Por Denise Rohnelt Araujo
Em 29/08/2020

Olá queridos leitores!

PRATO DO DIA
Caldo Verde

Chef Melchior Neto

INGREDIENTES:
01 maço de couve manteiga em fatias finas
02 cebolas roxas picadas

02 dentes de alho picados
02 linguiças defumadas fatiadas e sem a pele
02 colheres (sopa) de manteiga;
02 batatas lavadas com casca cortadas em cubos médios
02 colheres (sopa) de azeite
01 litro e ½ de água
02 tabletes de caldo de legumes
Sal e pimenta do reino a gosto
MODO DE PREPARO:
Em uma panela frite a linguiça junto com a cebola até dourar, adicione o alho, a couve
e refogue até murchar. Acrescente os tabletes de legumes, as batatas e a água. Mexa
bem e deixe ferver por 1 hora. Corrija o sal e a pimenta, desligue e sirva ainda quente.
DICAS:
Para garantir a cremosidade você pode processar com um mixer ou liquidificador.
Pode substituir e/ou complementar a linguiça por bacon cortado em cubos.
A água pode ser substituída por caldo de legumes ou caldo de frango/carne caseiro,
isso vai trazer ainda mais sabor ao caldo.

E depois desses cinco meses de isolamento por causa da pandemia vimos que muitos
podem trabalhar em casa, e nos adequamos para o chamado Home Office; as reuniões
podem ser feitas por Skype ou Google Meet; os aniversários e reuniões de família são
feitas pelo Zoom.
Estamos assistindo a volta dos drive-ins em algumas cidades para se ver filmes, assistir
shows e até para missas.
Estamos comprando mais pela internet, pedindo comida por delivery e as aulas estão
sendo feitas por whatsapp, por email e em algumas escolas online, à distância.
De repente, de uma hora para outra, tivemos que adquirir novos hábitos com o
distanciamento social. Não podemos mais ser tão sociáveis, nada de beijos, abraços ou
apertos de mão.
Está sendo difícil para as pessoas entenderem que iremos viver dessa maneira até
termos uma vacina que amenize os efeitos dessa doença.
Essa semana acompanhei pela internet a 32° edição do Congresso Nacional da Abrasel
que frequentei presencialmente por 10 anos em Brasília. Confesso que gostei de
assistir algumas palestras online, aproveitei melhor, por estar com a atenção voltada
para aquele momento. Mas fiquei com saudades de estar presente, conversar com os
amigos, como disse a chef Janaina Rueda na sua palestra “ saudades da aglomeração”.
Mas falando sobre a família Rueda, a chef Janaina disse que eles relutaram muito nos
primeiros 3 meses da pandemia de iniciar o delivery dos seus restaurantes. O que não
sabiam que esse seria um novo negócio para eles, pois as vendas dos seus produtos
tiveram uma aceitação maravilhosa que conseguiu manter seus negócios.
Mas o chef Jefferson Rueda teve todo um cuidado em iniciar essa operação de delivery
desde como seria a embalagem até como seria recebido seus pratos pelo cliente.
Essa semana eles abriram a Cozinha transparente de delivery, a white house, que
quem passa pela rua pode ver os pratos sendo finalizados para serem entregues.
Outra novidade da familia Rueda é a abertura em 2021 da Escola de Cozinha Caipira,
que será em São José do Rio Pardo e vai ensinar o conceito do campo para a mesa, ou
seja, como disse Jefferson “plantar, criar, colher e cozinhar”. Vamos aguardar essa
escola que será uma revolução para o ensino da nova gastronomia.
Continuem se cuidando, não dá para vacilar.
Até a próxima semana!

Denise Rohnelt Araujo
jornalista@teste.com.br
http://meusite.com.br
Aqui ficará as informações sobre o colunista e a coluna.
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Letras Saborosas
+ Ler mais artigos de Letras Saborosas