Por Francisco Cândido
Em 02/01/2019

UM ANO NOVO – ESTADO NOVO – NO PAÍS DA ESPERANÇA

O Ano 2019 começa com renovação no governo estadual e federal.

No Estado, assumiu um novo governo, primeiro como Interventor federal (nomeado em 07 de dezembro de 2018, pelo à época, presidente Michel Temer), devido a grave crise financeira e da segurança pública no estado. Depois, por direito e de fato, o Governador eleito Antonio Denarium tomou posse. Assim, como tomaram posse os deputados estaduais na Assembleia Legislativa.

Na Assembleia Legislativa, o deputado Jalser Renier foi reeleito presidente, e agora a Mesa Diretora passa a ser esta, composta pelos deputados: Jeferson Alves (2° vice-presidente), Odilon filho (3° vice); Chico Mozart (1° Secretário), Marcelo Cabral (2° secretário), Catarina Guerra (3° secretária), Lenir Rodrigues (4° secretária) e, como corregedor da Casa Legislativa, o deputado Renato Silva.

Nota-se que a maioria que compõe a Mesa Diretora é composta de deputados reeleitos, e supõe-se que estes darão continuidade aos projetos apresentados por eles, anteriormente.

Em nível de Estado, o Governador Antonio Denarium (Antonio Oliverio Garcia de Almeida), nascido em Anápolis/Goiás, em 03 de março de 1964, é um empresário e político, filiado ao PSL - Partido Social Liberal (o mesmo do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro. Aliás, quando candidato, o Jair Bolsonaro esteve em Boa Vista, em visita para apoiar a candidatura de Antonio Denarium).

O Governador terá muitos desafios pela frente. Primeiro, herdou uma dívida pública de mais de 6 Bilhões de reais (herança dos dois governos anteriores), segundo, assumiu a Intervenção com o Estado devendo os salários dos servidores públicos, com greves na Polícia Militar, Civil e em outros órgãos estaduais. E, propriamente na Segurança Pública, com os militares da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), dando suporte na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, Cadeia Pública e, patrulhamento na cidade.

Mas, diante de todas estas questões, acrescidas da imigração estrangeira, particularmente de venezuelanos adentrando a fronteira de Roraima, o governador Antonio Denarium, está conseguindo equacionar e resolver, em dados pontuais, os principais problemas. Os salários dos servidores públicos foram regularizados, promoveu reuniões com os prefeitos dos municípios para tratar do repasse do Fundo de Participação do Estado – FPE-, que os municípios têm direito; tratou também da questão de transferência de terras e está implementando novas diretrizes financeiras e orçamentárias, com cortes nos gastos públicos e economia de despesas que não sejam tão urgentes assim.

Como se vê, há muito trabalho a realizar e muitas questões a resolver. Ainda assim, adotou como slogan do seu governo, a frase: “Cada dia Melhor”. Desejamos sorte, a ele, ao vice-governador, o médico Frutuoso Lins e a todo secretariado do novo governo.

Em nível nacional, tomou posse ontem, dia 1º de janeiro de 2018, o Presidente da República Jair Messias Bolsonaro.

Em seu discurso, lido no Plenário da Câmara (presidida na ocasião pelo senador Eunício Lopes de Oliveira/MDB-CE), Jair Bolsonaro pregou união com os parlamentares e disse que o seu governo tem “uma oportunidade única de resgatar o Brasil”. Após prestar o compromisso constitucional e assinar o termo de posse, o presidente fez um discurso de cerca de dez minutos, tendo como foco, o slogan: “governar com vocês”.

“Hoje, aqui estou fortalecido, emocionado e profundamente agradecido a Deus pela minha vida e aos brasileiros que confiaram a mim a honrosa missão de governar o Brasil neste período de grandes desafios e, ao mesmo tempo, de enorme esperança. Governar com vocês. Aproveito este momento solene e convoco todos os congressistas para me ajudar na missão de restaurar e reerguer a nossa pátria, libertando-a definitivamente do jugo da corrupção, da criminalidade, da irresponsabilidade econômica e da submissão ideológica. Temos uma oportunidade única de resgatar o nosso País”, afirmou.

Estou certo de que enfrentaremos enormes desafios, mas, se tivermos a sabedoria de ouvir a voz do povo, alcançaremos êxito em nossos objetivos. Vamos unir o povo, valorizar a família, respeitar as religiões e nossa tradição judaico-cristã. Combater a ideologia de gênero, conservando nossos valores. O Brasil voltará a ser um País livre das amarras ideológicas”, acrescentou.

Bolsonaro também reafirmou o compromisso de “construir uma sociedade sem discriminação ou divisão” e garantiu que, daqui em diante, o governo se pautará “pela vontade soberana daqueles brasileiros que querem boas escolas capazes de preparar os seus filhos para o mercado de trabalho e não para a militância política”.

Por fim, o presidente recém-empossado disse que os desafios de seu governo só serão resolvidos “mediante um verdadeiro pacto nacional entre a sociedade e os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário” e ressaltou o compromisso de “proteger e revigorar a democracia brasileira. Trabalharei incansavelmente para que o Brasil se encontre com o seu destino e se torne a grande nação que todos queremos”, encerrou o discurso.

O Brasil, com o seu povo, tem agora a oportunidade da esperança renovada.

Francisco Cândido
franciscocandido992@gmail.com
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Minha Rua Fala
+ Ler mais artigos de Minha Rua Fala