CRIMINALIDADE
Albergado diz ter sido sequestrado e torturado por facções criminosas
Por Folha Web
Em 11/06/2018 às 01:13
A vítima pensava que iria morrer, pois os suspeitos achavam que ele era de facção rival (Fotos: Arquivo Folha)

O albergado A.R.A.D.S. de 36 anos, disse ter sido sequestrado e torturado por membros de uma facção criminosa. Segundo ele, um indivíduo conhecido pelo apelido 'Orelha' o teria levado para uma casa no bairro São Bento, onde ocorreu a tortura.

Disse que os suspeitos acreditavam que ele fazia parte de uma facção contrária e para não morrer, A.R.A.D.S. deveria comprovar não ter vínculo com os rivais.

No local, o homem teve pés e mãos amarrados, os olhos vendados e foi amordaçado, além de sofrer várias agressões. Segundo a vítima, na casa tinha pelo menos dez pessoas, sendo três mulheres.

Ainda de acordo com o depoimento do albergado, o 'Orelha' afirmava que havia 'Lixo no local' e realizou diversas ligações nas quais dizia estar esperando pela ordem de execução. Por volta das 10 horas da manhã de sábado, 09, conseguiu fugir do cativeiro, mesmo sendo perseguido pelos homens.

A Polícia Militar foi acionada e realizou diligências nas proximidades, mas até o momento ninguém foi preso. Existe a suspeita de que ele seria a terceira vítima dos crimes do Operário, onde dois corpos foram encontrados com sinais de tortura, na Rua dos Trabalhadores, na tarde de sexta-feira, 08.

INVESTIGAÇÃO – A PCRR (Polícia Civil de Roraima) informou em nota que a vítima, prestou ocorrência no 5ºDP (Distrito Policial), e o caso será enviado para a DGH (Delegacia Geral de Homicídios) que irá investigar o crime de tentativa de homicídio.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!