Empresária acusa ex-vereador de ameaças e extorsão - Folha de Boa Vista
CASO DE POLÍCIA
Empresária acusa ex-vereador de ameaças e extorsão
Uma Medida Protetiva de urgência foi concedida pela Justiça
Por Folha Web
Em 22/06/2022 às 06:00
A empresária e o ex-vereador tiveram um relacionamento amoroso por cerca de oito meses e estão separados há cerca de 15 dias (Foto: Divulgação)

A empresária L.C.M., de 51 anos, acusa o ex-vereador de Pacaraima E.S.C., de 35 anos, de ameaças e extorsão. Uma Medida Protetiva de urgência foi concedida pela Justiça no último domingo, 19. A vítima foi representada por seu advogado Fernando Medeiros, que procurou a Folha BV.

De acordo com o advogado, a empresária e o ex-vereador tiveram um relacionamento amoroso por cerca de oito meses e estão separados há cerca de 15 dias. “Ela vem recebendo ameaças e se sente insegura”, disse Medeiros, que também é filho da vítima.

INÍCIO

Segundo relato do advogado, a empresária começou a receber as ameaças e extorsão através de um aplicativo de mensagens, antes do término do relacionamento, onde uma pessoa pede o pagamento de uma dívida de R$2.900. Além disso, de fazer ameaças ao neto de cinco anos, a nora e o filho dela.

“Ou você entrega o seu filho ou poderá acontecer um acidente na sua escola, na sua casa ou com o seu neto. Já estivemos duas vezes na sua casa esperando ele. Ou entrega ele hoje, ou sofre as punições. Seu neto e nora estão em sua casa em frente a igreja”, diz um dos trechos das mensagens enviadas a vítima.

Mensagem recebida pela empresária (Foto: Arquivo Pessoal) 

Em outra mensagem, uma foto da residência onde o neto da vítima mora foi enviada para a empresária com o intuito de intimida-la. “Mande a polícia para ver o que fazemos”, quis a mensagem.

Trecho das mensagens recebidas pela vítima (Foto: Arquivo Pessoal) 

De acordo com Medeiros, a empresária foi até a Delegacia de Polícia e registrou um Boletim de Ocorrência. Ainda segundo ele, após investigações da Polícia Civil foi constatado que E.S.C. seria a pessoa por trás das mensagens, o que motivou o fim do relacionamento.

“As ameaças eram para fazer uma transferência bancária para certas pessoas, porém ela não desconfiava que fosse ele. No decorrer das investigações, a polícia constatou que era e intimou ela e contou tudo”, explicou Medeiros.

Após o fim do relacionamento, as ameaças e perseguições seguiram, conforme informou o advogado. “Ele perseguiu ela, já riscou o carro da vítima. A procurou diversas vezes para retirar as queixas, o que ela não vai fazer”, disse.

Conforme o advogado, o número utilizado para as ameaças seria de um terceiro, que já prestou serviços para a empresária e que o ex-vereador teria tirado um chip em nome do homem.

OUTRO LADO

A reportagem entrou em contato com o ex-vereador que nega as acusações. Segundo ele, a empresária está “fazendo um inferno na vida dele” e fez acusações contra a empresária e o advogado. Inclusive, alegou que eles tem problemas na Justiça.

“Essas acusações não procedem. Antes de falar de mim, eles têm que vê os problemas deles primeiro. Ela é que está fazendo ‘inferno na minha vida’ e inventado história”, disse.

De acordo com o ex-vereador, o motivo do término dele e da empresária, seria por conta do filho dela.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
1
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!