Por Bennison de Santana
Em 17/02/2020

Por Ribamar Rocha
WhatsApp 98113 6002 


Olá! Bom dia, boa tarde e boa noite!!!


Muitas coisas boas e positivas marcaram o reencontro da torcida com o novo estádio Flamarion Vasconcelos. Entre tantas, destaco o encontro com velhos amigos desportistas e outros da crônica esportiva roraimense que há anos não os via. Lá estavam muito bem sentados e numa conversa bastante animada os amigos Eduardo Castilho, Evandro Moreira, Jorge Aragão, professor Raimundo Soares, entre tantos outros. Nas cabines pude reencontrar os amigos Waldemar Caldas, Augusto Perácio, Waldenir Benttes, Bernardo Silva, Chico Lopes e Dori. 

Claro que muitos outros estavam por lá naquela pequena grande multidão que lotou o estádio Canarinho e que se transformou numa agradável noite de 13 de fevereiro. Só faltou mesmo a classificação do Mundão. Mas caiu de pé, como se fala na gíria esportiva. Jogou muito e só não garantiu a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, por detalhes, meros detalhes. 

Preocupados, apenas torcedores, atletas e dirigentes do Atlético Roraima, Baré, GAS e Rio Negro, clubes que terão o Mundão como adversários na disputa do título do Campeonato Estadual deste ano. Que, por sinal, apesar de ser disputado este ano por apenas cinco clubes, tem tudo para ser o mais prestigiado dos últimos anos. 

CIRCO

Ainda sobre o memorável jogo entre São Raimundo x Cruzeiro, uma imagem circulou nas redes sociais e virou meme. Depois que o meia Edu cometeu falta em Stanley, os jogadores do Cruzeiro tentaram armar um circo e cercaram o árbitro. Como já tinha cartão amarelo, os companheiros tentaram salvar Edu. Enquanto Edu se levantava, o zagueiro Cacá se deitava em seu lugar. Mas o árbitro estava atento, observou o lance, e lançou o segundo cartão amarelo e logo depois o vermelho. 

AGRADECIMENTO

Por sinal, o presidente do São Raimundo, Sérgio Carvalho, emitiu nota de agradecimento por tudo que culminou na noite de 13 de fevereiro. “Agradecemos ao Governo de Roraima, na pessoa do governador Antonio Denarium, pelo empenho, que possibilitou a realização da partida entre São Raimundo x Cruzeiro, válido pela Copa do Brasil 2020, no Estádio Flamarion Vasconcelos “Canarinho”, após dez anos em reforma.

AGRADECIMENTO I

A nota cita o senador Chico Rodrigues. A Seinf, tanto ao secretário Edilson Lima, como servidores e operários envolvidos. A Secretária da Educação e de Comunicação, pelo apoio na fase de planejamento. Ao Barretinho do Instituto de Desportos. À imprensa local que acompanhou a caminhada do São Raimundo até esse memorável dia para o esporte local. Aos atletas, pela doação dentro e fora de campo. A comissão técnica, que tanto se empenhou. 

AGRADECIMENTO II

Aos patrocinadores Jorginho, Safira Joias, Eucatur e Coophorta, por caminharem conosco em busca da realização de um sonho, que está cada vez mais próximo, não apenas para o São Raimundo, mas para o futebol roraimense. E por fim ao torcedor roraimense, nosso décimo segundo jogador, que jogou e continua jogando conosco, não apenas durante 90 (noventa) minutos, mas durante os 365 dias de intenso trabalho realizado pelo São Raimundo. E encerra dizendo: “O sonho continua, agora em busca do Pentacampeonato Roraimense de Futebol, com Deus no comando e abençoando o fruto de nosso trabalho”.

TÍTULO 

E os torcedores do Flamengo estão em êxtase. O Clube da Gávea começou o ano conquistando o título da Super Copa do Brasil ao vencer o Atlético Paranaense por 3 a 0 em jogo realizado na manhã deste domingo no Estádio Mané Garrincha, em Brasília-DF. Em nome dos amigos flamenguistas coronel Waney Vieira, Bira Magalhães, Gelbson Braga e Alexandre Cordeiro e o titular desta Coluna, Bennisson de Santana, parabenizamos a todos os flamenguistas.   


O leitor pode interagir e ajudar a fazer a Coluna enviando mensagens para o WhatsApp 98113 6002

Bennison de Santana
bennison.bruoni@gmail.com
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Giro Esporte
+ Ler mais artigos de Giro Esporte