Frente fria não tem força para chegar a Roraima, diz meteorologista - Folha de Boa Vista
TEMPERATURAS
Frente fria não tem força para chegar a Roraima, diz meteorologista
Temperaturas devem permanecer praticamente inalteradas no Estado, na próxima semana, em relação à atual
Por Lucas Luckezie
Em 13/05/2022 às 15:30
Roraima enfrenta período chuvoso, que vai de abril a setembro (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

O Brasil deve enfrentar na próxima semana um dos frios mais intensos em décadas, principalmente Centro-Oeste e Sudeste, com temperaturas abaixo de zero em alguns lugares. Mas a frente fria que entra no País pelo litoral não deve chegar a Roraima, conforme explica o meteorologista Ramon Alves.

"[A frente fria] é originada na massa do ar polar e predomina sobre a massa de ar quente, baixando as temperaturas, principalmente na região Sul do Brasil", explicou. “No máximo, [a frente fria] pode atingir alguma região do Amazonas, mas aqui a gente não tem nenhum registro de uma frente fria chegar aqui”.

Portanto, as temperaturas devem permanecer praticamente inalteradas no Estado, na próxima semana, em relação à atual, neste período chuvoso.

Segundo o site Climatempo, na capital Boa Vista, por exemplo, de segunda (16) a quinta-feira (19), a mínima será de 24 graus celsius, enquanto a máxima deve variar de 32 a 27 graus (esta a ser registrada na sexta, dia 20).

Alves lembra que Roraima está localizado na Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) - área do mapa onde há o encontro dos ventos regulares dos hemisférios Sul e Norte na superfície -, e é influenciado pelos fenômenos dessa zona.

“A frente fria nunca chegou aqui e a possibilidade é mínima desse evento ocorrer em Roraima. O que pode acontecer é influenciar indiretamente as nossas temperaturas aqui. Até o momento, nunca vi uma temperatura abaixo de 20 graus”, disse.

“A nossa média de temperatura fica em torno de 28, 29 graus, no período chuvoso”, complementou sobre o período entre abril e setembro.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
6
6
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!