Por Nira Santos
Em 16/08/2019

Editorial

Ouvimos por toda a vida que é preciso dar valor às coisas, aproveitar ao máximo cada dia, viver o momento como se não houvesse amanhã e nos entregarmos àquilo que nos dá prazer, muitas vezes, sem comedimento. Muitos pregam ainda que o arrependimento só deve existir por aquilo que deixamos de fazer, mas nunca pelo que fazemos, “pois, a vida não volta”. Como diria um cantor das antigas, “é melhor viver dez anos a mil do que mil anos a dez”. Mas será que, ao adotarmos esse comportamento imediatista, estamos agradando a Deus? Será que é isso que Ele espera de nós? É esse o “valor” que nossa vida merece? Aliás, podemos chamar isso de “valorizar a vida”? 

Por mais que tentemos subterfúgios em busca da tão sonhada felicidade, fica cada vez mais claro que a alegria duradoura só é encontrada quando nos aproximamos de Deus. É essa aproximação que evita, inexoravelmente, que caiamos no vazio de uma vida sem propósito a longo prazo. E o propósito a longo prazo, sob a perspectiva do cristão e muito mais daquilo que o Senhor quer para os seus filhos, é a salvação, que vem por meio do arrependimento e de uma vida transformada, deixando de lado o imediatismo e hedonismo proporcionados pelo “mundo”. Portanto, é preciso dar ouvidos àquilo que está baseado nos fundamentos cristãos, e não aos conselhos daqueles que nos tentam fazer crer que a felicidade está logo ali na esquina e deve ser “consumida” o quanto antes (e sem arrependimento) como uma lata de Coca-Cola. 

“Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois, será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará”. (Salmo 1:1-3).

Não é fácil mudar para se adaptar àquilo que Deus quer de nós. Os percalços são muitos e, como já dito aqui neste espaço, parecem se tornar maiores a partir do momento que assumimos uma vida cristã e nos responsabilizamos por carregar nossa própria cruz, sem ardis para encontrar a felicidade, que está muito além do que a gente pode sonhar. Para tanto, é preciso ter fé, coragem e decidir que os momentos proporcionados pelos prazeres da carne nem de longe duelam com os espirituais. Os primeiros sempre acabam nos levando a uma espécie de vazio existencial; mas, se tivermos determinação e abrirmos nosso coração para o Senhor, com certeza seremos preenchidos por sua graça.

Não nos esqueçamos nunca que a ajuda vem do alto. “Levanto os meus olhos para os montes e pergunto: de onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra. Ele não permitirá que você tropece; o seu protetor se manterá alerta, sim, o protetor de Israel não dormirá, Ele está sempre alerta”. (Salmo 121:1-4). Deus é o nosso melhor conselheiro. É Ele quem está a nos indicar o caminho a ser seguido, está a nos dizer a verdade, e quem realmente quer a nossa felicidade. Portanto, é preciso que dobremos nossos joelhos e peçamos o socorro que vem das alturas.

Que Deus nos abençoe, nos guie e desembarace os nossos caminhos! Amém!


Pastor Júlio Leal e pastora Valéria Leal, dos EUA, já estão em solo roraimense para o grande evento da Igreja da Fé 


A Parábola do Lápis

Certo dia, um fabricante de lápis conversava com os seus lápis, dizendo a cada um deles as seguintes palavras:

 – Existem cinco coisas que você precisa saber antes de eu enviá-lo para o mundo. Sempre se lembre delas, e você se tornará o melhor lápis do universo.

Primeira: você poderá fazer grandes coisas, mas só se você se permitir estar seguro na mão de alguém.

Segunda: você experimentará um doloroso processo de ser afiado de vez em quando, mas isso é exigido se você quiser se tornar melhor do que já é.

Terceira: você tem a habilidade de corrigir qualquer mal-entendido que puder ocasionar.

Quarta: a parte mais importante que existe em você está do lado de dentro.

Quinta: não importa a condição, você deve continuar escrevendo. Você deve sempre deixar uma marca clara e legível – não importa o quão difícil seja a situação.

