Jovem que foi adotado aos oito dias de vida, procura pela mãe biológica - Folha de Boa Vista
DRAMA REAL
Jovem que foi adotado aos oito dias de vida, procura pela mãe biológica
Após anos sem saber quem é sua mãe biológica, Luiz Carlos sonha com o reencontro
Por Folha Web
Em 13/10/2021 às 16:25
Luiz Carlos hoje tem 29 anos e sonha em conhecer a mãe (Foto: Divulgação)

Com apenas oito dias de nascido, Luiz Carlos Correa, foi adotado e levado para o estado do Amazonas. Hoje, com 29 anos, procura pela sua mãe biológica que acredita estar morando ainda em Roraima, no entanto, o jovem possui poucas informações sobre a localização da mãe.

Ele conta que passou a vida toda sem saber informações sobre sua mãe biológica. “Há muitos anos eu venho perguntando da família que me criou pela minha mãe biológica e sempre me diziam que ela havia falecido e só agora em uma conversa com minha mãe adotiva ela me meu deu mais informações e é um direito de todo filho de saber sua verdadeira história”, contou Luiz Carlos.

Segundo ele a mãe biológica se chama Cleudinar da Silva Carvalho e morava no bairro Caetano Filho. Essa é a única informação que Luiz Carlos tem de sua mãe biológica.

“Hoje me chamo Luiz Carlos, estou 29 anos e não tenho minha certidão de nascido, mas sei que me chamava Yago da Silva Carvalho. Fui dado para minha família que me criou com 8 dias de nascido. A história que eu sei é que minha mãe adotiva me falou que minha mãe não tinha condições financeiras para me criar”, relatou.

BUSCAS

A equipe de reportagem da FolhaBV conseguiu algumas informações sobre a localização da mãe de Luiz. A mulher é conhecida como Sheila e estaria morando na vila São Raimundo, no município do Cantá.

INFORMAÇÕES 

Qualquer informação sobre Cleudinar da Silva Carvalho, podem ser repassadas a FolhaBV pelo telefone (95) 99971-5300.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
3
2
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!