RUMOS ITAÚ CULTURAL
Artista de Roraima tem projeto selecionado em edital nacional
Por Cyneida Correia
Em 29/05/2018 às 00:24
A coletiva contou com Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural, Ana de Fátima Sousa, gerente do Núcleo de Comunicação, e Paula Gomes, cineasta

O jornalista e escritor roraimense Aldenor Pimentel é o único representante de Roraima aprovado no projeto Rumos do Itaú Cultural de 2018. O projeto selecionado chama-se ‘Literatura a Caminho’ e vai promover o encontro entre escritores de literatura locais e estudantes do Ensino Médio. Esta é a segunda vez que um projeto roraimense é selecionado no programa. 

Coordenado pelo escritor Aldenor Pimentel, em parceria com o Espaço Cultural Harmonia e Ritmo, o projeto Literatura a Caminho pretende realizar oito encontros entre escritores de Roraima e estudantes de Ensino Médio de escolas públicas de Boa Vista, Cantá e Mucajaí, em 2018 e 2019. Estão previstos ainda o sorteio de livros regionais entre estudantes e a doação de exemplares às bibliotecas das escolas envolvidas no projeto.

O objetivo, segundo o autor é proporcionar um momento de aprendizagem significativa de literatura e, consequentemente, o gosto por esse tipo de leitura, que pode desencadear mais interesse por textos de diferentes gêneros e disciplinas.

“Será a partir do interesse manifesto da comunidade que escolheremos as escolas para receberem o projeto gratuitamente. Os encontros serão planejados em parceria com cada uma das escolas envolvidas”, informou Aldenor Pimentel. As escolas públicas de Ensino Médio interessadas em fazer parte do projeto devem entrar em contato pelo email: aldenorpimentel@gmail.com.

Nesta edição, foram 12.616 trabalhos inscritos e 109 selecionados. Houve inscrições de todos os Estados brasileiros e de outros 19 países. De Roraima, foram 33 inscritos.

Os selecionados de todo o país do Projeto Rumos 2017-2018, principal programa do Itaú Cultural para o fomento à produção artística brasileira, foram anunciados em coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda, 28, na sede da instituição, localizada na avenida Paulista, em São Paulo.

Este ano foram 33 inscritos de Roraima, 13 a mais do que os 20 inscritos da edição anterior, crescimento apontado graças à intensificação do 'Escutas', programa que levou os técnicos do Itaú Cultural para conhecerem a realidade dos artistas em todos os Estados do País.

Ao todo, o Itaú irá destinar R$ 15,5 milhões aos projetos selecionados no Programa, cerca de R$ 500 mil a mais do que na última edição.

Participaram da coletiva Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural, Ana de Fátima Sousa, gerente do Núcleo de Comunicação do Itaú Cultural, e Paula Gomes, cineasta e integrante da comissão de seleção.

“Muito transformador sair da caixinha e olhar para esses artistas do Brasil e ver o que estão pensando e realizando. Muito dos projetos trouxeram respostas a esses cenários de ataques que os artistas estão sofrendo mostrando como vamos seguir e resistir a tudo isso”, explicou Paula Gomes.

Ana de Fátima Sousa, gerente do Núcleo de Comunicação do Itaú Cultural, explicou que a ideia do Itaú é levar acessibilidade e representatividade para todos os Estados. "Pela primeira vez temos todos os estados contemplados nesta edição e eu fico muito feliz em dizer isso. Foram contabilizadas 12.616 inscrições de todos os estados da União e do Distrito Federal”.

Outra novidade é a inversão na concentração de projetos por região. Proporcionalmente, Norte e Nordeste tiveram mais aprovações em relação aos inscritos do que nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

O diretor do instituto, Eduardo Saron, disse que um grande mapeamento será feito com todos os inscritos no Rumos para dar um retrato preciso do cenário cultural, seus anseios e necessidades.

“Estamos na terceira edição desse novo modelo, mais interdisciplinar e diverso, que soma quase 40 mil inscritos em seis anos. E eu já anuncio que esses 40 mil inscritos serão objeto de estudo do Observatório de Política Cultural. Queremos saber quais os desejos, os anseios e o que impulsiona esses inscritos. Certamente é uma das maiores amostragens da cena cultural brasileira e ela nos dará elementos para as novas ações do Itaú Cultural", concluiu.

*A jornalista viajou a São Paulo a convite do Itaú Cultural

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!