PUBLICIDADE
INFRAESTRUTURA
Asfalto cede em avenida e buraco aumenta risco de acidentes
Há mais de dois meses, eles notam afundamento no asfalto e nenhum responsável apareceu para tomar providências
Por Folha Web
Em 12/02/2019 às 00:30
Moradores reclamam de descaso da prefeitura, que não respondeu à reportagem da Folha (Foto: Nilzete Franco/Folha BV)

POLYANA GIRARDI

Colaboradora da Folha

Parte do asfalto da Avenida Laura Pinheiro Maia, no cruzamento com a Rua Nazaré Figueiras, bairro Dr. Silvio Botelho, cedeu e já preocupa moradores, que temem um acidente, principalmente no período da noite, pois uma cratera acabou se formando, o que traz riscos a quem trafega pelo local. A reportagem conversou com alguns deles. Uma comerciante de 51 anos que não quis se identificar relatou que é a segunda vez que o pavimento cede.

PUBLICIDADE

“A primeira vez que afundou, vieram tapar e agora abriu de novo no mesmo local. Pelo jeito, só ‘disfarçaram’ o buraco com várias camadas de piche. O dia em que acontecer algo pior é que vão mandar alguém pra fechar esse buraco.”

Ainda segundo os moradores ouvidos pela Folha, o problema começou após obras na rede de esgoto realizadas pela Prefeitura de Boa Vista.  No local, a reportagem não encontrou nenhuma sinalização na cratera, o que aumenta o perigo durante o período da noite. O taxista Israel Alves, 35 anos, trabalha na avenida e diz que teme por um acidente no local.

“Está muito perigoso. O motorista não consegue ver a cratera. Se passar um veículo de maior peso, por exemplo, ela pode abrir ainda mais e até engolir carros.”

De acordo com moradores, comerciantes e motoristas ouvidos pela reportagem, nenhum responsável pela obra na rede de esgoto ou asfaltamento da cidade visitou o local desde que o asfalto cedeu, há mais de dois meses. Por se tratar de uma avenida movimentada, o fluxo constante de veículos contribui para que a cratera aumente.

OUTRO LADO - A Folha entrou em contato com a Prefeitura de Boa Vista para saber que medidas serão tomadas para garantir a segurança dos motoristas e pedestres que utilizam a via, mas até o fechamento da matéria não houve resposta.

***
Gostou?
2
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!