PUBLICIDADE
EM BOA VISTA
Ministro da Cidadania é nomeado padrinho da Primeira infância
De acordo com Osmar Terra, a capital de Roraima se tornou exemplo devido às iniciativas que alcançam crianças de 0 a 6 anos de idade
Por Polyana Girardi
Em 13/06/2019 às 00:21
Fórum Nacional em Boa Vista debateu importância de políticas públicas que valorizam a infância no Brasil (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

Osmar Terra, Ministro da Cidadania, foi nomeado padrinho da Primeira infância em Boa Vista durante realização do Fórum Nacional de Primeira infância na manhã de quarta-feira, 12 após defender a valorização de Políticas Públicas voltadas à assistência de crianças em famílias de baixa renda. De acordo com Osmar Terra, a capital de Roraima ser tornou exemplo devido às iniciativas que alcançam crianças de 0 a 6 anos de idade.

“Quando tivemos informações de trabalhos científicos de atendimentos feitos à primeira infância, nos convencemos que deveríamos transformar em lei para alcançar todo o Brasil e por isso estamos aqui, para render homenagem a todos os envolvidos em projetos que dão certo e hoje são modelo para o país”, disse.

Osmar Terra falou sobre o problema da imigração em Roraima e ressaltou as medidas que estão sendo tomadas pelo Ministério da Cidadania para tratar as consequências da crise na Venezuela.

“Estamos presentes na Fronteira de Pacaraima e em Boa Vista juntamente com o Exército e prefeituras. Nossa Função básica é a interiorização dos imigrantes venezuelanos. Nosso esforço é conseguir espaço em outros estados para que eles possam viver e trabalhar. Já interiorizamos mais de 7 mil venezuelanos e o desafio é que a taxa se mantenha e mais pessoas possam recomeçar em outras cidades.

O ministro também explicou que recursos destinados aos municípios para ajuda com a questão da imigração devem ser analisados, mas que há recursos do Ministério, juntamente com recursos internacionais destinados ao tema Imigração.

“As prefeituras têm feito um trabalho importante de acolhimento e integração. De modo geral são mais de 5 mil municípios no Brasil. Se cada município aceitasse um venezuelano já esvaziava os acampamentos de Boa Vista. Sabemos que tudo é resultado de conversa e convencimento”, explicou.


Boa Vista é modelo de implantação de políticas públicas para a infância 

Boa Vista é cidade modelo de referência à aplicação de Políticas Públicas que valorizam a infância, segundo a prefeitura de Boa Vista. O foco no desenvolvimento dos primeiros meses de vida até os seis anos de idade, por meio do Projeto Família que Acolhe, possibilitou a implementação da Lei Federal 13.257/2016 que trata da necessidade de promover  direitos das crianças por meio de políticas que promovam e valorizem o desenvolvimento da primeira infância. 

A iniciativa possibilitou a realização do Fórum Nacional da Primeira Infância em Boa Vista e trouxe a visita do Ministro da Cidadania, Osmar Terra, para tratar do tema ´O poder Transformador do Cuidado nos Primeiros Anos de Vida´, assim como outros palestrantes da Fundação Bernard Van Leer, que já aplica na cidade a transformação de espaços públicos lúdicos para crianças. O evento está sendo realizado até esta quinta-feira, 13 de junho no Teatro Municipal de Boa Vista. 

Teresa Surita, Prefeita de Boa Vista, falou sobre a importância do Fórum e os motivos que levaram a cidade a ser conhecida como a capital da primeira infância.

“O fórum traz possibilidade de nos apropriarmos de todo o conhecimento que diz respeito à importância dos primeiros anos de vida para a construção de um ser humano equilibrado e com emoções saudáveis, por isso investimentos nas crianças trarão retornos quando adultos. Integramos serviços na área de saúde, educação e gestão social, e hoje Somos a Capital da Primeira infância”, disse Surita.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!