SAÚDE
Governadora anuncia inauguração do Hospital das Clínicas em Roraima
Unidade voltada para atender pacientes em tratamento pós-hospitalar está prevista para ser entregue no dia 26 de março
Por Paola Carvalho
Em 12/03/2018 às 01:25
Suely ressaltou que muitas obras estão em andamento na Capital e no interior do Estado, o que só foi possível com apoio das emendas parlamentares (Fotos: Diane Sampaio)

A governadora Suely Campos (PP) confirmou a inauguração no fim deste mês, do Hospital das Clínicas de Roraima (HCR), localizado na Avenida Nazaré Filgueiras, no bairro Pintolândia, zona Oeste da Capital. A cerimônia acontece no dia 26 de março.

Durante entrevista ao programa Agenda da Semana no domingo, 11, na Rádio Folha AM 1020, a governadora ressaltou que o Hospital das Clínicas estará focado em atender os pacientes a nível pós-hospitalar, ou seja, aqueles que precisam dar continuidade ao tratamento já iniciado.

"O Hospital das Clínicas não é um hospital que vai receber pessoas no dia a dia para consulta. É um hospital de retaguarda. Todo paciente que vai estar estabilizado no Hospital Geral de Roraima (HGR) vai para o Hospital das Clínicas. Vai para a unidade passar o período em que ele precisa tomar medicamento, depois ter alta e ir para casa", explicou.

A população terá à disposição cerca de 120 novos leitos criados e uma estrutura de seis mil metros quadrados, criada com o intuito de desafogar as demais unidades hospitalares. A unidade contará com exames de raio-x, ultrassonografia, laboratório, eletrocardiograma, serviços de vigilância epidemiológica, farmácia, nutrição, psicologia e serviço social, entre outros.

DESTINAÇÃO DE RECURSOS - A governadora disse, inclusive, que o investimento na saúde foi um dos focos na sua gestão. Algo que só conseguiu implantar por conta do apoio e designação de emendas parlamentares e contrapartida do governo.

Suely citou, por exemplo, a construção do anexo do HGR, previsto para ser entregue no final do ano; investimento com equipamento na Maternidade Nossa Senhora de Nazareth, inauguração da Casa da Gestante e do Centro de Referência da Mulher, além da utilização de carretas para prestação de serviço móvel em vilas, vicinais e comunidades de difícil acesso.

No Sul do Estado, a governadora informou que receberá uma emenda do deputado federal Remídio Monai (PR) para fazer uma maternidade no hospital de Rorainópolis, uma demanda grande da população.

"Chegamos ao número de cinco mil atendimentos lá, nos últimos dois anos, inclusive com partos. Já se tem uma estrutura muito melhor do que quando nós chegamos e com a maternidade vai ficar muito bom. Estamos reformando e ampliando o hospital de Santa Maria do Boiaçu, reformando o hospital de Caroebe com emenda do deputado estadual Mecias de Jesus (PRB), reformamos o hospital de Caracaraí, entregue como se fosse novo, com emenda do deputado federal Jhonathan de Jesus (PRB) e equipado com os nossos recursos", afirmou.

REVITALIZAÇÃO - Suely disse que quando chegou ao governo, muitos criticavam a ideia de reforma das unidades e defendiam a construção de novos hospitais. "Me diziam que o [Hospital] Coronel Mota tinha que ser demolido. Nós reformamos e hoje a unidade é uma grande clínica de atendimento à população, com 36 especialidades. Um fluxo de 18 mil pessoas atendidas por mês", pontuou.

A gestora estadual não negou os obstáculos enfrentados e ressaltou que ainda é preciso muito trabalho, em especial, por conta do distanciamento geográfico de Roraima com o restante do país, algo que desencoraja muitos investidores.

"Claro que tem uns pontos ainda que são difíceis. A questão de fornecimento de medicamentos, nós penamos muito. As licitações são desertas, os grandes laboratórios não entram mais nas licitações por conta da logística tão distante, dizem que não valem mais a pena vender para Roraima. É uma dificuldade que nós temos. Nós já avançamos muito, é certo, mas ainda tem muito o que fazer. O objetivo é dar prosseguimento a todas essas ações", frisou. (P.C)

pimpolho disse: Em 12/03/2018 às 10:37:39

"Mais um abacaxi!a comunidade aguardando um hospital para a região e vc ter que cruzar a cidade para buscar um pronto Socorro!aí volta para internação ?"

David Souza disse: Em 12/03/2018 às 12:56:36

"Vai lá em Manaus pra tu ver a dificuldade, daí vc vai ver a diferença. É muito fácil ser pessimista quero ver ser otimista. "

VISOUSA disse: Em 26/03/2018 às 08:06:04

"Meu querido o importante é ter essa unidade de saúde. E você reclamando que tem que atravessar a cidade, me polpe com seus comentários irônicos. "