PUBLICIDADE
EM MUCAJAÍ
Cinco pessoas são acusadas de participar em chacina
O crime ocorreu em outubro de 2018
Por Folha Web
Em 23/05/2019 às 12:12
Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR). (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) denunciou à Justiça cinco acusados pelo envolvimento na chacina que resultou na morte de três pessoas, além de uma tentativa de homicídio, fato ocorrido em outubro de 2018, no município de Mucajaí.

Segundo a denúncia, Janderson dos Santos Buritis, de 11 anos, o tio da criança Francisco Vitor dos Santos, 32, e o padrasto Lucas Gomes Trajano, 21, foram executados a tiros dentro de casa. Na ocasião, uma criança de seis anos ficou ferida. Os crimes ocorreram por volta das 3h30 da manhã, no bairro Sagrada Família.

Consta na denúncia oferecida pela Promotoria de Justiça da Comarca de Mucajaí, no último dia 16 de maio, que o denunciado Lucas Tomaz de Sousa e Gilberto Souza Pereira invadiram a casa das vítimas e em seguida iniciaram os disparos com arma de fogo.

Após ouvir os tiros, a vítima Lucas Gomes, que estava em outro cômodo da casa com a esposa, armou-se com um facão e travou luta corporal com Gilberto Souza. Durante a briga, os dois morreram.

As investigações apontaram, ainda, que a esposa de Lucas Gomes só sobreviveu ao atentado após esconder-se dentro do guarda-roupa.

Para o Promotor de Justiça Ulisses Moroni, o crime foi cometido mediante recurso que dificultou as defesas das vítimas e por motivo torpe. "O fato se deu em razão de suposta mudança de facção por parte da vítima Lucas Gomes, e com relação às demais vítimas, apenas pelo simples fato de estarem no local do crime", esclarece.

Organização Criminosa
As investigações também apontaram a participação de mais quatro denunciados por organização criminosa. Segunda a denúncia, os acusados encomendaram a morte de Lucas Gomes por supostamente integrar outra facção criminosa, o que acabou resultando na morte das demais vítimas.

Lucas Tomaz de Sousa foi denunciado pelo homicídio triplamente qualificado, por tentativa de homicídio e por integrar Organização Criminosa. Os demais comparsas de Lucas foram denunciados por integrar organização criminosa.

***
Gostou?
3
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!