Por Francisco Cândido
Em 10/04/2019

EDNA DA SILVA NEVES
Primeira atriz roraimense de Fotonovelas 


Nas décadas de 1950 e 60, pouca gente tinha condição financeira de ter um televisor em casa e, por isto, as empresas de mídia investiam em contratar atores e atrizes para representar novelas (histórias em capítulos) no Rádio e nas Revistas, no que ficou conhecido como “Radionovelas” e “Fotonovelas”. 

As fotonovelas, hoje, quase esquecidas, já foram fenômenos editoriais de público e de vendas, principalmente nas décadas de 1960 a 1970, terminando no final de 1980. Eram narrativas de histórias de amor (semelhante ao que se faz hoje na TV, nas Novelas), outras com enredo de ação ou de ficção científica com viagens futuras ao espaço. 

O sucesso da fotonovela foi motivado pela popularização do cinema nas décadas de 1950 em diante. Não foi à toa que, graças à fama e a beleza das belas atrizes do Cinema da época, muitas artistas foram contratados para participar de fotonovelas,. 

Na década de 1960 a revista “Sétimo Céu”, da Editora Bloch, foi a primeira a produzir fotonovelas no Brasil, estreladas por cantores como Jerry Adriane, Agnaldo Rayol e atrizes como Vera Fischer. Faziam parte dessas fantasias os ambientes litorâneos com clima ensolarado e sempre com belas atrizes e atores famosos.

Em Boa Vista, na época de 1950, não havia escola de segundo grau e, por isto, alguns jovens foram estudar noutras capitais (principalmente em Manaus e em Belém do Pará). A maioria do grupo era formada por homens. Poucas mulheres (dado o costume da época) tinha a oportunidade de viajar para estudos, fora de Boa Vista. Edna foi uma delas. 

Ainda muito jovem, Edna da Silva Neves foi para Manaus e, entre tantas, ganhou o Concurso de “Miss Amazonas”. Porém, o seu pai (Henrique Lopes) achou por bem que ela não recebesse o Título. Edna, então, em 1958 para o Rio de Janeiro, onde foi contratada pela editora Bloch, para atuar como atriz de fotonovela. Ela adotou o nome artístico de “Edna Lopes” (seu nome quando solteira). Além do trabalho como atriz, também atuou como garota-propaganda (da Brastemp e da Loreal de Paris), modelo e manequim. Depois foi contrata pela antiga TV TUPI e lá atuou em outras fotonovelas. 

Edna nasceu na Fazenda Mecejana, em 24/10/1944. Era filha do casal Henrique Lopes da Silva e Maria Arruda Lopes da Silva. Casou-se com Raimundo Neves Filho e, desse casamento nasceram 4 filhas: Márcia, Carla, Laura e Patrícia, e criou seu neto primogênito Pedro Augusto. Deles descendem 8 netos e 5 bisnetos.

No início de 1990, a família deixou o Rio de Janeiro e retornou para Roraima.

Na semana passada, no dia 06 de abril de 2019, Edna da Silva Neves, a primeira atriz de Roraima (a nível nacional), faleceu devido a um câncer.

Francisco Cândido
franciscocandido992@gmail.com
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Minha Rua Fala
+ Ler mais artigos de Minha Rua Fala