PUBLICIDADE
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Júri condena homem que tentou matar esposa a facadas
Francisco Pereira de Souza passa a responder formalmente por tentativa de homicídio triplamente qualificado. O crime ocorreu em outubro de 2017
Por Folha Web
Em 22/08/2019 às 13:18
O feminicídio tentado pelo réu ocorreu em outubro de 2017, no bairro Bela Vista (Foto: Divulgação)

A Justiça Estadual condenou a pena 18 anos e 8 meses de reclusão, em regime fechado, Francisco Pereira de Souza. Ele é o principal suspeito de tentar matar, em 2017, Maria Edna dos Santos Carvalho, na época sua companheira.

O Ministério Público de Roraima (MPRR) foi quem solicitou a condenação de Souza, que já teria agredido a esposa por várias ocasiões. O réu e a vítima conviviam em união estável há cerca de nove meses, em um relacionamento conturbado e marcado por discussões e ameaças por parte do denunciado.

Em outubro de 2017, Edna dos Santos foi atacada a golpes de faca na frente dos filhos de 4 e 5 anos, que ainda tentaram impedir o crime. Segundo o MP, as agressões só pararam depois da intervenção de um vizinho.

PUBLICIDADE

Segundo o promotor de Justiça Igor Naves, as agressões contra a vítima mostram uma realidade alarmante de violência enfrentada por mulheres no Brasil.

"A decisão dos jurados foi exemplar. Infelizmente, a lei por si só, não resolverá o problema de violência doméstica no País, mas é uma resposta positiva da sociedade de que devemos dar um basta a esses crimes", destacou.

Na sentença, os jurados acompanharam o pedido do Ministério Público e condenaram o réu por homicídio triplamente qualificado, previsto no artigo 121, parágrafo 2º, incisos III (meio cruel), IV (recurso que dificultou a defesa da vítima) e VI (Feminicídio) do Código Penal.

*INFORMAÇÕES: Ascom MPRR.

***
Gostou?
3
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!