Por Denise Rohnelt Araujo
Em 27/07/2019

ENTRADA

Na próxima semana acontece a segunda edição do Porco Mundi Brasil no restaurante Casa do Porco Bar, do chef Jefferson Rueda. O restaurante recebeu a 39ª colocação na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, sendo o único brasileiro na lista entre os cinqüenta.

E eu, novamente, estarei presente no evento. Vou colocar nas redes sociais as novidades para vocês, não deixem de acompanhar @letrassaborosas. 

A receita de hoje é do site Fartura- Comidas do Brasil, para lembrar que nos dias 3 e 4 de agosto estarei no Festival Fartura São Paulo, representando Roraima e vou levar muitos ingredientes daqui do estado. Ano passado estive no Espaço do Conhecimento falando sobre a minha pesquisa dos diversos tipos de tucupis encontrados. Este ano estarei na Cozinha ao Vivo no dia 3 de agosto às 15hs. Espero vocês!

E como temos muitos maranhenses vivendo na nossa capital do extremo norte, escolhi a receita do chef maranhense Rafael Bruno,  do restaurante Ponto X que fica na cidade de Pedreiras no Maranhão.

Até o próximo sábado!

PRATO DO DIA

ARROZ DE CUXÁ COM PESCADA AMARELA NO AZEITE DE BABAÇU 
Chef Rafael Bruno 

INGREDIENTES:

400 gramas de arroz branco pré-cozido
200 gramas de camarão seco
08 camarões VG com as cabeças
40 folhas de vinagreira sem os talos
120 gramas e gergelim branco torrado
01 xícara de chá de cebola picada
01 ½ xícara de chá de tomate picado sem sementes
02 pimentas de cheiro picadas
02 xícaras de chá de cheiro-verde picado
02 dentes de alho amassados
½ xícara de chá de azeite oliva
04 postas de pescada amarela
01 xícara de chá de suco de limão
400 gramas de fubá de milho
01 litro de óleo de coco de babaçu
200 ml de caldo de camarão
Sal a gosto

MODO DE FAZER:

Corte as folhas de vinagreira e reserve. Refogue a cebola e o alho em metade do azeite. Em seguida, acrescente o tomate e a pimenta de cheiro. Lave, descasque e escorra bem os camarões secos e acrescente-os ao refogado. Mexa um pouco. Adicione o arroz e as folhas de vinagreira e mexa bem. Adicione o caldo de camarão. Quando o arroz estiver macio, triture ligeiramente as sementes de gergelim acrescentando-as à mistura. Desligue o fogo e tampe a panela. No momento em que for servir, acrescente o cheiro-verde.

Tempere as postas de pescada com sal e limão e deixe marinar em uma tigela por dez minutos. Empane as postas de pescado no fubá e frite-as no óleo de coco de babaçu até que fiquem douradas. Reserve.

Limpe os camarões e retire as cabeças. Tempere com sal a gosto e frite-os no óleo de babaçu. Reserve. Sirva da seguinte maneira: coloque uma folha de vinagreira inteira no fundo do prato e, sobre ela, o arroz, com dois camarões por cima. Ao lado, coloque a posta de pescada frita.

DICAS DO CHEF: Caso não encontre o óleo de coco de babaçu, substitua por óleo de coco. Para fazer o caldo de camarão, pegue as cabeças do camarão VG e refogue-as com cebola, cenoura e alho-porró. Acrescente água, deixe ferver por cerca de 20 minutos e coe.


“FESTIVAL FARTURA – COMIDAS DO BRASIL” TEM SUA QUARTA EDIÇÃO EM SÃO PAULO, DIAS 3 E 4 DE AGOSTO, NO JOCKEY CLUB

O projeto Fartura – Comidas do Brasil percorre todo o território nacional, acumulando mais de 77 mil km rodados, para mapear a gastronomia brasileira da origem ao prato. Este conhecimento é levado ao público em forma de conteúdo – livros, filmes e plataformas digitais  e com os Festivais Fartura, que acontecem em todas as regiões do país, além de Portugal, sob a curadoria da jornalista Luiza Fecarotta. Nos dias 3 e 4 de agosto, o evento chega pela quarta vez à capital paulista com o Festival Fartura São Paulo, no Jockey Club.

O Fartura São Paulo é o único evento que reune atrações gastronômicas de todos os estados brasileiros em um só local, a representante de Roraima será Denise Rohnelt, que vai preparar um arroz de costela de porco defumado com tucupi negro, pimenta de cheiro e coentro, no espaço Cozinha ao Vivo no dia 3 de agosto às 15 hs. 

