Por Parabólica
Em 19/06/2019

Bom dia,

O governador Antonio Denarium (PSL) teria que combinar com seus auxiliares mais próximos que tentam atrair para dentro do governo o notório ex-senador Romero Jucá (MDB). Enquanto esses auxiliares buscam essa aproximação, Jucá, com o oportunismo de sempre, aproveitou a ocorrência da morte do empresário Simbaíba Brito, de quem disse ter sido amigo, e da interdição das exportações de frutos roraimenses por conta da mosca da carambola, para dizer através de redes sociais que os seis meses da administração Denarium só fizeram as coisas piorarem em Roraima.  

INCENTIVOS

Dados fornecidos pela Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), publicados cá na Folha, indicam que nos primeiros cinco meses de 2019 (janeiro/maio), o governo estadual deixou de arrecadar R$ 5,5 milhões por conta dos incentivos criados pela Lei Estadual Nº 215/98. Concedidos a 103 produtores agrícolas. O valor renunciado está bem abaixo dos R$ 200 milhões anuais de que falam alguns dirigentes sindicais. Este incentivo é relativo à isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS) na compra de insumos e equipamentos para serem utilizados em projetos de desenvolvimento de Roraima.

CARNE LEGAL

Aos poucos, o ambientalismo internacional vai enquadrando as atividades econômicas na Amazônia. As pressões são sempre muito grandes quando se quer produzir na região. Foi por conta dessas pressões que no último dia 11.06, a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA); a Associação das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec); e a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) assinaram em Brasília um memorando de entendimento, no âmbito do programa Carne Legal, para disciplinar a produção pecuária no bioma amazônico.

CASADOS

A importância que a igreja católica romana dá à “proteção” da Amazônia pode ser medida pela divulgação das regras e da temática do que vai ser discutido no próximo Sínodo sobre a Amazônia, que será realizado no mês de outubro, no Vaticano. Naquela ocasião vai ser provavelmente aprovada uma autorização especial para que o Papa Francisco venha a ordenar padres, homens casados. A justificativa é que tem sido cada dia mais difícil encontrar sacerdotes dispostos a trabalhar em áreas remotas. É, sem dúvida, uma revolução nas tradições da igreja católica romana, que vai começar a ser praticada na Amazônia brasileira. 

ALCOVA 1

Enquanto o ambientalismo internacional tenta enquadrar a nova política ambiental e indígena do governo brasileiro, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), decidiu partir para o confronto direto com o ex-presidente Lula da Silva (PT). No último final da semana, Bolsonaro revelou que no avião presidencial existe um quarto que é destinado ao uso exclusivo do presidente para que ele durma durante as viagens mais longas. Ele assegurou que nas viagens intencionais, ou mesmo nacionais, que já realizou, ele prefere ficar conversando com seus auxiliares para aproveitar o tempo durante todo o trajeto.

ALCOVA 2

“Diferente de outro presidente que utilizava o quarto do avião da Presidência para encontros com acompanhantes de seu círculo íntimo”, disse Bolsonaro. Na verdade, o atual presidente quis trazer à tona nas discussões de momento, uma velha história que circulava nos bastidores do governo petista, que dava conta de que nalgumas viagens internacionais de Lula da Silva, ele se fazia acompanhar da representante da Presidência em São Paulo, Rosemary Nóvoa Noronha, e com ela passava algumas horas a sós, no quarto exclusivo do avião presidencial. 

ALUGUEL

No começo do governo de Antonio Denarium (PSL), os secretários e os presidentes de entidades da administração indireta, cujos órgãos funcionavam em prédios alugados, receberam a determinação para que providenciassem a transferência para prédios públicos para reduzir os custos do governo. Na época, cogitou-se que o Instituto de Terras e Colonização de Roraima (Iteraima) iria se mudar para compartilhar com o Instituto de Amparo à Ciência, Tecnologia e Inovação (Iacti), aquele prédio recém construído no Parque Anauá.

RENOVADO

Agora, segundo fontes da Parabólica, bem situadas no Palácio Senador Hélio Campos, parece que a necessidade de cortar os gastos com os aluguéis não é mais prioritária. Pelo menos no que se refere ao Iteraima, que funciona num prédio alugado no Bairro 31 de março, ao custo mensal de R$ 20 mil e cujo contrato foi renovado por mais dois anos. O governo não explicou que razões teriam contribuído para a mudança de prioridade na contenção de gastos. 

DEPOIMENTOS 

O desembargador Leonardo Cupello decidiu acrescentar nova etapa ao processo onde o PSDB acusa o governador e seu vice de compra de votos na eleição de 2018. Como relator, ele determinou a intimação de cinco novas testemunhas: Antônio Parima, Júnior Saraiva, Petrúcio Salvador, Thamilles Spies e Jocimar de Tal. Todos foram citados por testemunhas durante a audiência realizada faz três meses pela juíza Lana Leitão.

PRAZO

As pessoas citadas – todas do círculo muito próximo do governador Antonio Denarium – deverão ser ouvidas no prazo de 15 dias pelo juízo da 1ª Zona Eleitoral. Paralelo a isso, o desembargador também determinou que a Secretaria de Segurança Pública entregue um pen-drive examinado pelo laudo pericial e solicitou que a Superintendência da Polícia Federal proceda nova perícia na mídia.

LINHÃO

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) julga hoje, 19, em Brasília, duas ações judiciais movidas pelo Ministério Público Federal (MPF) com potencial para impedir o prosseguimento da construção do Linhão de Tucuruí. Em uma delas, o MPF pede a anulação do leilão que concedeu ao consórcio Transnorte Energia (TNE) a execução e exploração da obra. Na outra, é pedida a anulação da licença prévia concedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). 

Parabólica
parabolica@folhabv.com.br
Formiguinha disse: Em 19/06/2019 às 08:08:02

"Quanto a RENOVAÇÃO do contrato de aluguel do prédio do Iteraima... duas correções: O valor é mais que o dobro do que foi divulgado e o prédio fica no bairro Aparecida. ;) Dinheiro pra esse governo pelo visto não é problema. Como ele mesmo costumava dizer: "O QUE FALTA É GESTÃO!""

Últimas de
Parabólica
+ Ler mais artigos de Parabólica