Governo ainda não tem data para nomear novos policiais penais - Folha de Boa Vista
SISTEMA PRISIONAL
Governo ainda não tem data para nomear novos policiais penais
O Governo informou que está finalizando os procedimentos administrativos para definição da data para nomeação dos aprovados no certame
Por Folha Web
Em 14/10/2021 às 13:30
Os novos policiais concluíram o curso de formação em agosto (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

Os policiais penais aprovados no concurso público ainda aguardam por suas nomeações nos cargos, para que possam dar início ao trabalho no Sistema Prisional de Roraima. Os novos policiais concluíram o curso de formação em agosto deste ano e ainda aguardam pela efetivação.

“O secretário afirmou que essa semana os policiais penais seriam chamados, mas até agora não se tem uma data para a nomeação, estamos passando por dificuldades”, afirma uma das policiais aprovadas no certame.

A policial penal afirmou ainda que foi feito uma reunião com os novos policiais penais junto ao governador do Estado Antonio Denarium nessa quinta-feira, 13, onde teria relatado que não pode nomear os policias por conta da lei complementar 173.

“Na reunião o governador disse que iria entrar com uma ação civil pública devido a lei complementar 173 que os impede de nos nomear”, relatou.

Em entrevista à FolhaFM  no dia 7 de outubro, o secretário André Fernandes falou sobre a prorrogação por mais 90 dias da FTIP (Força de Intervenção Penitenciária) para que os novos policias penais pudessem trabalhar juntamente com os agentes da FTIP até que seja feito a transição no sistema prisional.

Em nota, o Governo do Estado informou que entende o sentimento dos candidatos e informa que está finalizando os procedimentos administrativos para definição da data para nomeação dos aprovados no certame. Tão logo seja concluído esse trâmite, os candidatos serão devidamente nomeados.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
11
18
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!