PUBLICIDADE
PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO
Após anúncio de reforma, vendedores temem não ser realocados
A área de alimentação da Praça das Águas já começou a ser desativada para reforma
Por Folha Web
Em 10/07/2019 às 14:16
A Praça das Águas vai passar pela primeira etapa de reforma e revitalização em sua área de alimentação. (Foto: Diane Sampaio/FolhaWeb)

*Matéria atualizada às 16h40 com resposta da PMBV

A Praça das Águas vai passar pela primeira etapa de reforma e revitalização em sua área de alimentação. A informação saiu no Diário Oficial do Município (DOM) do dia 24 de junho. Por isso, os cerca de 110 vendedores que trabalham no local têm até o próximo dia 26 de julho para desocupar a área. Alguns deles, no entanto, temem não ser realocados.

Na época da publicação no DOM, a Prefeitura Municipal de Boa Vista (PMBV) informou que os permissionários que já trabalhavam no espaço de alimentação, e que estivessem com suas obrigações em dia, seriam os prioritários nas ocupações dos novos quiosques, que permanecerão com construção localizada no mesmo ponto atual.

Contudo, na manhã desta quarta-feira, 10, alguns vendedores relataram à equipe de reportagem da Folha que ainda não tinham recebido nenhuma informação sobre o novo local de trabalho.

“Quem está adimplente está sendo chamado para escolher um local de realocação. Quem estava inadimplente se regularizou para poder escolher. E quem não se regularizou e não conseguir fazer isso até o dia 26? A reforma deve durar um ano, o que vamos fazer durante esse tempo?”, apontou um dos vendedores, que preferiu não se identificar.

PUBLICIDADE

Os vendedores que estavam no local destacaram não ser contra a reforma. “Só estamos preocupados, porque até agora não recebemos nenhuma informação da prefeitura. Queremos um posicionamento sobre nossa situação”, disse uma vendedora.

REFORMA – Conforme a Prefeitura, a previsão é que as etapas de finalização no local sejam cumpridas até maio de 2020. O custo da primeira etapa de revitalização gira em torno de R$5.029.062,61.

PREFEITURA – Sobre o assunto, a Prefeitura apenas informou que os permissionários que já trabalham no espaço, e que estiverem com suas obrigações em dia de acordo com a legislação, serão realocados, receberão capacitação e orientações técnicas pra atuarem ainda melhor.

A gestão, no entanto, não se posicionou em relação aos que não estão adimplentes.

***
Gostou?
0
2
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!