PUBLICIDADE
EM RORAIMA
Cresce produção de orgânicos
O MAPA monitora os organismos de controle social para produção de orgânicos dentro do contexto da agricultura familiar
Por Polyana Girardi
Em 30/05/2019 às 09:00
Alimentos orgânicos, itens cultivados por meio da agricultura familiar, ganharam espaço na mesa do consumidor (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

O número de Organismo de Controle Social (OCS), grupos de produtores de itens orgânicos, cresceu nos últimos dois anos em Roraima. De acordo com Steven Nicodem, auditor fiscal do Mapa-RR, são mais de 50 agricultores divididos em nove OCS. “Há cincos anos existiam apenas dois organismos de controle Social e nesse ano o número subiu para nove. A produção de alimentos orgânicos está crescendo no estado e apresenta interesse de expansão desses agricultores que então envolvidos com cursos de capacitação, o que nos aponta aspectos positivos de evolução”

Steven Nicodem explica que os orgânicos apresentam restrição de comercialização, por isso é importante que o agricultor se cadastre em uma OCS. “Quando o produtor faz parte desses grupos não é necessário CNPJ para que vendam em feiras ou entreguem na casa dos consumidores os produtos. Nós realizamos a fiscalização prévia com emissão de declaração vinculado a organismo de controle Social possível somente para a agricultura familiar, o que torna então a venda desses alimentos orgânicos legalizados fora de mercados”

Esse mapeamento da produção orgânica roraimense faz parte da campanha nacional “Produto Orgânico – melhor para a vida”, cujo objetivo é informar ao consumidor como reconhecer o produto nos locais de comercialização e estimular que ele participe como agente no controle da qualidade orgânica, melhorando a relação de confiança com os produtores.

PUBLICIDADE
***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!