PUBLICIDADE
13º SALÁRIO
Jalser anuncia antecipação de 13º para servidores 
Renier disse que o pagamento antecipado da 1ª parcela do 13º salário, antes da transferência do duodécimo, demonstra austeridade na gestão
Por Folha Web
Em 13/06/2019 às 00:51
O presidente da Assembleia Legislativa, Jalser Renier, em entrevista para a Folha (Foto: Ascom ALE)

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier (SD), anunciou durante entrevista exclusiva à Folha, a antecipação do pagamento da primeira parcela do décimo terceiro dos servidores do Poder Legislativo para o próximo sábado, dia 15.

Conforme ele, o pagamento deve ser efetuado na sexta-feira, dia 14, e os servidores poderão dispor do valor no dia seguinte após compensação bancária. Jalser destacou que sua gestão tem procurado priorizar os servidores, e que a antecipação do décimo terceiro demonstra isso. “Nossa gestão tem procurado trabalhar com planejamento e por isso foi possível priorizar mais essa ação que tem como foco o bem estar do nosso servidor da Assembleia Legislativa”, salientou.

Ele pontuou que o pagamento antecipado da primeira parcela do 13º salário, mesmo antes da transferência do duodécimo referente ao mês de junho, demonstra austeridade na gestão. “É um novo modelo de planejamento que fez com que a Assembleia Legislativa pudesse, desde o início do ano, reservar recursos que não são dela, e sim dos servidores da Casa”, acrescentou.

Jalser disse ainda que a medida beneficia o comércio local, uma vez que aquece as vendas. “Acredito que nosso servidor vai poder ajustar suas contas, executar o que já tinha planejado com esse dinheiro e ainda vamos contribuir com a movimentação da economia do nosso estado nesse período de festas juninas e férias escolares”, disse.

O presidente da Assembleia Legislativa citou como medidas que beneficiam o servidor a aprovação do PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração) dos servidores públicos do Poder Legislativo em 2017, e a oferta de cursos de especialização e capacitação, como forma de desenvolver o potencial de cada profissional.

Outra aposta do Poder Legislativo, segundo Jalser, é a promoção da qualidade de vida entre seus servidores. Uma das ferramentas são os convênios, ofertados por meio da Assepol (Associação dos Servidores do Poder Legislativo).

A associação reúne mais de 100 convênios, entre planos de saúde e odontológico, descontos em cinemas, mensalidades em escolas particulares, convênios com parques aquáticos, com redes de supermercados e drogarias, em postos de gasolina, além da estrutura do prédio com piscina, campo de futebol e salão para eventos.


Governo e Prefeitura pagam 1ª parcela do 13º salário só no final do mês de junho

Polyana Girardi
Editoria de Cidade 


Servidores municipais e estaduais devem esperar até o final do mês por gratificação (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

A primeira parcela do décimo terceiro salário, gratificação garantida por lei no país, só será pago aos servidores estaduais e municipais no final do mês de junho. O calendário de pagamento de servidores do município prevê que a primeira parcela do 13º salário seja paga até o dia 24 de junho. De acordo com informações da prefeitura de Boa Vista, o servidor recebe calendário anual para que possa acompanhar os dias de pagamento da gestão municipal.

Já o governo Estadual informou que a data para o pagamento da primeira parte do 13º salário aos servidores do estado será no dia 28 de junho. O valor injetado na economia local, juntamente com os pagamentos referentes ao mês de junho, será de R$ 115 milhões de reais.

Ainda de acordo com informações do Governo, a crise financeira no Estado permanece por conta de despesas contraídas nas gestões anteriores, mas o pagamento será feito a partir do arrecadado pelas receitas ordinárias, como Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA), Imposto de Renda e Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD), além de taxas e repasse do Fundo de Participação dos Estados por parte do Governo Federal.

Francisco Figueira, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Civis Efetivos do Poder Executivo de Roraima (Sintraima), disse que o governo deve cumprir com as obrigações de pagar os servidores estaduais e avaliou como positiva a atitude. “O compromisso também é obrigação de pagar em dia os trabalhadores. A décima terceira parcela sendo paga com a renumeração, nós agradecemos. Nós esperamos que o compromisso se estenda para pagamento das progressões e planos de cargos também previstos por lei. Nós nos empenhamos para pedir a intervenção Federal e acreditamos que a atitude possibilitou o pagamento do 13º salário, pois não havia possibilidades de que isso ocorresse sem o governo Federal”, disse Francisco.

RVS disse: Em 13/06/2019 às 11:02:45

"Com munição alheia dar-se tiro em rolinha com bala de canhão.... essa grana aí é do Estado que deixa de atender seus servidores e população p bancar vaidades de quem quer ser notícia..."