OPERAÇÃO ACOLHIDA
Ação humanitária retira 200 venezuelanos das ruas
A ação ocorreu na madrugada desta quinta-feira, 13, com a participação de militares das Forças Armadas que integram a Operação Acolhida
Por Folha Web
Em 13/09/2018 às 08:56
As pessoas foram levadas, voluntariamente, por militares da Força-Tarefa ao Posto de Triagem de Boa Vista (Foto: 2SG MB BRUNO PERCUT)

Cerca de 200 imigrantes foram retirados das ruas de Boa Vista pela a Força-Tarefa Logística Humanitária. Proposta é diminuir imigrantes que estão em situação de vulnerabilidade. A ação ocorreu na madrugada desta quinta-feira, 13, com a participação de militares das Forças Armadas que integram a Operação Acolhida, além de Órgãos e Agências nacionais e internacionais e integrantes do Alto Comissariado da ONU para Refugiados (ACNUR) com o apoio de ONG.

As pessoas foram levadas, voluntariamente, por militares da Força-Tarefa ao Posto de Triagem de Boa Vista para serem cadastradas, imunizadas, alimentadas e passarem por uma triagem antes de serem abrigadas.

Os imigrantes oriundos da Venezuela serão levados aos abrigos de acordo com o perfil de cada um e quantidade de vagas disponíveis. As vagas foram disponibilizadas após o processo de interiorização.

Até dezembro, o programa de interiorização possuí como meta transportar cerca de 400 imigrantes por semana.

“Disponibilizando vagas para o abrigamento de imigrantes em situação de vulnerabilidade que se encontram vivendo nas ruas de Boa Vista. Por fim, cabe ressaltar que a missão da Força-Tarefa Logística Humanitária para o estado de Roraima, no contexto da Operação Acolhida é cooperar com os Governos Federal, Estadual e Municipal com medidas de assistência emergencial para o ordenamento da fronteira, o abrigamento e interiorização de imigrantes oriundos da Venezuela” informou por meio de nota.

OPERAÇÃO ACOLHIDA
Ação humanitária retira 200 venezuelanos das ruas (Foto: 2SG MB BRUNO PERCUT)
Operação Acolhida
A ação ocorreu na madrugada desta quinta-feira, 13 (Foto: 2SG MB BRUNO PERCUT)
Operação Acolhida
Ação teve participação de militares das Forças Armadas que integram a Operação Acolhida (Foto: 2SG MB BRUNO PERCUT)
Operação Acolhida
Os imigrantes oriundos da Venezuela serão levados aos abrigos de acordo com o perfil de cada um (Foto: 2SG MB BRUNO PERCUT)
Operação Acolhida
Até dezembro, o programa de interiorização possuí como meta transportar cerca de 400 imigrantes por semana. (Foto: 2SG MB BRUNO PERCUT)
Castro disse: Em 13/09/2018 às 11:39:50

"Venezuela tem que conviver com o seu governo comunista governo que os petebas queriam inserir no Brasil, fecha a fronteira e deportar os venecas afinal Venezuela não está em guerra."

Antonio Silva disse: Em 13/09/2018 às 09:47:22

"E quando vai haver uma ação humanitária para os Roraimenses??"

RIPA NA XULIPA disse: Em 13/09/2018 às 09:23:50

"Parabéns pela ação da Força-Tarefa, sinto pena dos venezuelanos de bem que estão nas ruas, porem gostaria de saber quando a ONU vai montar uma força-tarefa pra tirar o maduro, pois só ouço falar em ajudar os imigrantes, mas ditador permanecer no poder pode!"

Luiz Junior disse: Em 14/09/2018 às 09:33:15

"A ONU vive de falácias. Não resolve nada em lugar nenhum. "