Opinião - Folha de Boa Vista
Por Opinião
Em 18/09/2021

O SILÊNCIO DA ESPERANÇA

Wellington de Assis

Hoje, o que predomina na atmosfera da Pátria Amada, não é a voz do lamento, nem do pranto , mas a voz do silêncio.

Um silêncio que chega a ser palpável. Que se origina do coração da maioria dos brasileiros.

Hoje tem uma parcela da população,  nossos irmãos também,  eles não são nossos inimigos.

Que estão ridicularizando os sonhos que sonhamos, o sonho da liberdade. O sonho de se impor a vontade do povo.

De se desfazer instituições, que perderam na jornada, sua missão,  sua credibilidade e se venderam.

E  não podem mais cumprir,  o papel dos pesos e contrapesos e de fiscalizarem o outro poder, para a estabilidade das instituições e prosperidade desta terra.

Não dói hoje, esse escárnio, porque o brasileiro amanheceu com uma dor,  maior  que essa.

A gente não sabe bem ao certo, onde dói, mas sabemos, porque dói.

A  dor da nossa esperança, a esperança  ferida, é uma dor muito doída demais.

O domingo amanheceu com o sol iluminando as cores  verde e amarelo da nossa esperança.

E a sexta feira, amanheceu trazendo a tristeza da Sexta Feira da Paixão, a luz se tornou em trevas.

A nossa mente não quer aceitar, mas nosso coração guarda a cena, da rendição.

O Brasil criou expectativas, porque houve um cenário preparado para isso.

" Se o povo pedir, se o povo for para as ruas, nós iremos intervir" diziam eles.

Mas o que nós ainda não queremos acreditar,  é que o Capitão era fictício,  invenção  da nossa esperança,  da nossa expectativa e vontade de ver  mudanças.

O fuzil não existe, o Geep  quebrou e o cabo e o soldado, se desertaram.

O capitão que conduzia a multidão, se ajoelhou diante do inimigo.

Não se vai para uma guerra pensando em rendição, se vai pensando em dar a vida, pelo ideal.

Restou a bravura do povo brasileiro, que deu um deu um Show de esperança, que demostrou a sua coragem.

E restou o exemplo dos presos de esperança e de confiança, que até hoje estão presos, que não se renderam ante o inimigo.

Roberto Jeferson que foi preso com sua bíblia na mão,  o deputado Daniel, que foi preso por dizer o que todos queriam falar e tantos outros, que foram e serão ainda presos.

Vocês não são presos políticos.

São os presos da esperança, da confiança,  os presos crédulo na mudança que se vislumbrou, no horizonte azul deste país.

Dá vontade jogar a toalha.

Mas Brasil, você não fará isso, não vamos jogar uma toalha branca, vamos nos cobrir e nos abrigar na bandeira verde e amarelo.

Vamos ouvir os escárnios, mas a esperança de uma mudança, de um  Brasil melhor, para as futuras gerações,  ninguém, nunca vai arrancar do nosso peito.

Afinal, a nossa nacionalidade é Brasileira, e Brasileiro, não desiste nunca.

Outro líder será levantado, que corresponda  a altura da expectativa, da esperança, da coragem   e do sonho verde e amarelo.

Wellington de Assis é advogado.

Repita sem receio

Afonso Rodrigues de Oliveira

“Muitas pessoas ignoram o valor das repetições nas conversações de pessoa a pessoa. Mas pode ser uma ferramenta eficaz”. (John C. Maxwell)

Nunca tema as críticas. Elas podem ser benéficas, tanto para o criticado quanto para o crítico. O importante é que você esteja ciente do valor da conversa. Nem sempre podemos ser entendidos. O importante é que tenhamos consciência disso e procurar esclarecer nas repetições. Sempre que estiver numa conversa com alguém, procure ser claro no que diz. Se não for entendido não tente esclarecer. Apenas seja comedido e continue com firmeza no assunto.

Cuidado para não parecer querer ser o mestre. Isso você só será sendo sincero, e respeitar a conversa da outra pessoa. Talvez você esteja discordando do que a outra pessoa diz, mas não conteste. Apenas expresse o seu pensamento, sem contraditório. O mundo é composto de pensadores. E somos todos participantes deste grupo maravilho e rico. O importante é sabermos viver cada momento de nossas vidas enriquecendo-nos no saber. E saber é saber ouvir o que os outros dizem. O peneiramento está na nossa capacidade de peneirar. O que exige nossa capacidade de aprender, tanto com os acertos quanto com os erros.

Respire fundo e sinta-se feliz. “Ninguém, além de você mesmo, tem o poder de fazer você se sentir feliz ou infeliz, se você não estiver a fim”. Nunca se preocupe com a nuvem escura. Não a veja como uma nuvem-negra. Ela está apenas lhe avisando que a chuva vem aí. Localize o guarda-chuva e previna-se. Simples pra dedéu.

Tenha sempre em mente que cada um de nós tem o poder de que necessita para estar de bem com a vida. Tudo de que necessitamos está em nossa mente. É o nosso subconsciente que nos leva à vereda que escolhemos para chegar aonde queremos chegar. Porque é lá onde está o que necessitamos para sermos feliz. Se continuar encontrando dificuldade na caminhada, abra a mente para aceitar as orientações, mesmo que elas lhe pareçam estranhas.

Vá treinando para poder conversar com o seu subconsciente. Mas você precisa entender que ele não ouve, não fala, nem entende o que você não quer. O que exige treinamento para a conversa. E é você, e não ele, que precisa treinar. E comece nunca dizendo para ele, o que você não quer, mas sempre o que você quer. E nunca use palavras, porque ele não ouve. Fale sempre usando só o pensamento. E por isso pense, quando estiver conversando com ele, sempre no positivo. Nada de negativo. Seja sempre um bom conversador, não importa com quem você conversa. E tenha sempre em mente que o bom conversador não é o que fala mais, mas o que ouve mais. Pense nisso.

afonso_rr@hotmail.com

99121-1460

Opinião
fale@folhabv.com.br
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Opiniao
+ Ler mais artigos de Opiniao