PUBLICIDADE
DENÚNCIA
Delegacias de Roraima podem parar por falta de papel e combustível
De acordo com um servidor da Polícia Civil, os problemas são antigos e os impactos já começam a ser visíveis neste início de semana
Por Folha Web
Em 15/07/2019 às 10:25
Funcionário relata que a própria população estaria levando papel para garantir a confecção de Boletim de Ocorrência (Foto: Divulgação)

*MATÉRIA ATUALIZADA ÀS 13h51 DESTA QUARTA, DIA 17

Delegacias de Roraima podem parar de funcionar por falta de papel e combustível para as viaturas. A denúncia foi feita por um servidor da Polícia Civil na manhã desta segunda-feira, dia 15.

De acordo com o funcionário, ambos os problemas são antigos, no entanto, a situação acabou chegando ao seu nível crítico na manhã de hoje. "Em algumas situações, a própria pessoa é quem traz o papel para confeccionarmos o Boletim de Ocorrência (B.O), porque não houve a reposição de papel na delegacia", disse.

PUBLICIDADE

Ainda segundo o servidor, falta combustível para as viaturas. Sem o produto, as delegacias ficam inviabilizadas de dar continuidade aos serviços mais urgentes da polícia.

"Com as viaturas desabastecidas, a polícia fica impedida de realizar desde a atividade mais básica, como uma diligência, a mais trabalhosa, como realizar o encaminhamento de suspeitos para custódia", completou.

Sobre os problemas, a Polícia Civil de Roraima (PCRR) informou, por meio de nota, que os problemas relatados na reportagem estão sendo resolvidos. Os contratos com as empresas que fazem o repasse de insumos para as unidades, segundo o órgão, estão sendo ajustados e em alguns casos relicitados, devido às inúmeras dívidas deixadas pela gestão anterior.

Sobre os equipamentos que fazem a impressão dos boletins, a nota ressalta que já estão sendo adotadas medidas de urgência, como remanejamento de impressoras pertencentes ao patrimônio do Estado e aquisição de novas máquinas e aluguel de outros equipamentos para atender as unidades da Polícia.

Com relação à falta de papéis, o órgão informou que está regularizando o abastecendo das unidades. "Já houve a contratação da empresa responsável pelo fornecimento, sendo que o material deve ser entregue no decorrer desta semana", completou.

Quanto ao combustível, o órgão explicou que está havendo a substituição da empresa responsável pelo fornecimento e, em razão da mudança, o procedimento de abastecimento sofrerá alterações no transcorrer da semana. "As atividades emergenciais permanecem inalteradas, sendo que nenhuma atividade será prejudicada", finalizou.

VEJA MAIS

Contratos de fornecedores estão sendo revistos, diz Policia Civil

***
Gostou?
3
6
SOUSA disse: Em 15/07/2019 às 14:29:18

" para faltar combustível mesmo, com tanto uso desmedidos e de forma irregular dos veículos policiais, em especial do interior, não admira a falta, tal fato pode ser facilmente comprovado com uma simples visita"

Manuel disse: Em 15/07/2019 às 13:19:50

"A PM tão presente e atuante em todo o estado. Não lembro de ter visto reclamações da Instituição em falta de suprimentos, condições das instalações... Seria gestão?"

THIAGO CASTRO disse: Em 15/07/2019 às 12:18:43

"ô novidade hein , falta muito pouco pra PC inteira fechar as portas , não tem absolutamente nada nas delegacias e pasmem : nem o dinheiro das inscrições do concurso devolveram "

Rildo Lopes disse: Em 15/07/2019 às 12:07:27

"Aí o excelentíssimo governador utiliza a cerimonia em comemoração ao aniversario do município para falar asneiras. O significado para politico deveria ser (Comediante = são pessoas que faz graça, palhaçadas, brincadeiras para as pessoas que participam deste tipo de entretenimento e diversão) "