Brasileiro constrói avião nos EUA e pousará em BV neste domingo - Folha de Boa Vista
VIAGEM
Brasileiro constrói avião nos EUA e pousará em BV neste domingo
Aeronave já saiu dos Estados Unidos, com destino ao Rio de Janeiro, mas neste domingo (1°) pousará no Aeroporto Internacional de Boa Vista
Por Edílson Rodrigues
Em 29/02/2020 às 21:52
Aeronave começou a ser construída em 2015 e o projeto foi concluído em 2018 (Foto: Reprodução/Google Fotos/Guilherme Barros)

O carioca Guilherme Barros tem 40 anos, mas aos 18 anos foi para os Estados Unidos e atualmente mora na cidade de Madison, no estado americano Wisconsin. 

Barros é formado em psicologia, mas trabalha com tecnologia da informação, o que facilitou a colocar em prática o projeto de construir uma aeronave. 

Segundo ele, o projeto ficou pronto em julho de 2018 e, a partir daí, Barros e sua esposa Mary têm viajado bastante desde então, por volta de 500 horas de voo nesses dois anos.

Barros trabalha com tecnologia da informação, o que facilitou a colocar em prática o projeto de construir uma aeronave 

O casal já está voando dos Estados Unidos para o Rio de Janeiro. “Mas antes de chegar ao destino final, já paramos em algumas cidades de outros países, como na Ilha Grenada, no Caribe”, disse Barros.

“Inclusive, já estamos a caminho do Brasil e neste domingo pousaremos no Aeroporto Internacional de Boa Vista. Ouvi dizer que nesta cidade tem ótimas pizzarias”, brincou. Ele contou que o avião pousará entre às 15h30 e 16h.

“É importante destacar que minha esposa Mary ajudou muito com esse projeto, colaborando com mais de 500 horas de construção e também tirou brevê para vir comigo nesse voo. Ela passou na prova de piloto em janeiro”, comentou Barros.

O projeto

Barros disse que sempre quis fazer algo assim. Como trabalha com tecnologia da informação, passou muito tempo parado em frente ao computador, pensando e escrevendo. “Queria fazer algo com as mãos, criar algo físico”, afirmou, em entrevista exclusiva à Folha Web.  

Guilherme Barros e sua esposa Mary levaram 42 meses para construir o avião

Ele contou que começou o projeto de construir uma aeronave em 2015, e que as peças foram sendo adquiridas em uma empresa nos Estados Unidos. “Aqui tem uma firma que faz meio que um kit. Você compra as peças em alumínio, corta, dobra, faz buraco, e constrói com rebite”, disse Barros. 

Questionado sobre qual a peça mais difícil de ser encontrada, ele explicou que “o difícil é ter um projeto grande assim e fazer aos poucos, todo dia um pouco”. 

A aeronave, que começou a ser construída em 2015, precisou de 42 meses e 3 mil horas para ser concluída

Barros não revelou quanto gastou, mas informou que investiu bem menos caso comprasse um avião equivalente. A aeronave tem dois assentos, motor de 180 hp. 
“Meus planos de voo normalmente são por volta de 9 mil pés de altitude, uns 275 km/h, consumindo 28 litros/hora. Tem autonomia de por volta de 1.150 km”, ressaltou Barros.
Sobre a autorização americana para voar, ele disse que nos Estados Unidos não é difícil conseguir. “É bem fácil, tem muito avião e pouca burocracia. Aeroportos raramente cobram para pousar, aliás acho que somente os enormes como Chicago, Atlanta, talvez Miami, cobram”, frisou.  

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
40
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Bunito disse: Em 01/03/2020 às 08:09:13

"Essa aventura no Brasil de hoje, seria missão impossível. É a terra do não pode nada."