O evento deste ano traz mais de 75 participações, com renomados chefs e cozinheiros, estudiosos da gastronomia e produtores do Brasil inteiro. Shows musicais e performances também fazem parte da programação artística.

Será possível explorar toda a cadeia produtiva da gastronomia, a começar pelos ingredientes, disponíveis à venda no espaço Produtos e Produtores. Entre os participantes estão: Fernando Oliveira com queijos da Queijaria (SP), Sérgio Arins com a Bottarga (SC), Tatiana Peebles com embutidos, café e mel Yaguara (PE), Gustavo Câmara (RN), Rafael Carneiro (PI), Tatiana Sinimbu com produtos elaborados com jambu (PA), Rosane Radecki com embutidos da Porcadeiros (PR), Ana Mantegari  doces artesanais (SP), Marco Lessa (BA).

Para quem quer experimentar os pratos, petiscos e sobremesas de grandes nomes da gastronomia, o Espaço Chefs e Restaurantes fica disponível o tempo todo, onde vão estar: Rodolfo Mayer (MG), Marcelo Correa Bastos (SP), Checho Gonzales (SP), Matheus Zanchini (SP), Renata Cruz (SP), Greg Caisley (SP), Fernando Oliveira (SP), Paulo Yoller (SP), João Diamante (RJ), Gabriela Carvalho (PR), Diogo Sabião (RO), Yuri Machado (PE), Vitor Generoso (AL), Leo Hamu (DF), Henrique Gilberto (MG), Sandro Gouveia (CE), Leonardo Macedo e Tito Barcellos (SP), Lucas Corazza (SP) e Tiago Silva (PA).

Quem quer aprender as características dos alimentos e histórias de sucesso, pode visitar Espaço Conhecimento, que contará com aulas de Helena Rizzo (SP), François Ozanne (SE), Hiroya Takano (AM), Gabriela Carvalho (PR), Ian Baiocchi (GO), Daniel Castelli (RS), Angelina Kopp Schmidt e Adriele Schmidt (ES).

Já os que preferem aprender fazendo, no Espaço Interativo podem ter aulas práticas, colocando a mão na massa com os chefs Ana Luiza Trajano (SP), Neli Pereira (SP), Deocleciano Brito (AC) e Ruth de Almeida (TO).

As Cozinhas ao Vivo são um show à parte, quando os chefs cozinham ensinando as receitas na hora e, ao fim, todos podem comer. Entre os confirmados estão: Lisiane Arouca (BA), Ana Lula (MA), Daniel Barbosa (MS), João Barreto (PB), Marcelo Cotrim (MT) e Antônio Costaguta (RS).

Os Festivais Fartura ainda vão acontecer em Tiradentes (agosto); Belo Horizonte (setembro); Porto Alegre (outubro), Fortaleza (novembro) e a terceira edição internacional, em Lisboa (novembro).

Os ingressos para o Fartura SP custam: R$ 35 (inteira) e R$ 17 (meia entrada) com venda pelo site: https://www.farturabrasil.com.br/blog-festivais/fartura-sao-paulo/


REGULAMENTADO O SELO ARTE BENEFICIANDO O PRODUTO ARTESANAL BRASILEIRO

Foi regulamentada pelo governo no dia 18 de julho, a Lei do Selo Arte, que permite a venda interestadual de produtos alimentícios artesanais, como queijos, mel, pescados e embutidos.

O produto artesanal é produzido majoritariamente pelas mãos do produtor; utiliza receitas tradicionais; e cada produto é único, pois não é produzido em escala industrial.

Antes dessa conquista, os produtos artesanais só poderiam ser comercializados para outros estados com apresentação do selo SIF (Serviço de Inspeção Federal), que poderia levar cerca de 2 anos para ser emitido pelo Ministério da Agricultura. Com esse novo marco regulatório, esses produtores podem obter um selo junto aos órgãos de saúde pública do próprio estado, que garante a comercialização em todo o país, simplificando a circulação de mercadorias e ampliando o mercado para esses empreendedores.

A medida deve beneficiar pelo menos 170 mil produtores de queijo artesanal. Além de preservar e apoiar a disseminação desse saber centenário, vai estimular o crescimento das pequenas agroindústrias artesanais em todo o país. As vantagens do Selo ARTE para o consumidor: garantia de procedência e qualidade; consumir um produto único e especialmente produzido para ele; produto certificado; e segurança alimentar.

                                                                       

Denise Rohnelt Araujo
jornalista@teste.com.br
http://meusite.com.br
Aqui ficará as informações sobre o colunista e a coluna.
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Letras Saborosas
+ Ler mais artigos de Letras Saborosas