Mais de 76 mil venezuelanos foram interiorizados desde 2018  - Folha de Boa Vista
DADOS DA IMIGRAÇÃO
Mais de 76 mil venezuelanos foram interiorizados desde 2018 
Segundo os dados, as cidades em que mais acolheram foram Manaus, Curitiba, São Paulo, Dourados e Chapecó
Por Folha Web
Em 13/06/2022 às 14:16
Deste número, 71.773 viajaram de avião e 4.625 de ônibus nos últimos quatro anos (Foto: Divulgação)

Os dados da interiorização de migrantes venezuelanos para o Brasil divulgados pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), mostram que de 2018 para maio deste ano, 76.398 foram beneficiados pelo projeto e embarcaram em busca de oportunidades para outros estados. 

Deste número, 71.773 viajaram de avião e 4.625 de ônibus nos últimos quatro anos. Foram totalizados em 836 os municípios que receberam os venezuelanos beneficiários do projeto. 

Segundo os dados da pesquisa, as cidades em que mais acolheram foram Manaus, Curitiba, São Paulo, Dourados e Chapecó. 

A população interiorizada conta com o apoio de casas de passagem criadas para receber e apoiar os venezuelanos por alguns dias, sendo um ponto de apoio intermediário entre o embarque em Boa Vista ou Manaus e o local de destino final das pessoas refugiadas e migrantes. 

Verônica, mãe de três filhos, é uma das imigrantes beneficiadas pela Estratégia de Interiorização

Histórias da interiorização 

Após percorrer um trajeto repleto de dificuldades da Venezuela para o Brasil, Verônica, mãe de três filhos, é uma das imigrantes beneficiadas pela Estratégia de Interiorização. Ela iniciou o processo em Pacaraima e foi chamada para embarcar rumo ao Rio Grande do Sul. 

"Minha meta é chegar e conseguir um emprego, e que meus filhos estejam na escola. Estou ansiosa, nunca andamos de avião e fico muito emocionada pois teremos acolhimento. São muitos sentimentos ao mesmo tempo, só penso nos meus filhos, estou demasiada feliz", comentou. 

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
5
6
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!