Por José Maria Neto
Em 28/12/2018

Bom dia concurseiros,

O ano está acabando e nos presenteia com grandes expectativas para o ano de 2019. Simmmmmmm, embora a onda negativa seja muito grande e os números menores, o orçamento de 2019 nos mostra que no próximo ano os concursos continuarão firmes e fortes guiando nossos estudos e alimentando nossos sonhos.

Existe uma previsão de 40 mil vagas para 2019 no orçamento federal, sem contar as contratações que serão realizadas no âmbito estadual e federal.

É óbvio que essa transição de governo causará impacto direto nos concursos, pois é necessário que os governantes assumam e se inteirem dos problemas para autorizarem novas contratações, no entanto, só para se ter uma ideia, o Poder Judiciário da União prevê certames para os seguintes Órgãos:

STF – 38 provimentos
STJ – 50 provimentos
Justiça Federal – 300 provimentos
Justiça Militar – 30 provimentos
Justiça Eleitoral – 860 provimentos
Justiça do Trabalho – 632 provimentos

Para o Executivo Federal, a imprensa especializada* fez um levantamento detalhado e confirmou as seguintes previsões:

Ministério do Trabalho – protocolados dois pedidos de concurso; um para Ciência e Tecnologia e outro para a Fundacentro

MTE – solicitou também pedido de concurso para o cargo de Agente Administrativo

Ministério da Saúde – tudo indica que pedido de concurso seja para a Agência Nacional de Saúde

Ministério da Defesa – as vagas devem ser para o administrativo do Ministério. A Defesa também pediu concurso para cargos da Tecnologia Militar.

Ministério da Cultura – o pedido foi protocolado no MPOG dia 23 de maio

MDIC – as vagas serão para a Superintendência da Zona Franca de Manaus, Suframa.

MMA – as vagas solicitadas serão para o Jardim Botânico do Rio de Janeiro e para o próprio MMA, para o cargo de Analista Ambiental e Agente Administrativo

MEC – órgão volta a protocolar pedido de concurso como aconteceu no ano passado

MI – pedido de concurso é para o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS

MJ – o Ministério da Justiça protocolou pedido de concurso no Ministério do Planejamento. Não há detalhes.

MAPA – o Ministério da Agricultura voltou a protocolar pedido de concurso. A solicitação foi protocolada no dia 8 de janeiro. – CURSO MAPA

ITAMARATY – pedido foi protocolado em fevereiro de 2018. As vagas previstas são para o cargo de Diplomata.

MDH – não há detalhes sobre esta solicitação.

MTPA – as vagas, conforme o pedido, serão ofertadas para a Agência Nacional de Transportes Aquaviários, a ANTAQ

MinTUR – o pedido tramita no Planejamento e chegou à Divisão de Concursos Públicos no início do mês de junho.

MDS – pedido é para o provimento de cargos de Analista Técnico de Políticas Sociais.

Ibama – processo foi encaminhado para Divisão de Concursos Públicos do Ministério do Planejamento e segue em avaliação. – CURSO IBAMA

Aneel – pedido feito no ano passado foi para o provimento de 139 vagas para os cargos de Analista e Técnico Administrativo.

INPI – ano passado a pasta teria protocolado pedido para 360 vagas, sendo 120 para cargos com exigência de ensino médio e 240 para quem possui formação de nível superior, que devem ser abertas para pesquisadores, tecnologistas, técnicos e analistas.

DNIT – o pedido feito pelo DNIT no ano passado solicitava 1.098 oportunidades para técnico e analista. O Departamento voltou a protocolar este ano pedido de concurso – CURSO DNIT

CADE – o Conselho Administrativo de Defesa Econômica também solicitou concurso. Não há mais detalhes sobre o pedido

CNPq – o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico solicitou pedido de concurso para a recomposição

InMetro – documento já tramita no Planejamento

Ancine – não foram identificados outros detalhes sobre a solicitação

Funarte – a Fundação Nacional de Artes protocolou no MPOG pedido de concurso para o órgão para realizar concurso em 2019. Em contato com o Estratégia, eles informaram que serão 138 vagas

Fundação Rui Barbosa – órgão federal que solicitou autorização de concurso e o documento já tramita no MPOG

CNEN – a Comissão Nacional de Energia Nuclear foi outro órgão que solicitou ao MPOG a realização de um concurso público para provimento de vagas

ANA – ano passado, a mesma agência teria solicitado concurso para 88 vagas. Não há mais detalhes sobre o atual pedido que foi protocolado em fevereiro deste ano – CURSO ANA

