MP pede que governo e prefeitura suspendam vacinação de adolescentes  - Folha de Boa Vista
COVID-19
MP pede que governo e prefeitura suspendam vacinação de adolescentes 
Ministério Público quer que os gestores locais sigam a determinação do Ministério da Saúde; no entanto, a vacinação deste público continua liberada
Por Folha Web
Em 17/09/2021 às 16:58
MP quer que a vacinação de adolescente sem comorbidades seja suspensa (Foto: Arquivo/Folha)

Após o Ministério da Saúde ter dado orientação para que a vacinação de adolescentes fosse restrita apenas a quem têm deficiências permanentes, tenham comorbidades ou estejam privados de liberdade, o Ministério Público expediu ofício ao secretário municipal de Saúde de Boa Vista nesta quinta-feira, 16, para que a orientação seja seguida.

No entanto, o Governo do Estado e prefeituras se reuniram na tarde de ontem, 16, e decidiram que a vacinação dos adolescentes está mantida, tenham eles comorbidades ou não. 

A Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde do MPRR argumentou que internações e casos graves entre os adolescentes é menor, comparado com o público adulto, e afirma que a preocupação é a falta de vacinação. Roraima recebeu hoje 42.120 imunizantes da Pfizer/BioNTech.

“O índice de internações e agravamento da doença entre crianças e adolescentes, com relação ao público adulto, é bem baixo, não há impacto significativo no sistema de saúde, além de responderem bem ao tratamento quando doentes. Então consideramos que a prioridade é reforçar a imunização dos adultos nesse momento”, destacou o promotor Igor Naves.

A coordenadora geral de Vigilância em Saúde do Governo do Estado, Valdirene Oliveira, explicou que há doses suficientes, que não há registro de eventos adversos graves após a aplicação da vacina, e ressaltou ainda a confirmação de presença da variante Delta no Estado. 

A Prefeitura de Boa Vista também informou que vai manter a vacinação de jovens de 12 a 17 anos de idade sem comorbidades mesmo após recomendação do Ministério da Saúde para suspensão.

“A nota da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que aponta não existir, até o momento, evidências que subsidiem ou demandem alterações nas condições aprovadas para a vacina da Pfizer. E na Nota Conjunta em que Conass e Conasems reforçam a importância da vacinação de adolescentes contra a COVID-19”, informou a prefeitura de Boa Vista, em nota à imprensa. 

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
2
14
Cadastrar-me Enviar Comentário
SANTOS disse: Em 18/09/2021 às 10:25:52

"- O Ministério Público não tem que PEDIR, mas DETERMINAR QUE SEJA SUSPENSO O USO DAS VACINAS EM TELA. Os gestores estaduais ou municipais não tem autoridade para contrapor-se a determinações federais. Eles cumprem ou chame-se a Polícia Federal. Por causa dessa inobservância da hierarquia é que o País está essa bagunça, porque nem mesmo o STF, que se diz GUARDIÃO DA CONSTITUIÇÃO a respeita e, destarte, perde o poder de exigir que todos a cumpram."

Martins Silva disse: Em 18/09/2021 às 06:09:13

"Tem que vacinar os adolescentes pra voltarem a estudar e as crianças que já voltaram primeiro deveriam ser vacinadas também, o MP recomendando que suspenda é um ato de tamanha falta de humanidade!"