Presidente da Funai confirma presença na reunião do Parlamento Amazônico - Folha de Boa Vista
DEBATE SOBRE TUCURUÍ
Presidente da Funai confirma presença na reunião do Parlamento Amazônico
Vinda do representante do órgão indigenista é importante para discutir o impasse sobre a continuidade das obras do linhão de Tucuruí
Por Vanessa Vieira
Em 28/07/2015 às 00:16
Programação da reunião do Parlamento Amazônico em Roraima está definida (Foto: Rodrigo Sales)

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), João Pedro Gonçalves da Costa, confirmou presença no 1º Seminário do Parlamento Amazônico, evento que será realizado no dia 20 de agosto no plenário Noêmia Bastos Amazonas, na Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALE-RR). A programação completa do seminário foi definida ontem.

Após a solenidade de abertura, às 9h, o jornalista mexicano Lorenzo Carrasco fará uma palestra, de meia hora, quando apresentará questões ligadas a demarcação de terras indígenas, a criação de parques nacionais e a atuação de organizações não-governamentais (ONGs) na Amazônia Legal.

Às 10h30, será a vez do presidente da Funai palestrar. Ele deverá abordar temas inerentes aos indígenas, como o fechamento da BR-174 no trecho dentro Terra Indígena Waimiri-Atroari por 12 horas por dia e a carta de anuência dos indígenas para que o Linhão de Tucuruí passe pela reserva, permitindo a interligação de Roraima ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Depois, haverá tempo para debate.

“Esperamos que o presidente da Funai compareça ao evento, uma vez que ele, que é ex-senador, e o presidente do Parlamento Amazônico, o deputado estadual Sinésio Campos [PT-AM], são do mesmo partido”, afirmou o vice-presidente do Parlamento Amazônico e 1º vice-presidente da ALE, deputado estadual Coronel Chagas (PRTB).

À tarde, a partir das 14h30, o superintendente da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), Djalma Melo, ministrará a palestra “Integração intrarregional da Amazônia”. “É um tema de grande interesse para o setor produtivo, comercial e industrial tanto de Roraima como dos demais estados da Amazônia Legal”, comentou Chagas.

Depois, a escassez de voos para os municípios amazônicos será o tema da palestra de um representante da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. “Convidaremos empresas aéreas e agências de turismo para debater o assunto também”, destacou o parlamentar.

Para Chagas, todos os assuntos são de interesse local e regional. “Vamos, junto com a sociedade, discutir com os órgãos técnicos e buscar soluções para esses problemas”, assegurou.

O Parlamento Amazônico é composto por deputados dos nove estados que compõem o bioma Amazônia: Acre, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, o que representa mais de 240 deputados. Eleita no primeiro semestre deste ano, a nova diretoria do Parlamento Amazônico pretende, até o final de 2016, realizar seminários nos nove estados que o compõem.

Quanto à agenda de discussão para o biênio, serão discutidos temas como a mineração em terras indígenas, o programa Luz para Todos, situação da BR-319 (que liga Manaus, no AM, a Porto Velho, em RO) e a hidrovia transoceânica. (V.V)

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
0
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!