Por Denise Rohnelt Araujo
Em 06/07/2019

ENTRADA

Nesta semana tivemos alguns cursos na Cozinha Letras Saborosas com o chef Ricardo Rohnelt que pertence a Federacione Italiana de Couchi ou Federação Italiana de Cozinha que possui apenas 200 associados cadastrados no Brasil.

Ele trouxe o curso de pães italianos e outro de sobremesas gourmet para venda. Quem participou teve que colocar a mão na massa literalmente.

Fiquem atentos a programação de cursos na Cozinha Letras Saborosas nas redes sociais e quero saber, quais os cursos de interesse que vocês tem: cozinha brasileira, amazônica, doces, confeitaria, panificação, bebidas, lanches, vegetariano, mandem suas sugestões para o nosso email- letrassaborosas@hotmail.com

Hoje a receita foi dada no curso de sobremesas para venda e está no programa Letras Saborosas da TV Folha BV dessa semana.

Até o próximo sábado!

PRATO DO DIA

Madeleines 

INGREDIENTES:

100 g de manteiga + para um pouco para untar
1/4 limão (ou outros sabores: baunilha, água de flor de laranja, à escolha)
02 ovos
120g de açúcar
100g de farinha
03g de fermento em pó

MODO DE PREPARO:

Pré-aqueça o forno a 220°C.Em uma panela pequena, derreta a manteiga em fogo baixo. À parte raspe a casca de 1/4 de limão.Em uma tigela, bata os ovos e o açúcar até obter uma mistura espumosa. Adicione a farinha e o fermento peneirado, mexendo sempre. Despeje a manteiga devagar (para evitar deixar cair o soro de leite). Por fim, adicione as raspas de limão e misture bem.Unte a forma de Madeleine em formato de concha. Preencha com 2/3 da massa. Asse em forno a 220°C durante 5 minutos, em seguida, abaixe a temperatura para 200°C e cozinhe por 10-15 minutos.

Desenforme ainda quente e deixe esfriar antes de servir.

Dica: Se você não usar toda a massa de Madeleine no mesmo dia, você pode mantê-la na geladeira e assá-la mais tarde.

1ª FEIRA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DE GASTRONOMIA EM MANAUS.

O Centro Universitário FAMETRO em Manaus, através da coordenação do curso de gastronomia, realizou na semana passada a primeira Feira de Inovação Tecnológica de Gastronomia com a participação dos alunos do curso.

A idéia do evento foi dos professores e teve como objetivo promoveratividades práticas, fazendo com que os alunos trabalhassem a pesquisa de insumos amazônicos e desenvolvessem produtos com ingredientes pouco explorados em outros formatos.

A feira ainda teve aulas shows com chef de cozinha da capital manauara, palestras, estandes com os produtos dos alunos, praça de alimentação e dois de empresas parceiras do evento universitário.

Cada período do curso de gastronomia teve um projeto para desenvolver, sendo que o primeiro período fez uma horta orgânica, sustentável com insumos regionais; o segundo período elaborou corantes e essências naturais a partir dos ingredientes amazônicos. O terceiro período elaborou produtos regionais que tive a honra de receber em casa para experimentar e opinar sobre eles; e o quarto período apresentou bebidas a partir dos frutos amazônicos.

Recebi produtos bem saborosos, elaborados com técnicas de charcutaria como o aruanã defumado que traz na embalagem uma receita como sugestão de consumo, bem saboroso e com um prazo de validade de seis meses. Temperos como o chimichurri amazônico que trouxe na sua fórmula vários ingredientes amazônicos secos como o jambu, a pimenta murupi e tucumã, entre outros; o molho de pimenta Bacuri da Amazônia traz a polpa de bacuri, tucupi como ingredientes.

Ainda recebi os biscoitos Tucu’s feitos com farinha de tucumã sem adição de glúten ou lactose, um biscoito saboroso para um lanche saudável; a Granola teve o cará e o tucumã como ingredientes principais; e a Ricota de tucumã com pimenta murupi, uma grata surpresa de sabores, pois a mistura ficou leve apesar da gordura do fruto.

Os alunos tiveram como base as técnicas usadas no mundo gastronômico e usaram a tecnologia para desenvolver produtos que podem deixar o mundo acadêmico e vir para o mercado regional de produtos artesanais.

Quero agradecer ao professor Erik Alcântara pelo envio dos produtos, parabenizar todo o corpo docente do Centro Universitário Fametro sob a coordenação da professora Márcia Martins, os professores Bruno Leitão e Elias Essucy, e aos grandes protagonistas dessa feira que são os alunos de gastronomia que pesquisaram e transformaram ingredientes amazônicos em saborosos produtos. 

Espero que muitos cursos de gastronomia façam o mesmo e organizem suas feiras, fazendo com que a pesquisa, o estudo dos ingredientes locais e a tecnologia sejam transformados e apresentados ao público, mostrando que é possível desenvolver novos produtos, basta querer como fizeram os professores da Fametro, parabéns!

                                                                                         

Denise Rohnelt Araujo
jornalista@teste.com.br
http://meusite.com.br
Aqui ficará as informações sobre o colunista e a coluna.
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Letras Saborosas
+ Ler mais artigos de Letras Saborosas