alcance de todos que buscam por ajuda. Não esclarecer os meios para se conseguir isso é prestar um desserviço a quem não consegue ver uma luz no fim do túnel.  Não seria mais fácil (ou menos difícil) se imaginássemos que tais profissionais são instrumentos de Deus prontos a nos socorrer e a nos livrar de um mal que afeta cada vez mais mentes, corações e espíritos? 

“Eles atravessarão em segurança o mar da angústia, porque Eu segurarei as ondas...” (Zacarias 10:11)

Aliado ao tratamento com especialistas, ter uma relação franca com Deus nos dará forças para que possamos lidar com as adversidades da vida e os “desgostos” causados pela depressão que, de maneira nenhuma, deve ser confundida com um “simples momento de tristeza”; a Palavra do Senhor nos fortalece, nos edifica, nos educa. Elevar os pensamentos ajuda a combater aquilo que nos paralisa. É importante manter a fé, mas não devemos ser irresponsáveis a ponto de abrir mão daquilo que está ao nosso alcance para aliviar nossos sofrimentos, aquilo que a medicina oferece. 

“Venham para um lugar seguro, vocês que são prisioneiros. Aqui há esperança! Eu prometo duas alegrias para cada tristeza que vocês passaram!” (Zacarias 9:12)


A missionária Marcela Nicácio, da Assembleia de Deus Peniel, recebeu uma linda surpresa do Círculo de Oração pela passagem de seu aniversario


ENTRE NÓS

O EVANGELHO

Sobre o evangelho, de maneira simplificada, é uma palavra de origem grega que significa "boas-novas". Sendo assim conhecidos como:  Sinopticos/Sinóticos: Sin-mesmo Nopticos/nóticos: olhar  “mesmo olhar”.

Todos eles com o mesmo propósito de revelar Jesus Cristo, mas cada um foi escrito observando pontos diferentes, ou seja, uma história contada por quatro pessoas, cada uma zelando levar a mensagem para cada público diferente. Sendo que Mateus escreveu para os judeus, Marcos escreve para um povo romano pagão recém-convertido, Lucas escreve para os gentios e João para uma igreja santa, um povo já maduro na fé.

Ainda que com todo o avanço nos meios de comunicação que temos hoje a favor da proclamação do evangelho, temos que atentar para uma realidade assustadora: estima-se que três bilhões de pessoas no mundo estão distantes da oportunidade de aprender sobre o Evangelho onde moram. “Dos sete bilhões e meio de pessoas do planeta Terra, cerca de 3,2 bilhões de pessoas, o que representa cerca de mais de 40% da população, não têm oportunidade de ouvir o Evangelho onde moram, em sua localização”, disse o diretor da organização Alliance for the Unreached (Aliança para os Não Alcançados), Wayne Pederson. Sei que temos a ferramenta primordial para conhecer ao Senhor. Através do evangelho aprendemos sobre Jesus, conhecemos a sua essência que aponta para o seu amor, sua obra missionária e o sacrifício na cruz por nós.

Como porta-vozes de Deus, não podemos deixar a oportunidade passar. Devemos obedecer à ordem: “E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”. (Marcos16:15). Se já temos a certeza, então vamos sair da zona de conforto e levar esperança aos sem rumo na vida, a certeza é um futuro para um povo que necessita de ouvir o evangelho. “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. (João 14:6).

Avante, povo de Deus escolhido para fazer a diferença. Vamos ser o que Deus escolheu para nós, que não seja preciso que se levante outra geração; a hora é agora, o evangelho é para mudar vidas. 
Pr. Joelcio Souza


O Círculo de Oração Jardim de Deus, da Assembleia de Deus Jardim Primavera I, unido em um só propósito


CONECTADOS COM JESUS

A tia Paulinha e sua equipe da igreja Assembleia de Deus Jardim Floresta I estão preparando com muito carinho um culto bem especial com as crianças para adorarem ao Senhor. O tema será “Conectado com Jesus. Mateus 18:8”. A igreja fica na Avenida Carlos Pereira de Melo, 724, Jardim Floresta.


Tia Paulinha se preparando com sua equipe para o culto voltado para a criançada


AS PLANTAS QUE COMEMOS

A Escola Municipal Branca de Neve convida a população para prestigiar os alunos dos 1°s anos “A” e “D” com a apresentação do projeto: “As plantas que comemos”. O evento é nesta sexta-feira (27), na Rua Carmelo, 1400, Pintolândia.


Irmão Nilson Pereira e sua esposa, Eldaci Cavalcante, e filhos Mateus Henrique e Juan Lucas em momento especial com a família em João Pessoa, Paraíba


DINAMICAS

Fé e Vida

Objetivo: Mostrar que a fé deve estar ligada com a realidade e participação da comunidade.

Material: 3 copos com água e 3 Sonrisal (efervescentes).

Como funciona

•    O Sonrisal é a nossa fé, o copo com água é a comunidade; 
•    No 1º copo, colocar o Sonrisal fechado no lado de fora do copo. Será que nossa fé não está igual ao Sonrisal, fechado e alheio à comunidade? Será que nossa fé não está alienada?
•    No 2º copo, colocar o Sonrisal fechado dentro do copo. O Sonrisal está na água, mas não se mistura. Nós estamos dentro da comunidade, mas será que não estamos fechados ao próximo que nos pede ajuda? Será que não vivemos uma fé individualista?
•    Abrir um Sonrisal e misturar com a água do 3º copo. O Sonrisal irá se misturar com a água e se transformará em remédio. Nossa fé dever ser transformadora, inserida na comunidade, deve estar ligada à ação.

“A FÉ SEM OBRAS É MORTA”


O príncipe Miguel Gentil, filho de Leonardo Gentil e Daniele Padilha, sendo apresentado a Deus 

Nira Santos
espacogospel@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Espaço Gospel
+ Ler mais artigos de Espaço Gospel