PUBLICIDADE
ARRAIAL DO ANAUÁ
Governo Estadual recebeu R$ 165 mil de empresas para arraial 
Expectativa era arrecadar mais de R$ 700 mil das empresas parceiras para a realização do tradicional arraial
Por Polyana Girardi
Em 26/07/2019 às 00:04
Esse ano tradicional arraial do Anauá conta com apoio de parcerias privadas para custear evento (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

O Governo Estadual recebeu cerca de R$ 165 mil de empresas privadas para a realização da 28ª edição do arraial do Anauá, cerca de 23% dos R$ 700 mil que esperava arrecadar das empresas privadas, por meio de aquisição de cotas de patrocínio. Diferente de edições anteriores, o evento conta com parceria público-privada de cinco empresas que oficialmente somaram R$ 50 mil, mas existem outros apoios financeiros que fizeram investimentos em publicidade. O Executivo disponibilizará R$ 460 mil.

A estimativa é de receber 100 mil pessoas em três noites de festa que acontecerá no parque Anauá, principal área de lazer da família boa-vistense, ente os dias 26, 27 e 28 dessa semana. 

PUBLICIDADE

O diretor de Promoção Cultural do Estado de Roraima, Marcos Jhonson, disse que a ideia de convidar as empresas privadas para a realização da festa partiu do governador Antonio Denarium e que, de acordo com ele, em decorrência do cenário de crise financeira, foi necessário parcerias para realizar uma festa menor em recursos, mas com qualidade. 

“Priorizamos questões como estrutura de palco, espaço para vendedores, som e iluminação. Conseguimos colocar outros itens por conta dos patrocínios. A maior empresa de bebidas, por exemplo, ofertou mais R$ 50 mil em serviços para o palco e decoração, então acreditamos que por esse motivo vamos alcançar a planilha inicial devido aos apoios financeiros. Os únicos itens que o governo está pagando são iluminação e as tendas espalhadas. As empresas promovem seus negócios e ganham direito de divulgarem seus serviços.”, explicou.

Marcos Jhonson explicou que a decisão para a realização do arraial, também foi tomada após avaliação sobre a importância do evento para o movimento dos 24 quadrilheiros que atuam ativamente promovendo a cultura da região e a necessidade de investir em oportunidades que geram emprego e renda aos ambulantes, pessoas que farão venda de produtos e de comidas típicas da época. Foram inscritos 200 vendedores ambulantes que pagaram uma taxa de R$ 200 pela utilização do espaço.

 “Nós entendemos que os quadrilheiros realizam um trabalho que merece ser valorizado. São pessoas que se empenham ensaiando durante meses e realizam ações sociais ao tirar jovens da ociosidade. Os comerciantes também aguardavam o arraial para produzir renda extra, já que a festa é algo tradicional durante anos. Nossa expectativa é movimentar em torno de 6 milhões de reias para a economia local”, disse.

A vendedora Edna Rodrigues acompanha há 15 anos o arraial promovido pelo governo estadual e avaliou de forma positiva o evento. “Independentemente que a festa seja menor ou não, é um evento esperado pelo roraimense. As pessoas não têm muita opção de diversão e um espaço como o Parque, quando abriga lazer gratuito, é certo que haverá público. Se a segurança for garantida é possível que a expectativa de comparecimento das famílias supere as estimativas. Faremos uma festa linda e aguardamos a visita da população em nossas barracas”, concluiu.

***
Gostou?
2
2
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!