PUBLICIDADE
EM RORAIMA
109 mil trabalhadores podem sacar FGTS
Trabalhadores poderão sacar até R$ 500 por conta aberta que possuírem
Por Polyana Girardi
Em 07/08/2019 às 00:25
Saques imediatos estarão disponíveis a partir de setembro até março de 2020 para os beneficiários (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

Até o final deste ano, quase R$ 38 milhões devem ser injetados na economia de Roraima, frutos dos saques de até R$ 500 do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Esse deve ser o valor sacado por 109 mil roraimenses. O montante exato é de R$ 38.249.636,68. 

A Caixa Econômica iniciou os pagamentos nessa segunda-feira (5) para quem tem conta no banco e, a partir de setembro, o trabalhador que não é cliente do banco poderá fazer um saque imediato de até R$ 500 por conta do FGTS, limitado ao saldo da conta.

PUBLICIDADE

Todos os trabalhadores com contas ativas ou inativas do FGTS podem sacar até R$ 500 de cada conta. O pagamento vai até 31 de março de 2020.

Se o trabalhador tiver conta poupança na Caixa, o valor será depositado automaticamente. No caso de não desejar retirar os recursos, é necessário informar ao banco por meio dos canais divulgados em fgts.caixa.gov.br, até 30 de abril de 2020, para que os procedimentos necessários sejam tomados e os valores não sacados retornem à conta vinculada ao FGTS. 

Os saques do Fundo de Garantia do tempo de Serviço estarão disponíveis a partir de setembro conforme cronograma divulgado com a data de aniversário do trabalhador, seguindo até o dia 31 de março de 2020. O beneficiário que possuir conta poupança na Caixa Econômica terá o valor depositado automaticamente na conta conforme o calendário:

Para quem não possui conta poupança na Caixa, deve seguir cronograma abaixo para início do pagamento. Para quem possui Cartão e senha do Cidadão, o saque pode ser feito nos terminais de autoatendimento.

Economista alerta 
Saque do FGTS traz consequências

O economista ressalta que antes de aderir a qualquer nova modalidade de saque, beneficiário deve pesquisar regras (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

O economista e professor Dorcílio Erick esclareceu dúvidas sobre o saque imediato do FGTS e ressaltou a importância da população que futuramente optar por migrar para a modalidade saque aniversário que está disponível apenas no ano de 2020. 

“É importante salientar que o limite de saque por conta será de R$ 500, seja ela ativa ou inativa. O que também vale destacar é sobre ação do governo que dará o direito de o trabalhador fazer esse saque anual, mas com algumas observações que poucas pessoas estão atentas, como o fato de ter que passar dois anos nessa modalidade sem direito a arrependimentos. A melhor opção é não retirar o FGTS no ano que vem, pois o montante acumulado serve para emergências, mas cada um possui planejamento financeiro e poderá avaliar sua real necessidade”.

Jenner dos Santos trabalha com comércio e espera pela data na qual vai realizar o saque em quatro contas inativas. De acordo com ele, o dinheiro será usado para a compra de um transporte, somado a outras economias acumuladas durante alguns anos. 

“Meu objetivo é ter um transporte e realizar a compra à vista. A iniciativa do saque imediato foi boa, mas o saque aniversário ainda desconheço as regras para decidir se vou optar, mas qualquer atitude que limite o valor do saque, na minha opinião, se torna injusta, já que sou dono do dinheiro”, avaliou.

***
Gostou?
1
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!