PUBLICIDADE
EDUCAÇÃO INDÍGENA
"Reforma de escolas depende de aporte financeiro", diz Seed
A secretaria afirmou ainda desconhecer a reclamação relacionadas a uma possível falta de diálogo com os profissionais da educação
Por Folha Web
Em 14/01/2019 às 20:27
Professores indígenas e não indígenas durante manifestação em frente a Seed (Foto: Priscilla Torres/Folha BV)

Em resposta aos questionamentos da FolhaWeb sobre as manifestações dos professores da rede estadual de ensino, a Secretaria Estadual de Educação e Desporto (Seed) afirmou, em nota, desconhecer a reclamação relacionadas a uma possível falta de diálogo com a categoria. Uma reunião com a secretária Leila Perussolo teria sido realizada nesta segunda-feira, dia 14. 

"Por três ocasiões, no mês de janeiro de 2019, a Seed recebeu representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinter), Organização dos Professores Indígenas), CIR (Conselho Indígena de Roraima (Opir), Associação dos Povos Indígenas (Apirr) e Organização dos Indígenas da Cidade (Odic), onde foram tratadas as demandas das escolas indígenas, o que demonstra interesse do Governo do Estado em ouvir e atender todas as categorias de funcionários públicos", destacou a Seed.

Segundo a pasta, a reunião de hoje, por exemplo, contou com participação dos representantes legais do Sinter e Opir, ficando acertado com a Leila Perussolo a realização de novos encontros, porém específicos, de forma pontual para as demandas serem atendidas com maior brevidade.

"A Seed entende a necessidade de melhorias nas unidades escolares localizadas em terras indígenas, mas, para isso, é necessário aporte financeiro do Governo Federal, dada a escassez de recursos nos cofres do governo estadual", completou.

A Secretaria pontuou reforçando que vai fazer levantamento das unidades de ensino em terras indígenas, para que sejam feitos os projetos de reforma e melhorias nessas escolas. 

"É importante ressaltar que o estado possui 260 escolas indígenas, número superior ao dos demais Estados brasileiros", mencionou.

Por fim, a nota encerra reforçando que o salário desses servidores será creditado nesta terça-feira, dia 15.

VEJA MAIS:

***
Gostou?
1
3
PUBLICIDADE
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!