Por Folha Web
Em 10/09/2019

CDN

Na matéria ‘Entrevista à Radio Folha - Denarium fala sobre asfaltamento de vicinal, mosca da carambola e crescimento do agronegócio em Roraima’, publicada no jornal Folha de Boa Vista dessa segunda-feira (9), o leitor Adnil Barros Cavalcante comentou: “E por falar em regularização fundiária rural, governador, como anda o Assentimento Prévio do Conselho de Defesa Nacional (CDN)? Como se sabe, sem essa anuência do CDN, o Iteraima não pode emitir títulos de propriedade e, consequentemente, os produtores rurais não podem acessar créditos de investimento nos bancos. Assim, fica inviável alavancar a economia do setor primário do Estado, haja vista que a maioria dos produtores, principalmente mini e pequenos, não têm os títulos da terra que servirão para garantir os financiamentos bancários. Nós, produtores rurais, acreditamos que agora com o governo federal e estadual, sendo do mesmo partido político, o tão esperado Assentimento Prévio sai, afinal são mais de 10 anos de espera para que as glebas rurais da União fossem transferidas ao Estado”.

LIXÃO

O leitor identificado como Fábio Almeida fez o seguinte comentário na matéria de ontem, na Folha, cujo título é: ‘Lixão a céu aberto em vicinal é alvo de denúncia de moradores’: “Bom dia! O prefeito de Rorainópolis deveria ser responsabilizado, pois não cumpre o Plano Municipal de Resíduos Sólidos”.

ASSALTO

“Quem entra para o crime só tem dois destinos: ou cadeia ou morte. Saia disso enquanto há tempo. Deus te dá a oportunidade de mudar, caso contrário ele cruza os braços para você, aí acontece o que aconteceu com esse adolescente”, disse o leitor identificado como Jesus está voltado, na reportagem ‘No São Bento - PM reage a assalto, atira e atinge suspeito de 16 anos”, que está na capa do jornal Folha de Boa Vista dessa segunda-feira (9).

VIGILÂNCIA

Na reportagem publicada nesse segunda-feira (9), na Folha Web, com o título ‘Moradores pagam por vigilância privada nas ruas’ rendeu bons comentários. O primeiro do internauta que se identifica como José. Ele disse: “O Estado falha gravemente em nos dar segurança, que já pagamos. Aí temos que pagar novamente pelo serviço, que é falho”. Já o leitor que se apresenta como Fabiano comentou: “Há ainda quem pague pra esses clandestinos passarem a noite perturbando quem está em seu momento de descanso! Dinheiro jogado fora, não tem resolutividade nenhuma, apenas paga-se para ter alguém que você não conhece monitorando a rotina de sua família. Muito cuidado”.

Folha Web
fale@folhabv.com.br
Cadastrar-me Enviar Comentário
SANTOS disse: Em 10/09/2019 às 09:50:19

"VIGILÂNCIA - No meu Bairro também existem as tais motinhas. De certa forma, como alguém já disse, alguns delitos são coibidos como pequenos furtos, arrombamentos, etc. Meu temor que essa prática dê margem ao estabelecimento de milícias, como já existe em muitas outras Capitais Brasil afora. Aí, a Inez será morta!!!"

Últimas de
Espaço do Leitor
+ Ler mais artigos de Espaço do Leitor