Por Folha Web
Em 05/09/2019

CPI DA SAÚDE

Na matéria ‘Deputada chama CPI da Saúde de farsa’, publicada na edição da Folha dessa quarta-feira (4), o leitor que se identificou por Pedro fez o seguinte comentário: “Vou usar aqui um trecho da fala do queridíssimo Dr. Ailton Rodrigues Wanderley, ex-secretário de Saúde que pediu demissão em abril desse ano: “Enquanto for permitido empresas de deputados estaduais, federais e senadores vendendo serviços dentro da SESAU; uma cooperativa distribuindo plantões a quem não trabalha; famílias com poder político vendendo serviços para a SESAU; médicos concursados vendendo serviços para a Secretaria; enquanto for permitido judicializar procedimentos para beneficiar um grupo de pessoas, sempre haverá corrupção”, desabafou. Então senhores leitores tirem as suas conclusões e reflitam no que vai dar essa CPI”.

AMAZÔNIA

Na matéria “Padres em RR reagem a críticas de Bolsonaro ao Sínodo da Amazônia”, publicada na Folha, o leitor Santos disse: “É natural que os religiosos das igrejas católicas estejam em polvorosa, afinal de contas é tudo que o presidente Bolsonaro acusou como errado e prometeu corrigir, quando em campanha. Temos visto as tramoias, falcatruas, maracutaias, etc. No tocante à Amazônia e às ONGs que pululam pela região, muitas delas têm ligações com a igreja Católica, pois todos sabemos da voracidade desse segmento por dinheiro. É tamanha a veracidade dessa assertiva que, depois do trono de Sua Santidade, o lugar mais cobiçado é o de Presidente do Banco do Vaticano, alvo de constantes denúncias e escândalos de desvios de toda natureza. E não estamos falando de migalhas, mas de uma das maiores reservas monetárias do mundo. Assim, reverendíssimos senhores, acalmem-se, vamos deixar de mimimi ou terão que, muito em breve, fazer o mea culpa, pois contra fatos não há argumento que se sustente”.

JORNALEIRO

"As autoridades estão esperando o que para tirar esse povo das ruas? O direito do cidadão de ir e vir já está comprometido há muito tempo. Então que seja instaurado o toque de recolher. Quem tiver que trabalhar na madrugada, com certeza tem como comprovar. Agora quero ver vagabundo provar. Se algo não for feito, logo haverá uma tragédia. Aí o brasileiro fecha a porta, como diz o velho ditado”. Esse foi o comentário deixado pela internauta identificada como Ciella Yearwood, na matéria ‘Jornaleiro é obrigado a ficar nu em assalto e perde quase R$ 2 mil’, publicada na última terça-feira, aqui no jornal Folha de Boa Vista.

JORNALEIRO II

Ainda na reportagem ‘Jornaleiro é obrigado a ficar nu em assalto e perde quase R$2 mil’, a leitora de apelido Josy comentou: ‘Insustentável essa situação! É lastimável que ainda estejam melhorando as leis para facilitar a entrada de mais pessoas no Brasil! Como se aqui já não houvesse tantas pessoas com problemas que uma reles assinatura resolvesse: os TFDs, por exemplo! Não há como! Mas passagens para imigrantes ir de um lado para o outro do país tem!"

Folha Web
fale@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Espaço do Leitor
+ Ler mais artigos de Espaço do Leitor