Realidade geopolítica de RR é tema de painel para oficiais do Exército - Folha de Boa Vista
GEOPOLÍTICA
Realidade geopolítica de RR é tema de painel para oficiais do Exército
Por Minervaldo Lopes
Em 22/08/2017 às 01:16
Questões da fronteira e da migração em massa de venezuelanos foram destacadas no painel (Foto: Hione Nunes)

Com o propósito de aprimorar os conhecimentos sobre a realidade geopolítica de Roraima, o Governo do Estado promoveu, na tarde de ontem, 21, no Palácio Senador Hélio Campos, um painel de discussões para cerca de 30 oficiais superiores da Escola de Comando do Estado-Maior (Eceme) do Exército Brasileiro.

Conforme o chefe da Casa Civil, Oleno Matos, que representou a governadora Suely Campos (PP), a iniciativa teve como base dar subsídios de informações estratégicas aos futuros comandantes da instituição, ressaltando ainda a importância de Roraima para o resto do País.

"Nós temos um Estado praticamente constituído de área fronteiriça, o que requer um olhar diferenciado. E é isso que a gente espera que aconteça, principalmente nesse momento em que a gente vive, um momento em que a Venezuela vive uma grande crise política e econômica, resultando na vinda de muitos cidadãos daquele país para cá. Então, eu não tenho a menor dúvida que, à medida em que a gente presta os esclarecimentos necessários, sobretudo a esses oficiais que serão os próximos comandantes das Forças Armadas, certamente trará grandes frutos para o futuro de Roraima", disse.

Responsável pela condução do painel político, que destacou aspectos importantíssimos da História do Estado, desde a criação de Território Federal a atual situação de crise migratória de venezuelanos, o secretário estadual de Planejamento, Haroldo Amoras, ressaltou a relevância da ação para a construção de medidas que garantam a segurança dos cidadãos que escolheram Roraima como lar.

“A intenção desse painel é justamente analisar todos os aspectos que compõem a nossa formação como região fronteiriça, levando em consideração questões como governança, segurança e defesa nacional, ou seja, tem a ver com as migrações venezuelanas, com a questão do tráfico de drogas e também de armas, com as pressões de demanda que esse fluxo de pessoas está causando sobre o nosso mercado de trabalho, questões envolvendo a prostituição, entre outras situações, e como o Estado brasileiro está enfrentando essa realidade”, destacou.

Instrutor da Escola do Comando de Estado Maior do Exército Brasileiro, o coronel Marcelo Narcizo, salientou que a participação do painel deverá contribuir para a melhor formação dos oficiais, tendo em vista que muitos deles possuem experiência de carreira e víeis crítico elevado. “Temos várias equipes espalhadas pelo país e essa equipe, que nesse momento participa desse painel, já passou pelos estados de Rondônia e Amazonas. Roraima é a localidade que fecha com chave de ouro essas bases de instruções. É uma oportunidade ímpar de ver no terreno esses pontos sendo aplicados e executados após esse período de ensinamentos”, salientou. (M.L)

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
3
4
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!