IBRAM – o Ibram já havia solicitado no ano passado. No último certame, foram ofertadas 294 vagas para os cargos de Assistente, Técnico e Analista

MCTIC  – o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações – MCTIC, protocolou pedido para convocar de forma adicional 50% de vagas aprovadas para concurso público do INPE

*Fonte: Estratégia

Nesse momento de transição e notícias negativas, lembro que no ano de 2017, no auge da crise econômica, os veículos de comunicação divulgavam exatamente a mesma coisa: os concursos vão parar!! E, sabe o que aconteceu?! Exatamente o que vimos ao longo de todo o ano de 2018 – um concurso sendo lançado atrás do outro.

O ano está acabando. Chegou a hora de esquecer o passado, reorganizar nossas vidas, estabelecer novas METAS e correr atrás dos nossos sonhos. Esse é o melhor momento. Não perca mais um ano se lamentando de todas as ótimas oportunidades perdidas. Vamos?!

Aproveito a oportunidade para desejar um feliz ano novo a todos os estudantes do nosso Estado e que 2019 venha repleto de aprovações em concursos.

Boas festas!!

FIQUE LIGADO

► INSS

A imprensa especializada divulgou esta semana que o pedido do concurso INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) com 7.888 vagas apresentou algumas movimentações no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) neste mês de dezembro. No final, assim como outras solicitações, ele foi arquivado, porém é grande a expectativa de que seja avaliado e saia do papel em 2019.

► CONCURSO RORAINOPOLIS

É grande a expectativa do lançamento do edital do concurso de Rorainópolis que deve(deveria) ser lançado ainda neste mês de Dezembro/2018. O concurso será destinado a preencher vagas de professores na rede municipal de ensino e sua realização decorre de um TAC firmando entre o município e o Ministério Público Estadual.

► AERONÁUTICA

Foi divulgado o edital de um novo concurso da Aeronáutica. Desta vez para preencher 183 vagas no Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento da Aeronáutica (EAGS), para ingresso em janeiro de 2020. Os interessados em participar devem possuir idade entre 17 e 25 anos e formação de nível médio/técnico em uma das seguintes áreas: eletrônica (30 vagas), enfermagem (45), administração (40), eletricidade (14), informática (20), pavimentação (8), obras (8), topografia (8), laboratório (5) ou radiologia (5). Vale ressaltar que as oportunidades são destinadas a candidatos de ambos os sexos.

► NOVOS PREPARATÓRIOS

Em razão da vigência do edital do concurso da Polícia Civil, o META CURSOS não irá paralisar suas atividades durante o recesso. Isso mesmo!! Nós formamos turmas matutinas, vespertinas e noturnas para este e outros concursos e estamos a todo vapor preparando nossos alunos (tanto para nível médio como para superior). Corra que ainda restam vagas.

MOTIVAÇÃO

TESTE SEUS CONHECIMENTOS

(FCC - 2014 - SEFAZ-PE - Auditor Fiscal) Sobre o regime constitucional dos servidores públicos civis, é correto afirmar:

a) O servidor público que tiver seu cargo extinto será reconduzido, se estável, ao cargo de origem ou será colocado em disponibilidade, até seu adequado aproveitamento em outro cargo.

b) O servidor inativo que tenha reingressado no serviço público, por concurso, até 16 de dezembro de 1998, pode perceber, simultaneamente, os proventos de aposentadoria e a remuneração do novo cargo, independentemente de serem tais cargos - anterior e atual - acumuláveis na atividade.

c) O servidor público estadual investido no mandato de prefeito municipal deve se afastar de suas funções, bem como deve passar a perceber o subsídio do mandato eletivo.

d) Aos servidores públicos são aplicáveis, entre outras garantias asseguradas aos trabalhadores urbanos e rurais na Constituição, a proteção do mercado de trabalho da mulher; a redução dos riscos inerentes ao trabalho, por meio de normas de saúde, higiene e segurança; e o adicional de remuneração para as atividades penosas, insalubres ou perigosas.

e) O servidor público afastado para o exercício de cargo eletivo terá seu tempo de mandato contado para todos os efeitos legais.

RESPOSTA: B

MAPA MENTAL

8.112/90 – Requisitos para investidura no cargo público 

José Maria Neto
jornalista@teste.com.br
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Folha Cursos & Concursos
+ Ler mais artigos de Folha Cursos & Concursos