Todos os lápis entenderam, prometendo lembrar sempre as palavras do seu criador, e entraram na caixa, compreendendo o propósito do seu fabricante.

Somos também como um lápis. Fomos criados com um propósito pelo nosso Criador.

E então, será que compreendemos tudo isso a cada dia?

“… todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8:28)


Pastor Marcos Feliciano, um dos pregadores oficiais do congresso promovido pela Igreja da Fé


CONFRATERNIZAÇÃO

Começa hoje o tão esperado evento que promete abalar as terras de Roraima: o 1º Congresso internacional de Missões “Boa Vista da Fé” que contará com a presença de pastores renomados, como Marco Feliciano, de São Paulo; Júlio Leal e Valéria Leal, dos Estados Unidos, ambos presidentes mundiais da Igreja da Fé; Maicon Balbino, do Rio de Janeiro; Roberto Marinho, de São Paulo; e Jairinho, de Pernambuco. O evento espera um público de oito a dez mil pessoas por noite. Também terá atrações locais como Lia e Rebeca, Cinthia e Douglas, Felipe Exaltação, Fabrício França, Banda Judá , Banda Céus Abertos e Priscila e banda.


Ricardo Vasconcellos está casado há mais de 25 anos com a sua companheira Mairla, com quem tem quatro filhos: Maísa, Bianca, Ricardo Filho e Josué


ÓIA QUE TREM BÃO, SÔ!

Hoje (16) e amanhã (17), à partir das 18:h30, acontece o “Arraiá da Videira”. Vai ter comidas típicas, quadrilhas, brincadeiras e muito mais atrações para toda a família. A entrada é gratuita. A Igreja Videira fica na Rua Francisco Custódio de Andrade, 281, bairro Asa Branca. Informações: (95) 98113-8339.


SEMINÁRIO DE FAMÍLIA

A Igreja Quadrangular do Cinturão Verde promove na próxima quinta-feira (22) um seminário direcionado aos casais e família. O evento começa às 19h e terá como palestrante o pastor e escritor Ricardo Vasconcellos, de Brasília/DF, da Igreja Batista Ministério da Graça. Com o ensino prático e descontraído da Palavra de Deus, ele leva os ensinamentos cristãos aos casais e famílias. A igreja fica na Rua São Jorge, 580, Cinturão Verde. Informações: (95) 99159-8472.


O pastor Moiséis Viana, da Igreja Deus é Fiel Ministério em Família, exibe o canudo com muito orgulho em sua formatura de bacharel em Direito, e agradece a Deus por mais essa conquista em sua vida


DINÂMICA

EM BUSCA DO OLHAR

OBJETIVOS: Trabalhar o aprofundamento da integração do grupo. Incentivar o toque e exercitar a comunicação não verbal.

MATERIAL: Não é necessário.

PROCESSO: O facilitador solicita ao grupo que todos fiquem de pé em círculo a uma distância razoável. Em seguida, pede-se que as pessoas se concentrem e busquem olhar para todos no círculo.

O facilitador poderá escolher uma música sentimental, leve, que favoreça o encontro não verbal, até sintonizar numa pessoa cujo olhar lhe foi significativo.

Ao encontro desses olhares, as pessoas se deslocam lentamente umas para as outras, indo se encontrar no centro do grupo. Abraçam-se, tocam-se e cada uma irá se colocar no lugar da outra.

O exercício prossegue, até que todos tenham se deslocado em busca de alguém, podendo ainda, cada pessoa fazer seus encontros com quantas sinta vontade.

Normalmente, essa experiência é de uma riqueza extraordinária. Barreiras são quebradas, pedidos de perdão são feitos, tudo isso sem que se diga uma palavra. Cabe ao facilitador ter sensibilidade para a condução de troca de experiências não verbais. Essa dinâmica também é excelente para encerramentos de atividades grupais em que pessoas passaram algum tempo juntas.


A jovem Jocélia Lima, feliz por sua formação em bacharelado em Administração 

Nira Santos
espacogospel@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Espaço Gospel
+ Ler mais artigos de Espaço Gospel