Faltam R$ 80 milhões para conclusão de obras em rodovias federais - Folha de Boa Vista
DNIT
Faltam R$ 80 milhões para conclusão de obras em rodovias federais
Em entrevista à Rádio Folha FM 100.3, superintendente regional do DNIT informou que sem os recursos, os projetos serão paralisados
Por Folha Web
Em 20/09/2021 às 06:02

Para concluir obras prioritárias em rodovias federais de Roraima no prazo estipulado, o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) precisa de aproximadamente R$ 80 milhões. A informação foi dada pelo superintendente regional, Marcelo Geber, durante entrevista ao programa Agenda da Semana, da Rádio Folha FM 100.3, apresentado pelo economista Getúlio Cruz.

Geber explicou que o DNIT só receberá verbas do governo federal após a aprovação da LOA (Lei Orçamentária Anual) 2022. Se a LOA for aprovada após o prazo previsto (final deste ano), os repasses poderão sofrer atrasos. A principal consequência disso para Roraima será a paralisação de obras nas rodovias federais do estado. 

O superintendente regional do DNIT em Roraima sugeriu que a bancada federal do estado se mobilize para alocar os recursos financeiros. “A gente enviou ofício circular para todos os deputados e senadores. Eles estão cientes dessa demanda”, pontuou. 

Um dos projetos são obras de contenção na BR-174 no trecho que dá acesso ao município de Pacaraima, no norte do Estado. A data prevista para finalização dos trabalhos é maio de 2022. Mas, são necessários ainda R$ 30 milhões para que esse cronograma seja cumprido. “Se esse recurso chegasse pra gente este ano, seria perfeito. Caso contrário, as obras serão suspensas porque teremos que esperar a aprovação da LOA”, justificou.

Sobre a duplicação da BR-174, após a ponte do rio Cauamé, a obra ainda não foi feita porque o DNIT não repassou ao Governo de Roraima os valores correspondentes ao orçamento, que é de R$ 20 milhões. O montante equivale apenas à primeira fase de execução. O projeto todo deverá custar R$ 120 milhões. “Ou seja, o projeto não será concluído neste ano, ou no ano que vem, talvez a partir de 2023 porque faltam muitos recursos”, esclareceu Geber. 

Já na BR-432, as obras de pavimentação estão divididas em dois lotes. O primeiro compreende o trecho localizado entre os quilômetros zero e 36. A empresa contratada deveria entregar neste ano 12 quilômetros construídos, mas devido às fortes chuvas, isso não foi possível. Foram concluídos apenas dois quilômetros. Para esta obra, o DNIT aguarda a liberação de R$ 20 milhões pelo governo federal.

O segundo lote é um convênio firmado com o 6º BEC por meio de TED (Termo de Execução Descentralizada) para a construção de 12 quilômetros de pavimentação entre os quilômetros 168 e 180. O Exército já entregou cinco quilômetros no ano passado, cinco deverão ser finalizados até janeiro de 2022 e os últimos dois quilômetros deverão ficar prontos até maio do ano que vem. Para este projeto, ainda faltam R$ 10 milhões, que também deverão ser assegurados pela LOA 2022.

Já sobre a duplicação da BR-401, Marcelo Geber destacou que uma parte do projeto deverá ser entregue até março do ano que vem, se nenhum imprevisto acontecer. “Os recursos pra fazer a pavimentação e o acostamento até a ponte sobre o (rio) Uraricoera, no quilômetro 580 estão garantidos. O montante já está na conta do Estado”, salientou. 

O superintendente regional do DNIT em Roraima finalizou a entrevista informando que na BR-210, estão sendo feitos o revestimento primário de vários trechos já pavimentados que estão em situação precária. Em outros trechos, a empresa contratada está realizando uma operação de tapa-buracos.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
1
2
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!