Imunizantes podem causar reação independente do laboratório fabricante - Folha de Boa Vista
SOMMELIER DE VACINA
Imunizantes podem causar reação independente do laboratório fabricante
Efeitos colaterais podem ocorrer, ou não, com qualquer vacina, seja AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer ou Janssen
Por Folha Web
Em 21/07/2021 às 06:04
Recomendação é que a população vacine com o imunizante que tiver disponível. (Foto: Divulgação)

Mesmo com a demora para início da vacinação contra a covid-19 no Brasil, muitas pessoas passaram a escolher o tipo de vacina que querem tomar, por receio das reações que podem surgir após a aplicação. Conforme especialista ouvida pela Folhabv, preferir um tipo de vacina específica não é garantia de que que não haverá reação.

Sintomas como febre, dor de cabeça ou fadiga são comuns para quem acabou de se vacinar, e podem ocorrer ou não.

Segundo a doutora em Farmacologia, coordenadora do curso de Farmácia do Centro Universitário Estácio da Amazônia, Iara Leão de Souza, é importante que as pessoas entendam que ao se tratar de vacina, normalmente, o corpo gera uma resposta no organismo.

“A gente introduz no corpo do indivíduo ou um vírus, ou vírus inativado, ou um fragmento desse vírus. Portanto, o nosso corpo vai receber um agente e dará uma resposta inflamatória, que as pessoas sentem de forma diferente umas das outras”, completa.

Confira as diferenças entre as vacinas. (Fonte: Agência Brasil)

Recomendação é tomar a vacina que estiver disponível

Ela afirma ainda que os imunizantes aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) são seguros e possuem eficácia para produzir os anticorpos necessários para combater o vírus. “Precisamos vacinar o máximo de pessoas para que possamos retornar às nossas atividades como um todo, enquanto sociedade”, explica.

“E não esqueça: não existe algo que seja melhor atualmente do que receber a vacina contra a covid-19. Lembrando ainda que as vacinas são muito importantes para diminuir a letalidade dos casos e diminuir sua gravidade. Isso ajuda a fazer com que o nosso sistema de saúde consiga tratar melhor as pessoas que venham a contrair a doença”, ressalta.

Reações

Iara Leão explica que uma reação comum é a dor no braço, no local da aplicação. Além disso, algumas pessoas podem ter uma reação mais sistêmica, e os sintomas, geralmente, são parecidos com gripe e febre. Por fim, pode acontecer um mal estar, com fadiga e náusea.

“Isso quer dizer que o seu corpo sinaliza que o seu organismo está produzindo uma resposta contra essa substância, esse fragmento ou esse vírus, que foi introduzido ali na vacina”, observa.

A professora ressalta ainda que não é uma reação própria da imunização contra covid-19. Segundo ela, com todas as outras que são aplicadas desde criança, pode acontecer. “É algo que as pessoas já deveriam estar acostumadas a passar, porque é super comum no nosso dia a dia dos cronogramas vacinais, até porque a gente nunca se preocupou qual era o fabricante dessas vacinas, se tinha um fabricante ou outro”, afirma.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
4
1
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!