Moto Clubes se unem para doar sangue e sensibilizar a população - Folha de Boa Vista
CAMPANHA SOLIDARIA
Moto Clubes se unem para doar sangue e sensibilizar a população
Dia 25 de novembro comemora-se o dia do doador de sangue
Por Folha Web
Em 25/11/2021 às 08:00
A meta é coletar 80 bolsas de sangue, diz integrante de Moto Clube (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

Em comemoração ao dia Nacional do Doador de Sangue, dia 25 de novembro, 16 Motos Clubes do Estado vão se reunir neste sábado, 27, no Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) para doar sangue e alertar a população a também fazerem doações. 

No dia 25 de novembro comemora-se o dia do doador de sangue, com objetivo de agradecer aos doadores por ser ato de solidariedade. Além de sensibilizar a população a se tornar um doador.

Janus Moreira, 45, integrante do Moto Clube AMM (Adventist Motorcycle Ministry), explica que a meta é doar 80 bolsas de sangue. Além de incentivar as pessoas a doarem. “Esse projeto teve início no ano passado ainda no primeiro ano do Moto clube AMM, mas a gente reuniu também todos os outros moto clubes para fazer parte desse movimento. Em 2020 nós fizemos 72 coletas, e esse ano nós queremos atingir a meta do Hemocentro, que é coletar 80 bolsas de sangue. Além de doarmos, queremos incentivar a população a também fazer essa ação”, relata ele.

Juliane Uchoa é gerente de captação do Hemoraima (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

A gerente da captação de doadores do Hemoraima, Juliane Uchoa, diz que as campanhas para doação de sangue são de fundamental importância para que o estoque não fique em níveis baixos.

“O estoque do Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima vive constantemente em nível inadequado por conta da demanda que a unidade, no qual abastece todas as unidades hospitalares do Estado, e com isso a reposição não acompanha. As campanhas são de suma importância, porque através delas nós conseguimos números significativos de bolsas”, frisa a gerente.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
1
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!