Por Folha Web
Em 12/03/2020

CPI DA SAÚDE

Rildo Lopes é o leitor que na reportagem ‘Ex-secretário nega pressão, mas diz que não teve liberdade’ emitiu a seguinte opinião “Sabe o que é engraçado? Em tese, o governador era alguém desconhecido, mas não é o que esse esquema está mostrando. Não é preciso ser muito inteligente para entender esse esquema. O mais triste é que isso não dará em nada. A verdade é que os representantes são escolhidos não pelo povo”.

CPI DA SAÚDE II

Ainda na mesma reportagem, o leitor João Carlos disse “Bom, acho engraçado um dos deputados citar a questão da empresa que era do governo da Suely Campos e esquecer que a empresa que fornece para o sistema prisional também teve aditivo até o final do ano de 2019. Vamos abrir uma CPI também? Por que uma empresa que foi investigada, invadida pela Federal e teve membros presos continua fornecendo marmitas?

ISOLADOS

Na reportagem ‘MPF-RR recomenda suspensão imediata de aproximação com indígenas’, o leitor que se identifica como Spallatino comentou “Tá na cara que o interesse é político. Deixem os índios em paz. Essas Ongs, vou te contar hein, gostam de promover certas bagunças sociais. É claro que é pra buscar voto”.

VENEZUELA

“Nossa, que coisa. Parece um teatro ou novela esta coisa. Não acaba nunca. O ideal seria uma varinha de condão para tirar canalhas do poder. Só saem, e se saírem, depois de ver o país na mingua e o povo todo destroçado”. Esse é o comentário do leitor que se identifica como Manuel, na reportagem ‘Forças de Segurança da Venezuela impedem marcha da oposição’.

NO BAR

“Alguma coisa precisa ser urgentemente feita pelas autoridades ou linchamentos de imigrantes vão começar a ocorrer aos borbotões. A entrada dos venezuelanos em território brasileiro, em razão do completo descontrole na fronteira, possibilitou a vinda de muitos marginais que vivem tocando terror na cidade. Já presenciei venezuelanos ameaçando agredir pessoas simplesmente porque estas se negaram a dar-lhes o que estavam querendo, o que se configura um absurdo inaceitável. E só se constata esse comportamento neles, venezuelanos. Não se vê guianenses, haitianos envolvidos em ocorrências de violência, crimes, visitando páginas policiais ou desrespeitando os cidadãos locais. Se ocorrer o que imagino, a responsabilidade será toda das autoridades que não coibiram esse desrespeito de estrangeiros em nosso território”. Disse Santos, na matéria ‘Empresário tem olhos furados após expulsar venezuelanos de bar’.

Folha Web
fale@folhabv.com.br
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Espaço do Leitor
+ Ler mais artigos de Espaço do Leitor